segunda-feira, 23 de março de 2009

Novos postais Unesco

Comecei a semana da melhor maneira. Hoje na caixa de correio estavam estes 2 postais, os 2 unescos novos. O 1º é um oficial da China e o 2º é da Áustria.


CN-58945. O postal foi enviado pelo "DJK", é membro do forum e já tinha trocado postais com ele. O postal é da região de interesse paisagístico de histórico de Wulingyuan na província de Hunan, considerada Património Mundial da Humanidade desde 1992. "O local é conhecido pelos mais de 3.000 pilares de arenito, gargantas e cumes, muitos com mais de 200 metros de altura. Entre os desfiladeiros existem piscinas e quedas de água, umas 40 cavernas, e duas grandes pontes naturais. Além da beleza notável da sua paisagem, a região é também importante pelo facto de abrigar várias plantas e espécies animais em risco de extinção. Wulingyuan abrange o Parque Nacional Florestal de Zhangjiajie, a Reserva Natural de Suoxiyu, a Reserva Natural de Tianzishan e a Reserva Natural de Yangjiajie. A maior parte do sítio é esparsamente povoada e mantém ainda os seus aspectos originais.
Segundo os geólogos, mais de 300 milhões de anos atrás, a região era um oceano. Posteriormente, o oceano retrocedeu e deixou expostas as rochas sedimentares, que se tornaram finalmente os actuais picos, precipícios e pontes ou portas de pedra através das erosões de chuva e vento durante milhões de anos. Há ainda até as linhas sedimentares das águas do oceano em alguns penhascos e fósseis de corais." - in:
wikipédia


Como já disse, este postal é da Áustria mas foi enviado de Portugal pela Elisabete "moonwoolf". Vi este postal no album de postais para troca dela e decidi tagá-la uma vez o Palácio Schönbrunn era um dos locais unesco da Áustria que me faltavam.
"O Palácio de Schönbrunn conhecido também como o Palácio de Versalhes de Viena, é um dos principais monumentos históricos e culturais da Áustria, desde o século XIX tem sido uma das principais atracções turísticas da cidade de Viena.
A história deste palácio começa no século XVI e foi sofrendo várias alterações ao longo do anos. No século XVIII, por ordem da Imperatriz Maria Teresa da Áustria, o arquitecto Nicolò Pacassi reformou o Palácio de Schönbrunn seguindo os ditames do estilo Rococó. No final da chamada "época Teresiana" o Palácio de Schönbrunn era um vigoroso centro do Império Austríaco e da Família Imperial.
Na sequência da queda da monarquia, em 1918, a recém fundada República da Áustria tornou-se proprietária do Palácio de Schönbrunn, tendo preservado, como museu, as bonitas salas e câmaras.
Depois da Segunda Guerra Mundial e durante a Ocupação Aliada da Áustria, o Palácio de Schönbrunn, que se encontrava vazio nessa época, foi requisitado para fornecer gabinetes tanto para a Delegação Britânica como para a Comissão Aliada para a Áustria, além de servir de quartel-general da pequena guarnição militar britânica presente em Viena.
A UNESCO classificou o Palácio de Schönbrunn na Lista do Património Cultural da Humanidade em 1996, em conjunto com os seus jardins, como um notável conjunto Barroco e exemplo de síntese das artes.
Nos grandes jardins do palácio está localizado um labirinto público. O bilhete da entrada permite a entrada no labirinto, assim como num conjunto de puzzles exteriores, incluíndo um jogo de matemática e uma série de fontes." - in:
wikipédia

Sem comentários: