sábado, 25 de maio de 2019

Monthly Fav. Surprise RR * Abril

Em Abril os postais do RR das surpresas vieram da Holanda, da Alemanha, da Malásia e do Japão e foram enviados pela Marina, pela Marei, pelo C. K e pela Tomoko. 

© Dik von Veldhuizen
A Holanda e os seus moinhos!! Em Kinderdijk há 19 para ver. Foram construídos por volta de 1740 e fazem parte um sistema maior de gestão de água para evitar cheias. São o símbolo da gestão holandesa da água e em 1997 foram declarados Património Mundial da Humanidade.
Os moinhos de Kinderdijk foram construídos para manter secas as terras baixas de Alblasserwaard.
Para além dos moinhos, que visita Kinderdijk também pode admirar muitos canais, diques e comportas e descobrir como os holandeses têm usado a água em seu benefício durante mais de 1000 anos.

O Priorado de Reisach  é um mosteiro das Carmelitas Descalças em Oberaudorf na Baviera. 
Dedicado a Santa Teresa, foi fundado como Priorado de Urfahrn em 1731 e foi construído entre 1737 e 1741. Foi dissolvido em 1802, durante a secularização da Baviera.
Em 1836-37, após tentativas fracassadas de estabelecer uma comunidade franciscana nos edifícios vazios, foi refundado como Priorado de Reisach poum pequeno grupo de Carmelitas de Würzburg.

A 17 kms de Kuala Lumpur, as Cavernas de Batu são um monumento que parece ter sido construído pelos próprios deuses. Tanto uma maravilha natural como feita pelo homem, este monumento sagrado incorpora as características impressionantes das montanhas de calcário da Malásia e as esculturas religiosas da fé hindu. 

O lago Chuzenji está localizado no sopé do Monte Nantai, o vulcão sagrado de Nikko. 
As margens d Chuzenjiko são quase subdesenvolvidas e florestadas, excepto na extremidade leste do lago, onde a pequena cidade termal de Chuzenjiko Onsen foi construída.
O lago é especialmente bonito no final de Outubro, quando as cores do outono atingem o seu pico ao longo das margens e montanhas circundantes.

Cataratas do Niagara - Canadá

As Cataratas do Niagara são a atracção natural mais famosa do Canadá, atraindo milhões de visitantes todos os anos. No entanto, apesar de tão famosas, só tenho estes dois postais de lá, quer dizer, tenho um outro mas do lado americano.
 O primeiro destes postais foi enviado para minha avó há 12 anos, quando meus tios visitaram nossa família nos EUA, o segundo foi enviado pela Ara o ano passado e o último chegou há dias. Foi enviado pela Heidi que foi até ao Canadá participar em mais um torneio de parabadminton. 


Cataratas do Niagara é o nome colectivo de três cataratas que abrangem a fronteira internacional entre a província canadiana de Ontário e o estado americano de Nova York.
As três cataratas são as Cataratas Horseshoe, as Cataratas Americanas e as Cataratas Bridal Veil.
A Horseshoe Falls fica na fronteira dos Estados Unidos e do Canadá, as Cataratas Americanas e as Bridal Veil situam-se inteiramente no lado dos Estados Unidos. 

Paul Albert Augustino
Localizadas no Rio Niagara, que drena o Lago Erie para o Lago Ontário, as Cataratas do Niagara foram formadas quando os glaciares recuaram no final da glaciação de Wisconsin (a última era do gelo), e a água dos recém-formados Grandes Lagos esculpiu um caminho através da Escarpa do Niagara a caminho do Oceano Atlântico.

Photographer. Galyn Hammond
Embora não sejam excepcionalmente altas, as Cataratas do Niagara são muito largas, sendo a mais volumosa queda d' água localizada na América do Norte.

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Sidi bou Saïd - Tunísia

Continuo com surpresas da Tunísia, estas resgatadas do passado. A Déa e a Maïte enviaram-me estes postais em 2007 e 2012. 

 
Sidi Bou Said é uma pequena vila a cerca de 17Km de Tunis, junto ao Mar Mediterrâneo. É conhecida pelas suas casas imaculadamente brancas com portas e janelas coloridas e as bungavíleas que por elas trepam um pouco por todo o lado.

Cafés e lojas de artesanato preenchem os espaços um pouco por todo o lado dando-lhe uma atmosfera simpática e envolvente. Um desses cafés é o Cfe des Nattes, que aqui se vê no postal, um café tipicamente arábe.

Cartago - Tunísia

Quanto a qualidade, não há nada que se possa apontar a estes postais. Tanto o postal do Óscar como o da Tine são belos postais no que diz respeito à qualidade das fotos, impressão e papel. 
O postal da Tine resultou de uma troca, o do Óscar foi uma surpresa. Não sei se a viagem à Tunísia foi uma surpresa para a Daniela mas de certeza que não foi surpresa nenhuma quando o Óscar lhe anunciou que para além da praia, iriam visitar também locais UNESCO. De certeza que a Daniela está bem habituadinha a estes planos ;) 

Cartago é uma antiga cidade, originariamente uma colónia fenícia no norte de África, situada a leste do lago Túnis, perto do centro de Túnis, na Tunísia. Foi uma potência na antiguidade, disputando com Roma o controlo do Mar Mediterrâneo. Dessa disputa originaram-se as três Guerras Púnicas, após as quais Cartago foi destruída. - in: wikipédia 

A antiga capital púnica é hoje um bairro de Túnis e uma estação arqueológica e turística importante, tendo sido classificada como Património Mundial da Humanidade em 1979.

Paisagem Cultural de Sukur - Nigéria

Eis aqui o postal do 2º local UNESCO da Nigéria. Este é um bocadinho melhor que o outro, a qualidade da foto melhorou significativamente, o que me deixa mais satisfeita. 

A Paisagem Cultural de Sukur é um Património Mundial da UNESCO localizado no nordeste da Nigéria no estado de Adamawa. Foi classificada como Património Mundial em 1999.
A Paisagem Cultural de Sukur, com o Palácio do Hidi (chefe) no topo duma colina, dominando a paisagem envolvente, os socalcos, os seus símbolos sagrados e os restos de uma outrora fluorescente indústria de ferro, é um testemunho da expressão física de uma sociedade e da sua cultura espiritual e material. - in: wikipédia

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Bosque Sagrado de Osun - Nigéria

Como no forum do Postcrossing vão sendo escassas as oportunidades de conseguir postais UNESCO de novos locais, há tempos lembrei-me de procurar num grupo do FB e encontrei alguém a oferecer postais da Nigéria, alguns dos dois únicos locais UNESCO do país. Entrei em contacto com a pessoa, combinámos a troca e um mês depois os postais chegaram. 
Devia ter ficado super contente com estes postais mas na verdade ficaram aquém, especialmente este devido à má qualidade da foto. Para além disso, o Ahmed não escreveu uma única palavrinha no postal, excepto a morada. Bem, bons ou maus, a verdade é que risquei da minha lista mais 2 locais que estavam em falta. 

O Bosque Sagrado de Osun, nos arredores da cidade de Osogbo, é um dos últimos remanescentes de floresta primária no sul da Nigéria. Considerado como a morada da deusa da fertilidade Osun, um dos panteões dos deuses iorubás,  pelo bosque e ao longo do rio encontram-se vários santuários e locais de culto, esculturas e obras de arte em homenagem a Osun e outras divindades. O bosque sagrado, que agora é visto como um símbolo de identidade para todos os povos iorubás, é provavelmente o último da cultura iorubá. Isso atesta a prática outrora disseminada de estabelecer bosques sagrados longe das habitações humanas.

domingo, 19 de maio de 2019

Skopje - Macedónia

Conheço, quer dizer, tenho trocado postais com a Ana da Macedónia desde 2008 e foi em 2008 que ela me enviou o primeiro destes postais. Na altura foi o meu primeiro postal deste país. Passados 11 anos não tenho muitos mais postais de lá, isto porque ela já me enviou mais postais de outros países do que da Macedónia.
O segundo postal foi enviado por ela e assinado também pela Ilyani da Malásía. Há uns tempos encontraram-se na Malásia quando a Ana esteve a viver na Ásia e agora encontraram-se na Macedónia durante a viagem da Ilyani aos Balcãs.
Este ano também é possível que eu e a Ana nos encontremos. Não sou eu que estou a pensar ir à Macedónia, ela é que está a pensar vir a Portugal. 

Estes postais são ambos de Skopje, a capital e a maior cidade do país.
Skopje fica situada no curso superior do rio Vardar e fica situada numa rota principal norte-sul dos Balcãs, entre Belgrado e Atenas.

Neste postal pode ver-se a Fortaleza Kale, construída no século VI com o objectivo de proteger a cidade. Diz a Ana que é um dos mais importantes locais históricos da cidade.
Como pano de fundo está a montanha Vodno e no lado esquerdo pode ver-se o edíficio do Teatro Nacional da Macedónia.

Photo: Vlaho Brangolica
Para além da Fortaleza Kale, neste postal também é possível ver a Ponte Skupi, o Museu Nacional de Arqueologia, o teleférico para a Cruz do Milénio, a Praça Macedónia e outros locais da cidade.