quinta-feira, 28 de julho de 2011

Parque Provincial de Ischigualasto - Argentina

Já há uns dias que esperava por este postal, um unesco novo da Argentina, Parque Provincial de Ischigualasto. É o meu 3º local unesco deste país e foi enviado pela Nicole.


O Parque Provincial de Ischigualasto, também conhecido por Vale da Lua, localiza-se no nordeste da província de San Juan, no noroeste da Argentina. Tem uma área de 603,7 km², a uma altitude de 1300 metros acima do nível médio das águas do mar. O parque contém a vegetação normal de um deserto (cactos, arbustos, etc.). O clima é muito seco, com a maior parte da precipitação concentrada no Verão, e as temperaturas são extremas.
Foi declarado Património Mundial da UNESCO junto com o Parque Nacional de Talampaya em 2000. - in:
wikipédia

Unteruhldingen - Alemanha

No mês passado a Unesco acrescentou novos locais à lista do Património Mundial e a Alemanha registou 3 novas entradas. Para mim isso significou deixar de ter todos os locais alemães. Contudo já tinha um deles e há dias recebi este postal de Uhldingen, um dos 111 locais classificados como fazendo parte do lugar inscrito na lista como "Palafitas Pré-Históricas em torno dos Alpes". O postal foi enviado pela Janet.

Estas palafitas ou casas em estacas são habitações pré-históricas que se foram construindo em redor dos Alpes desde 5000 a 500 a.C. nas margens de lagos, rios e pântanos. Os 111 locais localizam-se na Áustria, França, Alemanha, Itália, Eslovénia e Suíça.
Estes assentamentos são um grupo exclusivo de sítios arqueológicos excepcionalmente bem preservados e culturalmente ricos, que constituem uma das fontes mais importantes para o estudo das primeiras sociedades agrárias na região.
Unteruhldingen é uma pequena vila, parte da cidade de Uhldingen-Mühlhofen, na costa noroeste do Lago Constança. É lá que se encontra o Pfahlbauten, um museu ao ar livre exibindo reconstruções de casas em estacas do Neolítico e da idade do Bronze.

Røros - Noruega

Este é mais um postal de um local unesco novo, Røros, situada na região de Sør-Trødelag. O Postal foi enviado pela Rita, uma russa que foi passar férias à Noruega mas entretanto ficou doente. Felizmente não teve nada a ver com os trágicos acontecimentos da semana passada.



A história desta cidade está ligada à exploração de minas de cobres descobertas no século XVII e exploradas até 1977. A cidade foi totalmente reconstruída após a sua destruição pela tropas suecas em 1679. Røros possui cerca de 2.000 casas de madeira, muitas delas conservas as suas fachadas escuras com troncos de madeiras que dão à cidade um aspecto medieval.

Røros entrou para a lista do Património Mundial em 1980. No ano passado a área classificada foi alargada e passou a englobar para além da cidade, uma série de paisagens culturais de carácter industrial e rural, como a fundição de Femundsytta, a sua zona circundante e a rota de transporte invernal.

Grundsund - Suécia

Não parece mas este é um postal enorme, quero ver onde o vou guardar. Foi enviado pela Anja e foi passar férias à Suécia e aproveitou para participar num encontro Postcrossing. Este é o meu 1º postal de um encontro na Suécia.



O postal mostra uma vista de Grundsund, uma aldeia piscatória na costa oeste da Suécia.

A Toxa - Espanha

No fim-de-semana do Encontro do 6º Aniversário do Postcrossing, a Susana foi até à Galiza de onde me enviou este postal, um pôr-do-sol na ilha de A Toxa.



A Toxa ou A Toja é uma pequena ilha situada em Las Rias Bajas, no coração turístico da Galiza.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Encontro do 6 Aniversário do Postcrossing

No passado dia 14 o Postcrossing fez anos, 6 aninhos e tal como nos 2 anos anteriores, este ano também houve um encontro de aniversário. Realizou-se dia 16 em Tomar. Tal como o ano passado, este ano também não fui :( mas os meus amiguinhos Paula, Zé "piloto" e a Vitória, lembraram-se de mim e enviaram-me estes bonitos postais.



O encontro realizou-se uma semana depois da Festas dos Tabuleiros, uma tradição que só se realiza de 4 em 4 anos.
É uma das manifestações mais antigas de Portugal e a sua origem encontra-se nas festas de colheita à deusa Ceres. A sua cristianização pode dever-se à Rainha Santa Isabel, tendo por base a Congregação do Espírito Santo. Esta festa manteve as suas características até ao século XVII. As mudanças feitas a partir daí permitiram uma maior grandiosidade à Festa. A tradição continua e as suas cerimónias permanecem: o Cortejo das chegadas dos Bois de nome Cortejo do Mordomo, o Cortejo dos Tabuleiros, a sua bênção, a forma do tabuleiro, os vestidos das raparigas que transportam os Tabuleiros e a Pêza ou distribuição do pão e da carne. A principal característica desta Festa é o Desfile ou Procissão onde desfilam inúmeros tabuleiros que representam as dezasseis freguesias do concelho. Percorre as principais ruas da cidade, num percurso de 5 km. As ruas enfeitam-se de colchas pendentes nas janelas, onde se encontram milhares de visitantes e são lançadas pétalas, entusiasticamente, sobre o Cortejo.



O Tabuleiro deve ter a altura da rapariga que o leva à cabeça, sendo constituído por trinta pães enfiados em cinco ou seis canas que partem de um cesto de vime ou verga e é rematado ao alto por uma coroa encimada pela Pomba do Espírito Santo ou pela Cruz de Cristo. Tabuleiros decorados com flores, pão e espigas de trigo desfilam pelas ruas de Tomar. - in: wikipédia


Graças à Vitória a minha wishlist de Portugal tem vindo a ficar mais pequena. Desta vez enviou-me este postal da Igreja de Santa Maria do Olival.

Ao contrário da quase totalidade dos monumentos tomarenses, fica na margem esquerda do rio Nabão. Remonta ao século XIII, como panteão dos Mestres da Ordem dos Templários. Ilustra a transição do estilo românico para o gótico, salientando-se na fachada uma grande rosácea que encima o pórtico de quatro arquivoltas. Sobre a rosácea, está a marca dos cavaleiros templários, o Signum Salomonis. No interior podemos observar uma imagem da Senhora do Leite, na capela-mor, da autoria de Diogo Pires-o-Velho. Actualmente apenas estão nesta igreja os monumentos funerários de Guladim Pais, fundador da cidade e de D. Gil Martins, primeiro mestre da Ordem de Cristo. - in: http://www.lifecooler.com/edicoes/lifecooler/desenvRegArtigo.asp?reg=349865

Encontros com a Déa

A minha manita Déa, uma postcrosser do Brasil, esteve em Portugal há uns dias. É claro que tal acontecimento merecia que se realizasse um encontro. Na verdade aconteceram 2, um em Lisboa e o outro no Porto.

Eu e a Déa já trocámos muitos postais, falámos muitas horas no msn e descobrimos que temos muita coisa em comum, daí nos tratarmos por manitas. Era das pessoas que eu tinha mais vontade de conhecer e finalmente esse desejo concretizou-se. Agora tenho eu de ir ao Brasil :D



O encontro em Lisboa foi no passado dia 9 e juntou a Paula, que me enviou este postal, a Joaninha, a Susana e o Zé "piloto".
Este é um postal da Praça de D. Pedro IV, mais conhecida pelo antigo nome de Rossio. Para além da linda fonte, pode ver-se também o Teatro Nacional D. Maria II.



O Zé também me enviou um postal e escolheu este da Praça do Comércio com o Arco da Rua Augusta e a estátua de D. José I.

Dois dias depois do encontro em Lisboa, foi a minha vez de conhecer a Déa no Porto, juntamente com o Miguel.
Passámos um dia muito agradável que terminou com uma francesinha ;)


Depois destes encontros com a Déa, segue-se outro dentro de dias para conhecer a Karina!!! Vai ser em Sintra e eu vou...

Postais de Férias

Há dias chegaram estes 2 postais que sabem a férias. Enquanto as minhas não chegam (faltam 50 dias) vou disfrutando das férias de outros, neste caso da Ninocas e da Gracinha, através dos seus postais.



A Ninocas foi há dias até ao Algarve e enviou-me este postal da Costa Vicentina.
A chamada Costa Vicentina, a costa oeste do Algarve, estende-se para mais de 60 km do Cabo de São Vicente, o ponto mais a sudoeste do continente Europeu, até Odeceixe na fronteira com o Alentejo. A costa rochosa e íngreme é intervalada por pequenas baías. O clima é menos ameno do que no resto do Algarve e a ondulação do Atlântico é espectacular, atraindo surfistas e praticantes de parapente em particular.
Nos arredores da Vila do Bispo e Raposeira, foram encontrados os menhires neolíticos com mais de 5000 anos são o testemunho vestígios de uma época longínqua sagrada.
A paisagem continua sem sofrer as alterações que normalmente o turismo traz e é rica em flora e fauna. O Parque Natural do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina com 70.000 ha é uma das maiores reservas naturais em Portugal. A Reserva Biogenética de Sagres entre o Cabo de São Vicente e a Ponta de Sagres existe um sistema ecológico único, que atrai ornitólogos de todo o mundo, sobretudo durante o Outono. - in:
http://www.algarve-portal.com/pt/country/landscapes/costa_vicentina/



A Gracinha passou 2 dias no Pessegueiro, uma aldeia do concelho da Pampilhosa da Serra situada num profundo vale numa das encostas da Serra da Lousã.
No postal pode ver-se o parque fluvial.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Gent - Bélgica

Há dias recebi um postal oficial da Bélgica e dias mais tarde este de Gent enviado pela Raquel. Gent é uma das cidades que quero visitar e acho que neste postal se percebe porquê. Já me estou a ver a tirar fotos e mais fotos a este edifícios tão bonitos.

Faltam uns 55 dias para a viagem.



Gent situa-se a poucos kms de Bruxelas. Vivem na cidade cerca de 240 mil habitantes que falam Flamengo :o A cidade prosperou entre os séculos 13 e 14 graças ao comércio de tecidos.

Como se pode ver no postal a cidade oferece uma variedade de lugares interessantes. Entre eles: dois castelos medievais, muitos museus, conventos, igrejas e prédios históricos. Segundo os guias de Gent, em nenhuma outra cidade da Bélgica existe uma listagem com tantos monumentos.

Postais de Moscovo

Depois de um postal de São Petersburgo, agora ficam dois de Moscovo. Foram enviados pela Katerina "eminova". Na verdade ela enviou 4 mas já tinha 2 deles pelo que esses 2 ficam para trocas.


Neste postal do Kremlin temos a Catedral do Arcanjo Miguel. Foi construída entre 1505 e 1508. Era nesta catedral que se celebravam as vitórias do exército russo.

Até ao século XVII, foram aqui sepultamos czares e príncipes russos. No seu interior existem 54 sepulturas e 46 lápides.


Um dos locais incontornáveis numa viagem a Moscovo é, sem dúvida, a Praça Vermelha. O mais interessante do nome é que a praça é tudo menos vermelha mas é imponente não só pelo tamanho, mas também pela proximidade do Kremlin, ali mesmo ao lado.
De um lado da praça temos a Catedral de São Basílio e do outro lado temos o imponente museu de Historia, um jardim com esplanadas onde se pode tomar uma cerveja e o icónico mausoléu de Lenine, sempre guardado por soldados.
Ali ao pé estão também as galerias GUM onde se encontram as melhores marcas internacionais. -
http://netviagens.sapo.pt/forum/Home.aspx?contentIdHighlight=B7019DCF-E2C2-4EFF-97EA-D5D2C6669A81

Catedral da Resurreição - S. Petersburgo

Isto já não são horas para estar com actualizações mas esta vai ser a última. Amanhã estou de folga e vou fazer mais algumas.



Este é o meu 4º ou 5º postal da Catedral da Resurreição em São Petersburgo e como já é o 4º ou o 5º já devo ter dito quase tudo sobre ela. O que é digo sempre é que esta é uma igreja muito bonita.

O postal foi enviado pela Angela.

Aurora Boreal - Finlândia

Mais um bonito postal e que também estava nos meus favoritos. Este é da Finlândia e foi enviado pela Jutta "blizzard".




Muitos dos turistas que visitam a Finlândia vão com a esperança de ver as Luzes do Norte, um fenómeno natural que é também conhecido como Aurora Boreal. O melhor lugar para ver as ver é na região norte da Lapónia, que é quase inteiramente localizada dentro do Círculo Polar Ártico. É durante os meses de inverno, quando o sol raramente aparece no horizonte e durante Fevereiro - Março e Setembro - Outubro que é possível ver este fenómeno com mais regularidade. A melhore hora do dia para ver as Luzes do Norte é entre 21: 00 e 11:30 horas.

Existe uma lenda, que tem passado de geração em geração, sobre as Luzes do Norte e a sua existência. Esta lenda conta que há muitos anos, uma bela raposa avermelhada corria por uma montanha no extremo norte. Depois de tanto correr e de se afundar na neve estava cansada e não conseguia manter a cauda levantada por muito tempo. Então, de repente quando a cauda começou a tocar na neve, foram saltando faíscas de luzes e de várias cores.

As Luzes do Norte sempre foram respeitadas e, ao mesmo tempo, assustavam as pessoas. Na Finlândia, as pessoas acreditavam que era perigoso dizer o seu nome em finlandês em voz alta, "revontuli". Segundo uma crença, rir deste fenómeno nocturno podia trazer más consequências!

domingo, 24 de julho de 2011

Connemara - Irlanda

É lindo não é? Era um dos meus favoritos e tal como outros favoritos da Irlanda, este também foi enviado pela Claudia "chrissybaby".


Desde a cordilheira Twelve Bens do Norte, passando pelo Lago Roundstone Bog até às praias douradas alcançando o Oceano Atlântico, saberá que está em Connemara pela luz que muda constantemente as cores e o tom da paisagem.


Connemara é desde algum tempo considerada como a Esmeralda da Irlanda. Este terreno natural e ambiente selvagem oferece ao visitante paisagens maravilhosas, várias experiências, aventuras e actividades. As pessoas são calorosas e amigavéis, reflectindo a hospitalidade que é a essência da Irlanda.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

DE-968100 & DE-977040

Seguem dois oficiais da Alemanha.



DE-968100, enviado por Heike.

Originalmente, o Palácio de Charlottenburg encontrava-se nas imediações de Berlim, mas foi absorvido pelo núcleo urbano da cidade em 1920. Esse palácio, construído em 1699, era a residência de verão da rainha Sofia Carlota. Após a morte da rainha, o edifício permaneceu como propriedade dos Hohenzollern, mas as suas portas ficaram fechadas até a chegada ao trono de Frederico II da Prússia, em 1740, um rei que começou a organizar festas de grande glamour no palácio.

Projectado em estilo barroco, o Palácio de Charlottenburg hoje está aberto ao público para visitas guiadas. Indubitavelmente, a melhor parte da visita é a que passa pelos dormitórios de Sofia Carlota e Frederico I, decoradas em um estilo rococó extremamente extravagante. Também merece destaque a Galeria Dourada (Goldene Galerie), que nos permite ter uma ideia de como eram as festas celebradas no palácio. - in: http://dreamguides.edreams.pt/alemanha/berlim/schloss-charlottenburg


DE-977040, enviado pelo Franz.

Quanto a este postal não há muito a dizer. Trata-se do interior de uma igreja românica na cidade de Plattling, na Baviera.

IT-140921

Vamos continuar com os postais oficiais. Este é da Itália, mais concretamente de Milão, onde eu já estive. Esta cidade não me impressionou por aí além mas apesar disso não me importava de voltar para poder ver a catedral sem a fachada coberta e tirar umas fotos decentes. E mesmo ao pé da catedral fica a Galeria Vittorio Emanuele, que é justamente o que mostra este postal. Por qualquer razão não entrei lá. Quem lá foi só me falou das lojas caras e eu devo ter achado que não valia a pena ir lá... Depois vim a descobrir que afinal teria valido a pena.

IT-140921, enviado pelo Denis.

Esta galeria é uma impressionante construção coberta por uma estrutura de ferro com cúpulas de vidro e frescos. Foi inaugurada em 1877 e está situada entre os dois principais pontos turísticos de Milão, a catedral, o Duomo e o Teatro la Scala. Foi projectada em forma de cruz, por Guiseppe Mengoni e possui diferentes entradas em forma de arcos de triunfo. Na sua época foi uma das primeiras nesse estilo.

Devido à sua localização, recebe uma multidão de turistas, que procuram restaurantes e cafés mas também as mais conceituadas marcas como Gucci, Prada ou Vuitton.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

NL-703505

Já não são horas para mais actualizações, amanhã há mais. Agora fica um oficial da Holanda.



NL-703505, enviado pela Anja.

Este é um postal da província de Limburgo, mais propriamente da zona de Limburgo do Sul. As fotos do postal foi tiradas pela Anja.

FI-1133926

Apesar de receber muitos postais da Finlândia, não tantos ultimamente, não tenho muitos postais de lá com neve. É pena porque como adoro neve, postais com neve são sempre bem vindos.



FI-1133926, enviado por "dotdotPC".
Uma cabaninha assim no meio do nada, com neve por todo o lado, uma lareira e gelado... hum, seria perfeito :D

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Aldeia Mineira de Sewell - Chile

Este postal veio dos EUA, enviado pela Judy "missdaisy66" mas trata-se de um novo local unesco do Chile, o meu segundo deste país.



"Sewell é uma aldeia mineira abandonada e localiza-se na província de Cachapoal, na região de O'Higgins, no Chile, a uma altitude entre 2000 e 2500 metros. Foi fundada em 1904 para a extracção de cobre. Em 1918 já albergava 14.000 pessoas. Em 1977 a Braden Copper Co. (a quem pertencia a mina) começou a mover as famílias que habitavam em Sewell para o vale e pouco tempo depois o campo estava desmantelado.

Sewell tornou-se Monumento Nacional em 1998 e a Unesco designou-a Património Mundial da Humanidade em 2006." - in: wikipédia

Dorset - Inglaterra

Outro unesco novo, este é do Reino Unido, mais concretamente da Inglaterra, Litoral de Dorset e Este de Devon, Património Mundial desde 2001. O postal foi enviado pelo Dave "booga315".



O litoral do condado de Dorset e o este do condado de Devon apresentam uma sequência practicamente ininterrupta de formações rochosas que abarcam a totalidade do Perído Mesozoico, ou seja, cerca de 185 milhões de anos de história da Terra.

Nos últimos 300 anos, toda esta região tem contribuído para o estudo das ciências da Terra.

Florestas Virgens de Komi - Rússia

Esta semana já recebi 3 locais unesco novos, este é da Rússia, das Florestas Virgens de Komi. O postal foi enviado pela Olya "reddew" e desta vez ninguém deu cabo dos selos ou os tapou com um autocolante qualquer. Ainda bem porque o postal e os seus são muito bonitos.



"As Florestas Virgens de Komi são florestas no norte dos Montes Urais classificadas pela Unesco como Património Mundial da Humanidade. Ficam na República Autónoma dos Komi, Rússia. Com 32.800 km² formam a maior floresta virgem da Europa.

Estas florestas pertencem à ecorregião da taiga dos Urais. As espécies dominantes nas árvores são coníferas das espécies Picea obovata, Abies sibirica e Larix sibirica, enquanto que nos mamíferos são a rena, a zibelina, o vison e a lebre." - in: wikipédia