quarta-feira, 26 de julho de 2017

RR Alternativo Março (I)

Já há muito tempo que não participava num destes RR's. Em Março decidi voltar a participar. No total recebi 19 postais de 10 países. Neste 1º grupo junto as igrejas que recebi da Finlândia, dos EUA, da Malásia e da Rússia. 

Photographed & published by Pentti Harala, Espoo
Esta é a catedral de Tampere. O postal foi enviado pela Liisa.
 A Catedral de Tampere, originalmente chamada Igreja de São João, foi construída entre 1902-1907, em estilo Romântico Nacionalista (nunca tinha ouvido falar neste estilo). Foi desenhada por Lars Sonck. Tem capacidade de 2000 lugares, e o interior é decorado com obras famosas de Hugo Simberg. O grande retábulo foi pintado por Magnus Enckell. Cada uma das seis entradas do edifício tem seu próprio portão no muro de pedra circundante. A igreja tornou-se uma Catedral em 1923, e é um lugar popular para casamentos e concertos.

Outra igreja finlandesa mas esta é bem mais antigo. Postal enviado pela Minna.
A igreja de Sastamala em Karkku, dedicada a Santa Maria, foi construída no final do século XV. Infelizmente, a igreja foi quase abandonada durante décadas nos séculos XIX e XX. Durante este período, o chão foi destruído. A igreja foi renovada em 1960-1977 e hoje é usada principalmente para cerimónias no verão.
Há uma bela colecção de artefactos históricos na igreja de Sastamala. Os itens mais antigos são provavelmente uma fonte de pedra do século XIII e uma lápide com a inscrição "1304".

Photo: Bob Clemenz
A Jacquelynn enviou esta bela igreja no estado americano do Arizona.
A Missão San Xavier del Bac é uma  missão católica espanhola localizada a cerca de 16 km a sul do centro de Tucson, no Arizona, na Reserva indiana Tohono O'odham San Xavier. Foi fundada em 1692 pelo padre Eusebio Kino, no centro de um povoado indiano centenário do Tohono O'odham (anteriormente conhecido como Papago), localizado ao longo das margens do rio Santa Cruz. A missão recebeu o nome de Francisco Xavier, o missionário cristão e co-fundador da Sociedade de Jesus (Ordem dos jesuítas) na Europa.
A Missão foi construída entre 1783 e 1797; é a estrutura europeia mais antiga do Arizona.
Considerado o melhor exemplo da arquitectura colonial espanhola nos Estados Unidos, recebe cerca de 200 mil visitantes por ano.

A Igreja de Cristo na praça Jalan Gereja, comemora os 100 anos da ocupação de Malaca pelos holandeses. Foi construída em 1753. 
O postal foi enviado por Wei.

A Anya enviou um postal de templo único e muito interessante em Kazan.
O colorido Templo de Todas as Religiões, ou o Templo Universal é uma mistura de influências arquitectónicas retiradas da maioria das principais religiões do mundo para criar um local onde todas as religiões se pudessem reunir em harmonia.
A ideia até era boa mas.... 

Apesar da Tanya ter enviado este postal da Bielorrúsia, a igreja é uma das mais conhecidas da Rússia. A Catedral de Cristo Salvador é talvez uma das mais conhecidas do país. Talvez por esse motivo já tenha recebido uns quantos postais com ela. 

domingo, 23 de julho de 2017

Locais UNESCO do Canadá

Em Abril a Marie participou em mais encontro Postcrossing em Toronto. Sem saber enviou-me um postal de um dos 2 únicos locais UNESCO do Canadá que me faltavam. Ao agradecer-lhe disse-lhe que tinha ficado super contente com o postal, por ser de um local UNESCO em falta e em conversa, ela disse que também tinha um postal do outro local que me faltava. Assim, ser contar, já tenho postais de todos os locais UNESCO do Canadá. 
A Estação Baleeira Basque de Red Bay entrou para a lista em 2013 e Mistaken Point em 2016.

Design: Lara Minja, Lime Design Inc. * © 2015 Canada Post
Red Bay, estabelecida pelos marinheiros bascos no século XVI na ponta nordeste do Canadá, na margem do Estreito de Belle Isle, é um sítio arqueológico que fornece o testemunho mais antigo, mais completo e melhor preservado da tradição europeia da caça à baleia. O Gran Baya, como foi chamado por aqueles que fundaram a estação em 1530, foi usado como base para a caça costeira, desmanche e extracção de gorduras de baleia para armazenamentos e produção de óleo. A estação tornou-se uma importante fonte de óleo de baleia que era depois enviado para a Europa, onde era utilizado para iluminação. 
O local, usado nos meses de verão, inclui restos de fornos, um cais, moradias temporárias e um cemitério, juntamente com restos subaquáticos de barcos e depósitos de ossos de baleia. A estação foi usada durante cerca de 70 anos, antes que a população de baleias locais estivesse extinta.

Design: Lara Minja, Lime Design Inc. * © 2017 Canada Post
Este sítio fossilífero está localizado na ponta sudeste da ilha de Terra Nova, no leste do Canadá. É constituída por uma faixa estreita de 17 km de extensão de penhascos costeiros acidentados. De origem marinha profunda, estas falésias datam do Período Ediacariano (580-560 milhões de anos atrás). Aqui podem ver-se os mais antigos conjuntos de fósseis descobertos até hoje, que ilustram um momento crucial na história da vida na Terra: o surgimento de grandes organismos biologicamente complexos, após uma fase de evolução que durou três mil milhões anos e foi presidida pela prevalência de micróbios.

Parque Nacional da Lago Crater - EUA

Esta semana foi, finalmente, uma semana decente no que diz respeito a postais. É que as outras 2 tinham sido uma desgraçada. Para compensar, nestes últimos dias chegaram vários postais, na sua maioria oficiais e um deles foi o 1º destes do Parque Nacional do Lago Crater. 

artwork & design © 2017 Robert B. Decker
US-4765147, enviado pelo Jason.
Na parte detrás do postal: Fundado em 1902, o Parque Nacional do Lago Crater inspira admiração. Os nativos americanos assistiram à formação do lago à cerca de 7700 anos atrás, quando uma erupção violenta desencadeou o colapso de um vulcão. Alimentado por chuva e neve, é o lago mais profundo dos Estados Unidos e talvez o mais puro da terra.
Artistas, fotógrafos e turistas ficam maravilhados com suas águas azuis e seu cenário deslumbrante.

 Photo by Craig Tuttle
US-1671354, enviado pela Nancy.
O Lago Crater fica no sudoeste do estado norte-americano do Oregon, próximo de Klamath Falls. Com quase 600 m de profundidade, este lago situa-se na caldeira de um vulcão já extinto. O seu nome tem origem numa pequena cratera situada numa ilha deste lago, a ilha Wizard. Desde 1902 este lago faz parte do Parque Nacional do Lago Crater, uma atracção turística dos Estados Unidos da América.
Suas águas estão entre as mais límpidas dos Estados Unidos. Tem aproximadamente 8 por 9,6 quilómetros de largura, e uma profundidade média de 350 m e máxima de 597 m, o que o converte no lago mais profundo dos Estados Unidos e o segundo mais profundo da América do Norte. - in: wikipédia

DE-6369546

O ID deste postal é alemão mas o postal é dos EUA. A cidade de Unalaska é a maior das ilhas Aleutianas, uma cadeia de 14 grandes ilhas vulcânicas e 55 menores pertencentes aos Estados Unidos e à Rússia. A cidade de Unalaska, cobre parte da ilha de Unalaska, no estado dos EUA do Alasca.

DE-6369546, enviado pelo Rüdiger.
Durante a Segunda Guerra Mundial, as ilhas Aleutianas, casa do Unangax (Aleut) durante mais de 8000 anos, tornaram-se um campo de batalha no Pacífico. Este arquipélago viu a invasão das forças japonesas; a ocupação de duas das suas ilhas; a deslocação em massa dos civis Unangax; uma guerra aérea de 15 meses e uma das batalhas mais mortíferas no teatro do Pacífico.
Um memorial com vista para o centro de Unalaska é dedicado aos Unangax que foram deslocados à força durante a Segunda Guerra Mundial e às aldeias aleutianas que nunca foram repovoadas.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

US-4680108

Esta estrutura estranha em Chicago é a Cloud Gate, também conhecida como "The Bean", o feijão, devido à sua forma. 

Photo: Jeff Lewis
US-4680108, enviado pela Donna.
Cloud Gate é uma escultura do artista Anish Kapoor, situada no centro da AT&T Plaza, no Millennium Park em Chicago. Foi erguida entre 2004 e 2006 e é composta por 168 placas de aço inoxidável. O seu exterior completamente polido não tem uniões visíveis. Mede 10 por 20 por 13 metros e pesa 99.5 toneladas.
Inspirada pelo mercúrio em estado líquido, a superfície da escultura reflecte e distorce o panorama urbano da cidade. Os visitantes podem andar em seu redor e mesmo debaixo, já que o arco tem 3,7 m de altura. Na zona inferior está o "omphalos" (grego para umbigo), uma câmara côncava que altera e multiplica reflexões. A escultura incorpora muitos dos temas artísticos de Kapoor, sendo popular entre os turistas pelas suas possibilidades fotográficas únicas. - in: wikipédia

Praça Jackson, Nova Orleans - EUA

Estes postais de Nova Orleans chegaram há bem menos tempo que os anteriores mas não me lembro de quem enviou o 1º postal. O 2º foi enviado pela minha correspondente Nova. 

Photo by Tommie Reardon
A histórica Praça Jackson, originalmente conhecida no século XVIII como "Place d'Armes", e mais tarde renomeada em homenagem ao herói da Batalha de Nova Orleans Andrew Jackson, é uma atracção no coração do bairro francês de Nova Orleans.
Esta famosa praça, de frente para o rio Mississippi, está rodeada por edifícios históricos, incluindo a Catedral de São Luís, o Presbitério e o Cabildo (Museus do Estado do Louisiana), e os Apartamentos de Lower e Upper Pontalba, os mais antigos edifícios de apartamentos nos Estados Unidos.
Este é um dos locais preferidos pelos visitantes e habitantes da cidade. Os artistas, restaurantes, museus, comerciantes e a própria praça fazem da Praça Jackson um dos destinos mais populares do bairro francês.

Em frente da Praça Jackson e flanqueada pelo Cabildo de um lado e pelo Presbitério do outro lado, a Catedral de São Luís está entre as estruturas mais altas e imponentes do bairro francês e um dos mais reconhecíveis. Tem sido visto em centenas de filmes, programas de TV e outras apresentações visuais e é um ícone arquitectónico local e internacional.
Como a igreja-mãe da Arquidiocese de Nova Orleans, a Catedral de São Luís tem uma longa e interessante história. É a mais antiga catedral católica romana continuamente activa nos Estados Unidos, originalmente construída em 1727 e dedicada ao rei Luís IX da França, "O Rei Cruzado" que mais tarde foi canonizado pela Igreja. A catedral original de São Luís foi destruída durante o grande incêndio de 1794 e foi reconstruída. A estrutura actual foi concluída na década de 1850.
Em Setembro de 1987, a catedral recebeu a histórica visita do Papa João Paulo II. 

O Templo Salt Lake - EUA

De vez em quando resolvo juntar num só post, postais de um mesmo local que andavam por aqui tresmalhados. Hoje junto este dois oficiais da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias que recebi em 2011.
Esta igreja é a sede da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (popularmente conhecida como a Igreja Mórmon).

 US-1125639, enviado pela Linda.
Salt Lake City é a capital do estado do Utah e o edifício na foto do postal é o Templo de Salt Lake, o maior e principal templo mórmon no mundo. O processo da sua construção iniciou-se em 1847 e terminou em 1893.

US-1196175, enviado pelo "youngini".
É considerado uma importante atracção turística de Salt Lake City. Devido a sua localização como sede da Igreja mórmon e seu valor histórico, é muito respeitado pelos santos dos últimos dias em todo o mundo.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

US-4230848

Um oficial dos Estados Unidos com o Sino da Liberdade, um sino com grande significado histórico situado em Filadélfia, estado da Pensilvânia. 

Photo: David Traub
US-4230848, enviado pela Sarah.
Em 1751, a Assembleia Provincial da Pensilvânia - parte do governo colonial do estado - pagou cerca de 100 libras por um grande sino para pendurar na nova Casa Estadual (mais tarde conhecido como Independence Hall). O sono foi feito em Londres e chegou à Filadélfia em Agosto de 1752.
Em 8 de Julho de 1776, o sino tocou para celebrar a primeira leitura pública da Declaração de Independência. 
Após a invasão britânica de Filadélfia, o sino foi escondida numa igreja até que pudesse ser devolvida com segurança à Casa do Estado. 
Este ícone popular da nova nação e sua independência só passou a chamado de "Sino da Liberdade" na década de 1830, quando um grupo abolicionista o adoptou como símbolo da sua própria causa.
Depois de ser transferido para um pavilhão perto de Independence Hall em 1976 (o bicentenário da Declaração de Independência), em 2003, o Liberty Bell foi transferido para Liberty Bell Center, no Parque Histórico Nacional da Independência, onde todos os anos milhões de visitantes vêem sua famosa fenda.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Mauna Kea - Havai

De uma cascata numa ilha no Atlântico para um vulcão numa ilha no Pacífico. O postal foi enviado do Havai pela Trisha e mostra o vulcão Mauna Kea. 

Photo by Peter French
Mauna Kea, na Ilha do Havai, arquipélago do Havai, é um vulcão em escudo extinto. É o ponto mais elevado do arquipélago e um dos mais proeminentes do mundo e também uma das montanhas de maior isolamento topográfico. No entanto, o Mauna Kea é a montanha mais alta do mundo se levarmos em consideração a medição desde a base até ao pico - tem 10 105 metros a partir do fundo do oceano Pacífico (5898 metros abaixo da superfície, e 4207 metros acima).
Mauna Kea significa "Montanha Branca" no idioma havaiano, uma referência ao seu cume sendo regularmente coberto pela neve no inverno. Encontra-se extinto. 
A última erupção terá ocorrido há cerca de 4500 anos. 
No seu topo encontra-se um observatório astronómico, o Observatório W. M. Keck. - in: wikipédia

Cascata de São Nicolau - São Tomé

Este não é o meu 1º postal de São Tomé e Príncipe mas é o 1º escrito e enviado de lá. Foi a Vitória que o enviou. 

A cascata de São Nicolau não é a maior do país mas é a mais conhecida por ser mais acessível e estar perto da cidade. 

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Posto de Correios Subaquático - Vanuatu

Gostam de postais e de mergulho? Sabiam que é possível enviar um postal à prova de água num posto dos correios subaquático?? É possível sim senhora, basta ir à ilha Hideaway no Vanuatu. Foi exactamente o que fez a Tracey. É sem dúvida um postal único, enviado de um local único. 

Os correios do Vanuatu criaram uma estação de correios oficial algo diferente. É o único posto de correios subaquático do mundo.
Situado no santuário marinho da ilha Hideaway, o posto está uns três metros abaixo de água. Quem não quiser ou não conseguir mergulhar, pode pedir ajuda à equipa no local para irem entregar os postais à prova de água. 

Photo: Andy Belcher
Durante os horários de abertura, os postais são cancelados pela equipa do posto de correios subaquático. Em vez de ser carimbado com tinta para mostrar que o postal foi enviado, os correios desenvolveram um novo dispositivo de cancelamento em relevo.
Os horários de abertura são colocados na praia da Ilha Hideaway e uma bandeira especial é colocada num flutuador para indicar que já há trabalhadores postais na água.
Semanalmente, as cartas podem ser colocadas na caixa de correio subaquática anexa à estação de correios ou levadas ao escritório de correios principal da cidade. Todos os postais recebem o cancelamento especial deste paraíso subaquático exclusivo antes de serem entregues tanto local como internacionalmente.

Tam Coc - Vietname

Enquanto não há notícias dos novos locais UNESCO, continuo com os locais classificados em anos anteriores. 
Tam Coc entrou para a lista em 2014, incluído no local Complexo de Paisagens Tràng An. O postal foi enviado pelo Vuong Phan.

Tam Coc está localizado a cerca de 90 quilómetros a sul de Hanói, na província de Ninh Binh e a 7 quilómetros a oeste da cidade de Ninh Binh.
Tam Coc que significa 3 cavernas, é uma zona do Vietname que corre entre arrozais, banhados pelo rio  Ngo Dong  pontuado por formações rochosas de Karst e cavernas de pedra calcária.
As formações rochosas, cavernas, água e paisagem fizeram Tam Coc é popularmente conhecida como Baía de Halong La em terra. 
É possível atravessar Tam Coc através de uma pequena viagem de barco a remo ao longo do Ngo Dong, onde para além da impressionante paisagem também podemos admirar os campos de arroz. Esta área do Vietname tem mais de 350 hectares.
O mais impressionante em Tam Coc são campos de arroz com os seus tons de um verde e amarelos brilhantes. Os vietnamitas chamam os arrozais de Tam Coc o Mar Verde. 

domingo, 2 de julho de 2017

Museu Nacional de Arte Ocidental - Japão

Hoje foi aquele dia do ano pelo qual muitos dos que coleccionam postais de locais UNESCO esperam, ou seja, a reunião do Comité da UNESCO que escolhe os novos locais classificados como Património Mundial. Contudo, este ano os candidatos parece que vão complicar as nossas vidas, pois alguns são de países de onde é mais difícil conseguir postais. De todos os candidatos, penso que só tenho um postal de um local na Alemanha, espero que pelo menos esse seja escolhido. 

As obras do Sr. Le Corbusier entraram o ano passado para a lista e este postal do Japão entrou há umas semanas na minha colecção graças à ou ao Bei Hao. 
O Museu Nacional de Arte Ocidental em Tóquio é um museu em concreto que possui uma colecção dedicada ao pensamento e à arte ocidentais.
O museu foi construído em meados do século XIX e abriu em 1959. Originalmente, o museu abrigava a colecção pessoal do industrial japonês Matsukata Kojiro.
Quando o museu foi encomendado, a colecção do Sr. Kojiro estava na Europa. Após a segunda guerra mundial os governos do Japão e da França chegaram a um acordo, as obras de arte seriam devolvidas ao Japão, na condição de serem alojados num museu desenhado por um francês.

O resultado foi um edifício modernista exemplar que abrange várias das ideias-chave de Le Corbusier.
As galerias centrais são apresentadas num plano quadrado, cujos espaços de dupla altura são criados em pilotis.
Ao longo do edifício, a circulação vertical é assegurada principalmente através de rampas, e um sistema de clarabóias traz luz natural às galerias. A fachada é feita de painéis de concreto pré-moldado que se apoiam em suportes de aço.
Le Corbusier assumiu a liderança do projecto mas deixou a supervisão detalhada e a construção para três aprendizes japoneses: Kunio Maekawa, Junzo Sakakura e Takamasa Yoshizaka. 
O Museu Nacional de Arte Ocidental é o único projecto construído pelo famoso arquitecto no Extremo Oriente. Continua aberto abriga o trabalho de importantes artistas ocidentais, incluindo Rodin, Manet, Picasso e Pollock.

sábado, 17 de junho de 2017

Mausoléu de Khoja Ahmed Yasawi - Cazaquistão

Se o postal anterior da Bósnia foi uma decepção por não ser de um local UNESCO, este aqui do Cazaquistão foi uma excelente surpresa porque não estava à espera de o receber. Quer dizer, sabia que ia receber um postal da Emilia mas não imaginava que ela fosse enviar um de um local UNESCO que me faltava. 
O Mausoléu de Khoja Ahmed Yasawi entrou para a lista do património Mundial em 2003 e tornou-se o 1º local classificado do país. 
Este é o meu 1º postal de um local UNESCO do Cazaquistão e apenas o meu 3º postal do país. 

O Mausoléu de Khoja Ahmed Yasawi é um mausoléu inacabado na cidade de Hazrat-e Turkestan, no sul do Cazaquistão.
Foi mandado construir em 1389 por Tamerlão para substituir o pequeno mausoléu do século XII do famoso mestre de sufismo Khoja Ahmed Yasawi. O edificio, um dos maiores da época foi deixado inacabado após a morte de Tamerlão em 1405. Construtores persas, liderados por Khwaja Hosein Shirazi eregeram um edificio rectangular de 39 metros de altura, que coroaram com a maior cúpula alguma vez construída na Ásia Central. Esta cúpula, decorada com verde e azulejos dourados, mede 12.8 metros de diâmetro e 28 metros de altura. Actualmente é uma das mais bem preservadas construções da época timúrida. - in: wikipedia

Jakir - Bósnia

Era suposto este postal ser do único local UNESCO que me falta da Bósnia, provavelmente a Sanda pensou que é, mas não, não é. 
Estima-se que existam cerca de 60.00 stecci, túmulos medievais na Bósnia e outros 10 000 espalhados entre a Croácia, Montenegro e Sérvia. O ano passado a UNESCO classificou 22 necrópoles bósnias como Património Mundial e em nenhuma delas se encontram estas pedras tumulares em Jakir :( É uma pena mas não posso considerar este postal como sendo de um local UNESCO. 

Num campo em Jakir, perto de Glamoč, no oeste da Herzegovina, há uma pedra tumular com mais de 4 metros de altura e coberta com um turbante de 2 metros. Esta é a pedra tumular de Omer Aga Bašić, a mais alta da Bósnia e Herzegovina.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Gueto de Varsóvia - Polónia

Não foi há muito tempo que li um livro em que uma parte importante da história se passou no Gueto de Varsóvia. Como seria de imaginar, não foi uma história feliz, aliás, dificilmente terá havido naquele lugar alguma história feliz. 
Pouco restou do gueto depois da revolta em 1943 mas a Igreja de St. Agostinho continuou e continua de pé. 
O postal foi enviado pela Emanuela e pelo Cesare. 

Pouco depois da invasão alemã da Polónia, em Setembro de 1939, mais de 400 mil judeus em Varsóvia, foram confinados a uma área da cidade que tinha pouco mais de 1.5 quilómetro quadrados. Em Novembro de 1940, este gueto foi selado por paredes de tijolos, arame farpado e guardas armados; qualquer pessoa que fosse apanhada a tentar fugir era morta no local. 
Os nazis controlavam a quantidade de alimento que era trazido para o gueto, muito pouca obviamente, e a doença e a fome mataram milhares a cada mês. (Os guetos foram estabelecidos em cidades em toda a Europa oriental ocupada pelos nazis. O gueto de Varsóvia foi o maior da Polónia).
Em Julho de 1942, Heinrich Himmler (1900-45), chefe do corpo paramilitar nazi conhecido como Shutzstaffel (SS), ordenou que os judeus fossem levados para os campos de extermínio. (Aos judeus disseram-lhes que iam ser transportados para campos de trabalho, no entanto, depressa chegou ao gueto que a deportação para os campos significava morte.) Dois meses depois, cerca de 265 mil judeus foram deportados do gueto de Varsóvia para o campo de extermínio de Treblinka, enquanto mais de 20 mil outros foram enviados para um campo de trabalho forçado ou foram mortos durante o processo de deportação.

fot: Lech Zielaskowski
Cerca de 55.000 a 60.000 judeus permaneceram no gueto de Varsóvia, e pequenos grupos desses sobreviventes formaram unidades de autodefesa clandestinas, como a Organização de Combate Judaica que conseguiu contrabandear armas com os polacos anti-Nazis. Em 18 de Janeiro de 1943, quando os nazis entraram no gueto para preparar um grupo para transferência para um campo, foram emboscados por uma unidade ZOB. O combate durou vários dias antes que os alemães se retirassem. Depois, os nazis suspenderam as deportações do gueto de Varsóvia durante os meses seguintes.
A 19 de Abril de 1943, Himmler enviou forças SS e seus colaboradores com tanques e artilharia pesada para liquidar o gueto de Varsóvia. Várias centenas de combatentes da resistência, armados com poucas armas, conseguiram lutar contra os alemães, que superavam em número de homens e armas, durante quase um mês. No entanto, durante esse tempo, os alemães arrasaram sistematicamente os edifícios do gueto, bloco após bloco e destruindo os bunkers onde muitos residentes se tinham escondido. No processo, os alemães mataram ou capturaram milhares de judeus. No dia 16 de Maio, o gueto estava firmemente sob controle nazi, e naquele dia, num ato simbólico, os alemães explodiram a Grande Sinagoga de Varsóvia.
Cerca de 7.000 judeus pereceram durante o levante, enquanto quase 50.000 outros que sobreviveram foram enviados para campos de extermínio ou de trabalho. 

quarta-feira, 14 de junho de 2017

NO-147441

Em 10 anos de Postcrossing este é apenas o 4º postal oficial que recebo de lá. Têm sido todos muito bonitos, este até estava nos meus favoritos. 

Os Glaciares mais famosos no Círculo Ártico são o Okstindan e o Svartisen. Este é um postal do Svartisen, o segundo maior glaciar da Noruega.

Foto: NK/Fjellanger Wideroe
NO-147441, enviado pela Heidi.
O glaciar de Svartisen faz parte do parque nacional de Saltfjellet / Svartisen, um dos maiores parques nacionais da Noruega. 
O Svartisen cobre 375 quilómetros quadrados de terra. O glaciar estende-se desde a região montanhosa de Saltfjellet, através de belos vales com rios tranquilos até aos fiordes e montanhas íngremes na costa.

Encontro Internacional em Tampere - Finlândia

Nos últimos dias de Maio, mais propriamente entre 26-28 de Maio, realizou-se um encontro Postcrossing na cidade finlandesa de Tampere. O encontro contou com uma pequena mas importante representação portuguesa, Ana e o Paulo e ainda a Paula e a Vitória. Recebi postais deles e a Heidi também me enviou um. 

© Virpi Pekkala
A Finlândia celebra o seu centenário este ano e para assinalar o acontecimento, têm-se realizado várias actividades ao longo do ano. Uma delas foi FINLANDIA 2017 –  uma exposição internacional de selos.

Foto: Kati Koskinen
Esta exposição foi também pretexto para um encontro internacional e o último dia do evento foi dedicado ao Postcrossing.