sábado, 8 de setembro de 2012

Capela de S. Pedro de Balsemão - Lamego

Se alguém for este fim-de-semana a Lamego ver as festas da Nossa Senhora dos Remédios, que terminam amanhã, pode aproveitar para ir visitar esta capela. Diz o Miguel que esta capela não fica no circuito normal das visitas à cidade, mas que vale a pena ser visitada. Já estive algumas vezes em Lamego mas nunca a visitei, fica a dica para uma próxima visita.

Foto: Miguel Oliveira
O templo de S. Pedro de Balsemão é o mais antigo de todos os monumentos de Lamego e, de acordo com alguns historiadores,  o segundo da Península Ibérica. A sua origem suévico-visigótica remonta ao séc. VII, ao tempo de Sisebuto (rei visigótico que chegou a cunhar moeda em Lamego).
No séc. XVII, a capela foi reedificada, sendo desta época a excelente talha que a reveste interiormente.
De raro valor histórico e arqueológico, o templo, com três naves, possui duas peças do séc. XIV dignas de menção: uma escultura da Senhora do Ó esculpida em pedra de ançã e o túmulo do Bispo do Porto D. Afonso Pires, esculpido em granito.
No seu interior sobressaem, ainda, duas fiadas de três arcos de cada lado assentes em colunas cilíndricas.
A Capela de S. Pedro de Balsemão conserva grande parte da sua traça original e a grandiosidade do seu interior preserva o ambiente misterioso de épocas distantes.
Integra as “Rotas Medievais do Vale do Douro”, em conjunto com outros exemplares do valioso património religioso construído no concelho de Lamego, e está classificada como Monumento Nacional. - in: http://www.cm-lamego.pt/conteudos.asp?bd=patrimonio&id_tema=2

Sem comentários: