quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Unescos da Bélgica

Como já disse anteriormente, estas minhas férias foram pautadas pelas visitas a locais Unesco. Na Bélgica visitei 7 dos 10 locais classificados como Património Mundial. Em Bruxelas estive na Grand Place e no Museu Victor Horta, só não visitei o Palácio Stoclet porque não se pode visitar e, sinceramente, não parece assim tão interessante.

Victor Horta foi um arquitecto belga, o pioneiro da Art Nouveau na Bélgica.

Na Bélgica, a Art Nouveau amadureceu e encontrou a sua mais alta expressão na arquitectura de Victor Horta, que influenciou outros países. Entre as suas obras-primas, marcadas por pródigas decorações, estão a Casa Tassel (1892-1893), em Bruxelas, sua obra-prima, a Casa Solvay (1895-1900), a Casa van Eetvelde(1896-1899) e a sua própria residência no bairro de Saint-Gilles, em Bruxelas (1898-1899), mais tarde transformada no actual Museu Horta.

O Museu Horta não é um museu tradicional, onde os objectos expostos são a principal atracção. No Museu Horta ocorreu o inverso: o próprio edifício é a peça de museu.

Inaugurado em 1898, este museu era a antiga casa e atelier de Horta, depois transformado na casa museu do arquitecto.
As principais construções de Victor Horta (Casa Tassel, Casa Solvay, Casa van Eetvelde e o Museu Victor Horta), foram adicionadas à lista de Património Mundial da UNESCO em 2000.

A Casa Stoclet, também chamada de Palácio Stoclet é uma mansão particular construída pelo arquitecto Josef Hoffmann entre 1905 e 1911, em Bruxelas, na Bélgica, para o banqueiro e amante das artes Adolphe Stoclet.

Considerada a obra-prima de Hoffman, a Casa Stoclet é uma das mais refinadas e luxuosas residências privadas do século XX. Foi construída na Avenida de "Tervueren", em Bruxelas, no bairro de "Woluwe-Saint-Pierre". Embora a fachada de mármore seja muito simples a de aparência modernista, ela contém obras de Gustav Klimt na sala de jantar, quatro figuras de cobre do escultor Franz Metzner e outras obras dentro e fora da construção.
A mansão ainda é usada pela Família Stoclet. Não é aberta a visitas.
A Casa Stoclet está classificada como Património Mundial desde Junho de 2009.

Sem comentários: