sábado, 10 de março de 2018

Portão de Brandemburgo - Alemanha

Tal como a Igreja Memorial, o Portão de Brandemburgo é também um símbolo de paz, unidade e reconciliação em Berlim.

Com 200 anos de história, o Portão de Brandemburgo é um dos monumentos e símbolos mais importantes de Berlim. Um antigo símbolo da cidade dividida, atraiu visitantes que costumavam escalar uma plataforma de observação para vislumbrar o mundo por trás da Cortina de Ferro, do outro lado da "tira de morte" que separava  Berlim Oriental de Berlim Ocidental , geograficamente e politicamente. Foi aqui que a 12 de Junho de 1987, Ronald Regan emitiu seu severo comando para seu adversário de guerra fria admoestando-o com as palavras: "Sr. Gorbachov - derrube esse muro!". O discurso entregue aos berlinenses ocidentais também foi audível no lado leste do Portão e ecoou as palavras do presidente von Weizsacker que se traduzem como: "A questão alemã está aberta enquanto o Portão de Brandenburgo estiver fechado".

Photo: G. Schneider
DE-1872833, sent by Silke.
Quando a Alemanha se reuniu após a queda do Muro de Berlim, em Novembro de 1989, o Portão de Brandemburgo rapidamente se tornou no símbolo da unidade de Nova Berlim. Foi oficialmente aberto ao trânsito em 22 de Dezembro de 1989 e 100 mil pessoas vieram comemorar a ocasião. Infelizmente, isso também resultou em graves danos ao monumento e precisou ser restaurado, tendo reaberto oficialmente apenas em 3 de Outubro de 2002.

DE-814052, sent by Gabriela.
O Portão de Brandenburgo foi erguido entre 1788 e 1791 de acordo com os desenhos de Carl Gotthard Langhans cuja visão foi inspirada pelo Propylaea na Acrópole de Atenas. O trabalho de arenito clássico é uma das obras-primas desta época e é o único sobrevivente dos 18 portões que existiram outrora na cidade. 
A Quadriga, uma escultura que representa a Deusa da Vitória, de Johann Gottfried Schadow, foi erguida no Portão em 1793. Após a batalha de Jena em 1806, na qual a Prússia foi derrotada por Napoleão, Napoleão levou a quadriga para Paris. Só em 1814, oito anos depois, a Prússia venceu Napoleão, ocupou Paris, e recuperou a Quadriga.
Durante a Segunda Guerra Mundial, o Portão foi danificado, mas não foi destruído pelos bombardeamentos aliados.

Sem comentários: