terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Igreja do Salvador sobre o Sangue Derramado - São Petersburgo

 São Petersburgo está no topo da lista da cidades que eu quero visitar. Imagino-me a tirar centenas de fotos a todos aqueles belos edifícios, igrejas e palácios. Um dos monumentos que mais quero ver é a Igreja do Salvador e vê-la num dia de neve, como se vê em alguns destes postais, seriam fantástico. 
Os postais foram enviados pela Ara, pela Alena, pela Mia e pela Angela. 

A Igreja do Salvador sobre o Sangue Derramado é uma das principais catedrais ortodoxas russas em São Petersburgo.
A igreja também é conhecida como a Igreja de Nosso Salvador no Sangue e a Igreja da Ressurreição de Jesus Cristo, seu nome oficial. O "sangue" no nome refere-se ao do Czar Alexandre II, que foi morto naquele local a 13 de Março de 1881, bem como ao de Jesus crucificado.

A construção começou em 1883 sob as ordens de Alexandre III, como um memorial para seu pai. O trabalho progrediu lentamente e foi finalmente completado durante o reinado de Nicolau II em 1907.
O financiamento foi fornecido pela família real com o apoio de muitos investidores privados. 
Após a revolução, a igreja foi saqueada prejudicando o seu interior. O governo soviético fechou a igreja no início da década de 1930.
Durante a Segunda Guerra Mundial, a igreja foi usada como armazém para vegetais. Sofreu danos significativos durante o cerco de Leninegrado e depois da guerra, foi usada como armazém de um teatro de ópera próximo.

Em Julho de 1970, a administração da igreja passou para a Catedral de São Isaac (então usada como um museu altamente lucrativo) e começou-se a restaurar a igreja.
Foi reaberta em Agosto de 1997, após 27 anos de restauração, mas não voltou a ser santificada e não funciona como um local de culto a tempo inteiro. 
A igreja é agora uma das principais atracções turísticas de São Petersburgo.

A igreja situa-se ao longo do canal de Griboedov. A secção de rua onde o assassinato de Alexandre II ocorreu foi encerrada nas paredes da igreja.
Arquitectonicamente, a igreja não tem comparação em São Petersburgo. A arquitectura da cidade é predominantemente barroca e neoclássica, mas esta igreja está mais em linha com a arquitectura russa medieval. 

O interior foi desenhado por alguns dos mais famosos artistas russos - incluindo Viktor Vasnetsov, Mikhail Nesterov e Mikhail Vrubel -, mas o arquitecto-chefe da igreja, Alfred Alexandrovich Parland, era relativamente pouco conhecido. 
No lugar exacto da morte de Alexandre, foi construído um santuário decorado com topázio, lazurita e outras pedras semi-preciosas.
A igreja contém mais de 7.500 metros quadrados de mosaicos - de acordo com seus restauradores, mais do que qualquer outra igreja do mundo. Os mosaicos retratam cenas e figuras bíblicas, com belas bordas padronizadas definindo cada imagem.

Sem comentários: