sábado, 27 de setembro de 2008

Para passar o tempo

Estou num daqueles momentos em que o tédio impera, ou seja, não há nada para fazer, nada para ver, ninguém com quem falar, então para passar tempo decidi vir mostrar alguns dos postais que trouxe do meu fim-de-semana no norte.

Como disse antes, um amigo deu-me uns quantos postais, este foi um deles. Este ano não passei no Gerês mas já lá acampei por 3 vezes, uma delas o ano passado. É uma zona muito bonita, recomendo.

O Parque Nacional da Peneda-Gerês é o único parque nacional de Portugal, criado em 1971, os outros parques são parques naturais.
É uma das maiores atracções naturais de Portugal, pela rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor ecológico e variedade de fauna (veados, cavalos selvagens, lobos, aves de rapina) e flora (pinheiros, teixos, castanheiros, carvalhos e várias plantas medicinais). Estende-se desde a serra do Gerês, a Sul, passando pela serra da Peneda até à fronteira espanhola.
Como se já não bastassem os inúmeros postais que tenho do Porto, resolvi comprar mais 1. Compraria mais se tivesse tido tempo e para comprar este quase perdi o autocarro.

Este é mais um postal que me deu o meu amigo. Esta é a conhecida vista do Ferragudo. Nunca estive no Ferragudo mas reconheço esta vista onde quer que a veja.

Gostei tanto desta minha foto que tinha de mostrá-la. Acho que daria um belo postal. Tenho um postal desta ponte mas gosto mais da foto. Esta é a Ponte Romana sobre o rio Tua em Mirandela.
Já tinha estado em Mirandela há muitos anos atrás e não me lembrava de nada. Valeu a pena a visita ainda que breve.

1 comentário:

Zézinha disse...

Olá Marta, descobri o teu blog há uns dias, adorei...
Eu também faço colecção de postais ilustrados, tenho imensos.
Começei a fazer colecção quando ainda era criança.
Aonde quer que vou não saio de lá sem comprar alguns.
Há 3 anos atrás dei uma voltinha para conhecer o Nordeste Transmontano passei por e também tenho postais da Guarda, Mirandela, Miranda do Douro, Bragança, Vila Real, etc gostei muito.
Com o tempo vou colocando os meus postalitos no blog, pois quando eu morrer os meus filhos deitarão os meus dossiers no lixo ou vendem, e talvez com o blog o poderão mostrar aos seus filhos.
Beijinhos