sábado, 30 de janeiro de 2016

Mesquita Sheikh Zayed - EAU

Em que passe a passagem de ano em casa e pouco depois da meia-noite vá para a cama, eu, e há quem viaje para o passar à grande e à francesa, ou melhor, árabe nos Emirados Árabes Unidos, a Ara. Foi de lá que a Ara me enviou este postal de Abu Dhabi com a Mesquita Sheikh Zayed, a 3ª maior do mundo. 

www.mevcreative.com
A mesquita recebeu o nome do fundador e primeiro presidente dos EAU, Sheikh Zayed. Foi ele que escolheu a localização e influenciou a escolha da arquitectura e design da mesquita. Baseada na sua visão, a mesquita foi construída 11 metros acima do nível do mar e 9.5 metros acima do nível da rua para que pudesse ser vista de todas as direcções.  
Foi construída como um monumento para consolidar a cultura islâmica e como centro para as ciências islâmicas.  

Photo by Nicole Lüttecke
O Sheikh Zayed faleceu em 2004 e de acordo com os seus desejos, foi sepultado na mesquita.
A construção da mesquita iniciou-se em 1996 e demorou 12 anos. Durante esse período estiveram envolvidas na construção, 38 companhias de construção e cerca de 3500 trabalhadores. 

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Mar Morto - Israel

Um dos lugares mais interessante e certamente mais visitados em Israel, é o o Mar Morto.

O Mar Morto é um lago de sal que faz fronteira com a Jordânia a leste, Israel e Cisjordânia a oeste. Os números do Mar Morto fazem dele "o mais" em várias aspectos. A sua superfície e margens estão 429 metros abaixo do nível do mar, a altitude mais baixa da Terra em terra. O Mar Morto tem 304 metros de profundidade, o que faz dele o lago hipersalino mais profundo do mundo e com uma salinidade 34,2% é também um dos corpos de água mais salgados do mundo.
Tem 50 quilómetros de comprimento e 15  de largura. O seu principal afluente é o Rio Jordão.

© Published by Palphoto Ltd * Photography by Garo Nalbandian
É 10 vezes mais salgado que os outros oceanos. Esta salinidade faz com que seja impossível a existência de qualquer forma de vida nas suas águas, daí o seu nome.
O Mar Morto atraiu visitantes de todo o bacia do Mediterrâneo durante milhares de anos.
Foi um dos primeiros resorts de saúde do mundo e tem sido o fornecedor de uma grande variedade de produtos, desde asfalto para mumificações no Egipto, até composto para fertilizantes. O sal e minerais do Mar Morto também são bastante utilizados para criar cosméticos.

Cafarnaum - Israel

Há quase dois anos que não recebi postais de Israel, a semana passada chegaram dois enviados pela Debora. Este é de Cafarnaum, uma cidade bíblica situada na margem norte do Mar da Galileia.
Esta cidade é conhecida pelos cristãos como a "Cidade de Jesus" por ter sido um dos lugares escolhidos por Jesus para transmitir a sua mensagem e realizar alguns dos seus milagres. 

© Published by Palphoto Ltd * Photography by S. Mendrea
Um dos monumentos mais importantes desta antiga cidade é a sinagoga, uma das mais antigas no mundo. Terá sido construída por volta dos séculos IV e V quase exclusivamente com blocos de pedra calcária branca, que contrasta com os blocos de basalto negro das outras construções da cidade, incluindo uma sinagoga mais antiga, do século I, sobre a qual a actual sinagoga foi construída. 

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Istambul - Turquia

A Ana esteve na Turquia em Agosto e o Damien esteve lá em Novembro. Eu ainda não estive mas hei-de estar um dia destes, espero eu. 

© Copyright Ipekyolu Turistik Yayinlan - Her Hakki Mahfuzdur
Estes três locais encontram-se muito próximos uns dos outros, mais precisamente em Sultanahmet e muitos turistas que visitam Istambul nem sequer saem deste bairro, não é de estranhar, porque algumas das maiores atracções da cidade encontram-se aqui, como por exemplo a Mesquita Azul, a Basílica de Santa Sofia ou Hagia  Sophia e a Basílica Cisterna. 
Para além destes monumentos também é possível encontrar no bairro palácios, igrejas e casas que datam dos períodos romano, bizantinos e otomanos.  

Éfeso - Turquia

Éfeso foi um dos últimos locais a entrar para a lista do Património Mundial da UNESCO e foi também um dos últimos locais a entrar para a minha colecção. Em Agosto a Ana visitei este local e quis enviar-me um postal, como não sabia qual escolher, enviou-me estes dois. 

Éfeso foi uma cidade greco-romana da Antiguidade situada na costa ocidental da Ásia Menor, próxima da actual Selçuk, província de Esmirna, na Turquia. Foi uma das doze cidades da Liga Jónia durante o período clássico grego. Durante o período romano, foi durante muitos anos a segunda maior cidade do Império Romano, apenas atrás de Roma, a capital do império. Tinha uma população de 250 000 habitantes no século I a.C., o que também fazia dela a segunda maior cidade do mundo na época.
Em 2015 a UNESCO integrou Éfeso na lista do Património da Humanidade. - in: wikipédia

 www.guneykartpostal.com
A Biblioteca de Celso foi construída em homenagem ao antigo senador romano Tibério Júlio Celso Polemeno, e suas obras foram concluídas em 135 d.C. pelo seu filho, Caio Júlio Áquila.
Foi uma das maiores bibliotecas do mundo antigo e poderia receber mais de 12.000 manuscritos. Celso morreu quando tinha 70 anos e  foi enterrado num sarcófago que se encontra por debaixo da biblioteca. 
Haviam nove degraus que levavam até a entrada da biblioteca, composta por três grandes portas. As grossas colunas entre as portas foram decoradas com estátuas representando a Sabedoria, o Conhecimento, a Inteligência e a Fortuna.
A biblioteca foi queimada durante o terceiro século pelos godos que atacaram Éfeso. Felizmente, uma grande parte de sua fachada não foi danificada e tem sobrevivido até aos dias de hoje em boas condições.

 © Copyright by KESKIN COLOR KARTPOSTALCILIK A. S.
O Grande Teatro foi construído no sopé da montanha Panayir no primeiro século d. C., e, mais tarde, foi renovado por vários imperadores romanos. Ele é considerado a estrutura mais imponente e impressionante da cidade Éfeso. Podia acolher até 25.000 espectadores.
Além das peças teatrais e apresentações de música também tiveram lugar no teatro eventos políticos e religiosos. Um dos mais importantes foi o conflito entre cristãos e seguidores de Artemis durante o qual São Paulo foi julgado e enviado para a prisão por ter sido acusado de ferir Artemis.
O Grande Teatro de Éfeso foi destruído por um terremoto no século IV e apenas uma parte foi reparada. No século VIII foi incorporado no sistema de defesa da cidade.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Salzburgo - Áustria

A 4ª maior cidade da Áustria está na minha longa listinha dos locais que quero visitar. Visitá-la num dia de inverno com muita neve, como está no postal enviado pela(o) "maeusefan" é que era lindo. O 1º postal foi enviado pela Ara.

O centro histórico de Salzburgo (Altstadt) é reconhecido internacionalmente por sua arquitectura barroca e  foi classificado como Património Mundial da UNESCO em 1997.
Salzburgo foi o local de nascimento do compositor Wolfgang Amadeus Mozart. Foi esta a cidade que em meados do século XX serviu de cenário para a peça musical e filme "Música no Coração". 

© Edition Murenwald bei Colorama * Bild: Hans-Jörg Murenwald
A zona histórica da cidade é dividida em duas partes - a margem direita e margem esquerda do rio Salzach. A margem esquerda é a mais velha das duas e recua até aos tempos romanos. 
Para passar de uma margem para a outra basta atravessar uma das inúmeras pontes que ligam-se a parte antiga da cidade ao longo do rio: Nonntaler Brücke, Mozartsteg, Staatsbrücke, Makartsteg e Müllnersteg.
Para além da sua localização fantástica, nas margens do rio, a parte histórica da cidade também é abençoada com o charme das colinas verdejantes, tais como Mönchsberg Hill, onde se encontra a Fortaleza Hohensalzburg. 

Na parte antiga de Salzburgo encontram-se vários estilos arquitectónicos. Um passeio pelas suas ruas e becos podem revelar edifícios que datam dos períodos medieval, romântico, barroco e renascentista, bem como exemplos de arquitectura sofisticada e clássica das casas pertencentes à monarquia. 

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Špičnik - Eslovénia

Este postal enviado pela Ivana, não traz qualquer informação sobre a localização desta estrada tão curiosa. Mas uma estrada em forma de coração num país tão pequeno, não foi difícil de localizar. 

Foto: © Tomo Jesenicnik
Esta estrada encontra-se entre as vinhas da aldeia de Špičnik, no norte da Eslovénia. 

Castelos da Eslováquia

Já não recebia postais da Eslováquia desde 2015 quando enviei para mim de um Bratislava. Quando um Emerich me perguntou se queria fazer mais uma troca, depois de ver estes postais não hesitei. São mesmo muito bonitos. 

© 2014, fotografie Ladislav Renner
O Castelo de Trenčín construído no cimo de um rochedo íngreme é sem dúvida a característica dominante da cidade Trenčín e região de Považie. Este castelo, juntamente com os de Spiš e Devin, é um dos maiores da Europa.
História do castelo remonta à época do Império Romano, o que é provado por uma inscrição proclamando a vitória da legião romana contra os alemães no ano 179.
Mencionado pela primeira vez em 1067 como uma real fortaleza húngara, foi gradualmente aumentado e por volta do século XV dominava a parte norte do Império húngaro.
Em 1790 sofreu um incêndio e a família propriedade mudou-se para Dubnica. Depois disso o castelo entrou em decadência.
Hoje em dia o castelo abriga exposições do Museu de Trenčín, que documentam a história da região e do castelo.

© 2014, fotografie Ladislav Renner
Erguido numa alta falésia acima do rio Vah, o rio mais longo da Eslováquia, as magníficas ruínas do castelo de Beckov são uma característica dominante no horizonte.
O Castelo de Beckov é um dos castelos mais antigos do antigo Império Austro-Húngaro. Os primeiros registros escritos do castelo datam de 1208! A lenda diz que o castelo foi construído a mando do Duque de  Ctibor para o seu palhaço Becko.
Um dos mais famosos proprietários do castelo real foi o Rei Matus Cak de Trenčín (final do século XIII), que o reconstruiu extensivamente. 
Em 1996 as ruínas foram reforçadas e castelo foi aberto ao público.
Os visitantes podem ver restos de ricas decorações góticas e renascentistas, tanques e poços de água de pedra, a escadaria gótica na capela do castelo e outros elementos arquitectónicos históricos interessantes.
O castelo oferece uma vista magnífica sobre as encostas dos Cárpatos.

© 2012, fotografie Ladislav Renner
O Castelo de Čachtice foi um dos castelos reais que defendei a fronteira ocidental do Reino da Hungria. Foi construído na primeira metade do século XIII e ampliado no século XV.
Elizabeth Báthory viveu aqui no fim do século XVI, início do XVII. Devido aos seus hábitos sádicos, foi chamada de "a condessa sangrenta". Supostamente, terá matado 600 raparigas para depois de banhar  no seu sangue a fim de permanecer para sempre jovem e bonita.
A condessa foi condenada à prisão para o resto da vida em 1611 e morreu em 1614. A história da condessa sanguinária tornou-se objecto de inúmeras obras literárias ou teatrais.
O castelo foi queimado durante uma revolta e caiu em decadência. Hoje suas ruínas oferecem uma bela vista panorâmica.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Paisagem Cultural de Lednice-Valtice - Rep. Checa

A Paisagem Cultural de Lednice-Valtice é um complexo natural-cultural de 283,09 km2 na região da Morávia do Sul. Foi declarada Património Mundial em 1996.
Entre os séculos XVII e XX, os duques do Liechtenstein transformaram os seus domínios na Morávia do Sul numa paisagem impressionante. Casaram a  arquitectura barroca (principalmente o trabalho de Johann Bernhard Fischer von Erlach) e o estilo clássico e neo-gótico dos castelos de Lednice e Valtice com o campo de acordo com os princípios da arquitectura paisagística inglesa. Deste casamento resultou uma das maiores paisagens artificiais da Europa.

© 2014, fotografie Ladislav Renner
O Palácio de Valtice é uma das mais impressionantes residências barrocas da Europa Central. Foi projectado para ser a sede dos príncipes governantes do Liechtenstein por Johann Bernhard Fischer von Erlach no início do século XVIII.
Entre as características que merecem destaque são a fachada principal e sua torre central, os troféus militares, o pórtico decorado com estátuas e maravilhoso pátio principal. 

Foto: Ivan Rillich
CZ-470657, enviado pela Stephanie.
O Palácio de Lednice situa-se numa extensa área natural na margem do Rio Dyje, perto da cidade de Mikulov na parte oriental da República Checa, na região da Morávia.
O castelo começou como uma villa renascentista por volta de 1570, tendo sido foi progressivamente alterado e reconstruído, assumindo traços barrocos, clássicos e neo-góticos. Foi a reconstrução em estilo neo-gótico de 1850 que o colocou em harmonia com o romantismo dominante desta parte da paisagem. Tendo a paisagem como um todo, é a interação de elementos do barroco e romântico que lhe dá um carácter especial, arquitectura e paisagem estão intimamente associadas uma com a outra.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Castelos checos

Cada troca com o Emerich resulta em mais postais de castelos checos. 

© 2014, fotografie Ladislav Renner
A fortaleza de Smečno foi construída no início do século XIII, e em 1418 tornou-se propriedade de  Markvart Martinic. Mais tarde, o seu filho Bořita transformou a fortaleza num castelo e este permaneu na família até 1921. 
Hoje em dia alberga uma instituição de solidariedade social e não está aberto ao público. 

© 2014, fotografie Ladislav Renner
O castelo de Uherčice, situado na região da Morávia do Sul, foi construído originalmente como uma fortaleza gótica e no século XVI foi reconstruído em estilo Renascentista. 

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

České Budějovice - Rep. Checa

 Durante a minha viagem entre Český Krumlov e Brno, tive de mudar de autocarro em České Budějovice. Embora a espera ainda tenha sido de algum tempo, não foi o suficiente para visitar a cidade. 

 
A histórica cidade de České Budějovice remonta ao século XIII, quando foi fundada pelo rei Přemysl Otakar II. O coração da cidade é a enorme praça do mercado, uma das maiores na Europa. 
Como era comum naquela época, a rede de ruas irradiava para fora dos cantos e lados da praça e todo o povoado era protegido por um sistema de muralhas, torres de vigia e fossos. 

O orgulho de České Budějovice é a Praça Otakar II. Medindo exactamente um hectare, é uma das maiores praças da Europa e é referida em todos os livros de matemática checos.  
Foto: M. Kolegar
A praça é cercada por requintadas casas de fachadas barrocas. As estruturas mais impressionantes na praça são o edifício da Câmara Municipal (à esquerda) e a Fonte de Sansão.
A Câmara Municipal foi originalmente construída em 1555 e foi reconstruída por volta de 1720 em estilo Barroco. 
A fonte é uma das maiores do país e foi construída no século XVIII. 

Ossuário de Sedlec - Rep. Checa

Em Setembro de 2014 andei a viajar pela Rep. Checa e visitei muitos locais fantásticos, um deles foi o Ossuário de Sedlec, que era aliás um dos locais que eu mais queria visitar. Por ano são cerca de 200.000 os turistas que o visitam, o que faz do ossuário uma das atracções turísticas mais visitadas do país. 
O exterior não é nada de extraordinário mas à medida que se vai entrando, vamo-nos apercebendo por que é que esta é uma das igrejas mais únicas, impressionantes e assustadoras do mundo. O motivo são os milhares de ossos humanas que a decoram. 
Para que possam ter uma pequena noção de como é o seu interior, junto ao postal enviado pelo Emerich, duas fotos que tirei lá.  

Fotografie: Jan Kulich
O Ossuário de Sedlec é uma pequena capela católica localizada debaixo da igreja do Cemitério de Todos os Santos em Sedlec, um subúrbio de Kutná Hora. Estima-se que lá existam entre 40,000 e 70,000 esqueletos humanos, cujos ossos foram arranjados de forma a decorar e mobilar a capela. 

Quatro pirâmides de ossos ocupam os cantos da capela e no centro encontra-se um enorme candelabro que contém pelo menos um de cada osso do corpo humano. 

Numa das paredes encontra-se o brasão da família Schwarzenberg, também feito com ossos. 

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Olomouc - Rep. Checa

Sempre que faço uma troca com o Emerich, acrescento mais alguns postais checos à minha colecção. Desta última vez foram 6. Começo então com este de Olomouc. 

Foto, design, repro a tisk © SPRINT OLOMOUC
Catedral de São Venceslau é uma catedral neogótica na Praça Venceslau em Olomouc.
A catedral começou em estilo românico e foi consagrada em 1131. Nos séculos XIII e XIV foram feitas  modificações em estilo Gótico. 
No século XIX sofreu mais algumas modificações que lhe deram traços neogóticos. 

domingo, 3 de janeiro de 2016

CZ-743958

Tenho mais de 200 postais da Rep. Checa, é mesmo um dos países de onde tenho mais postais, mas apesar disso, continua a gostar muito de receber postais de lá. 

CZ-743958, enviado pela Katerina.
O postal é de Horní Planá, uma cidade na região da Boémia do Sul. Sobre a igreja não descobri grande coisa, apenas o nome, Capela de Stª Maria. 

LT-475099

Da Ucrânia para a Lituânia com um postal da 7ª maior cidade do país, Marijampolé. 

LT-475099, enviado pela Evelina.
A Basílica Menor de São Miguel foi construída em 1824 em estilo Neobarroco.

UA-1365875

É amanhã que as nossas caixas de correio vão receber os primeiros postais de 2016, quer dizer, espero eu. De onde serão?? Amanhã se saberá.
Acabei de ver as minhas estatísticas relativas aos postais oficiais no ano de 2015, enviei 128 postais e recebi 130. 3 desses 130 vieram da Ucrânia e este postal foi um deles. 

UA-1365875, enviado pela Di.
Estas montanhas fazem parte dos Cárpatos Ucranianos. À frente está o pico da montanha Vaskul e mais atrás, Pip Ivan, Petrosul e outras montanhas.