quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Castelo Novo - Portugal

Tenho postais de todas as Aldeias Históricas mas ainda me falta visitar uma delas, Idanha-a-Velha. Em Castelo Novo já estive umas 3 vezes. De Castelo Novo já tinha outros postais mas acho que ainda não tinha colocado nenhum aqui. Fica este oferecido pelo Paulo.

Foto: Homem Cardoso
Castelo Novo é uma aldeia do Concelho do Fundão, encaixada a meia encosta nascente, na Serra da Gardunha, entre os 600 e 635 m de altitude e as ribeiras de Gualdim e de Alpreada. Toda ela se desenvolve de uma forma concêntrica, em torno de um elemento de referência, o Castelo, nomeadamente a torre de Menagem. Por trás dos Paços do Concelho, no ponto mais alto e central da aldeia, impõe-se o Castelo, representando a arquitectura militar gótica e manuelina, com a sua torre sineira e de menagem.
Apesar do seu estado de ruína, no pano de muralha é perceptível a existência de duas portas a nascente e a poente, que constituíam entradas na cidadela. 
A rudeza da envolvente e a índole medieval, comprovada documentalmente pelo foral outorgado por D. Pedro Guterres, no início do século XIII, durante o reinado de D. Sancho I. Este foral conferiu a Castelo Novo a qualidade de mais antigo de todos os antigos concelhos existentes na circunscrição do actual município do Fundão, deram mote a um desenho que evidencia a silhueta desgastada da Torre. - in: http://www.turismoserradaestrela.pt/index.php/pt/rotas-turisticas/turismo-cultural/rota-das-aldeias-historicas/item/420-castelo-novo

Pastor no Alentejo

Quando recebi este postal enviado pelo Eduardo, pensei que se tratasse de um postal da Serra da Estrela, mas afinal este pastor e a sua ovelha estão no Alentejo. Aqui fica o postal e uma moda alentejana sobre os pastores. 

“O pastor alentejano,
tem seu cão por companhia,
nos campos do Alentejo,
onde passa noite e dia, onde passa noite e dia,
todos os dias do ano,
tem seu cão por companhia,
o pastor alentejano,
à noite ouvindo as raposas,
e os rouxinois no silvado,
de samarra e ceifões,
encostado ao seu cajado, encostado ao seu cajado,
lá nos campos ao rigor,
andando a guardar o gado é a vida dum pastor."

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Encontro 9º Aniversário no Porto

Foi em Julho que o Postcrossing fez 9 aninhos e como habitualmente, realizou-se um encontro para festejar o acontecimento. Este ano foi no Porto e mais uma vez não consegui ir. Não fui eu mas foram o Luís e o Zé que me enviaram estes postais e a Paula, a Blá, a Diana, a Ana e a Vanesa, uma postcrosser de Espanha. 

 Forways Lda. 
Gosto muito do Porto e não sou a única a gostar, este ano a cidade foi eleita como Melhor Destino Europeu, dois anos depois de ter vencido o mesmo concurso, promovido pela European Consumers Choice, batendo 19 destinos concorrentes.
No top-5 das preferências do maior certame de e-turismo da Europa seguem-se Zagreb, Viena, Nicósia e Budapeste. A Invicta sucede a Istambul, destacando-se no site da organização EBD, com sede em Bruxelas, que "o Porto é excecional".
História, arquitetura, cultura, gastronomia ou comércio são algumas das atrações apontadas para visitar a cidade. O "sumptuoso" Palácio da Bolsa e a Fundação e Museu de Arte Contemporânea de Serralves são indicados como imperdíveis nos lugares a visitar. - in: http://expresso.sapo.pt/porto-recupera-titulo-de-melhor-destino-europeu=f855832

Edição: Vistal Gráfica Lda * Foto: Eduard - Fotolia.com
Embora os eléctricos de Lisboa sejam bem mais famosos, no Porto também se pode dar um passeio neste modo de transporte. A Linha 22 une dois importantes pólos comerciais da cidade do Porto: a zona de Cedofeita e a de Santa Catarina. O  trajecto da Linha 22 começa no Carmo, junto ao quartel perto do Hospital de Santo António e ao Jardim da Cordoaria. 
O “americano”, como em tempos se chamou ao antecessor do eléctrico e que era puxado por animais, chegou ao Porto em 1870. Passados 112 da entrada em circulação do primeiro eléctrico e da ameaça de desaparecimento de uma das memórias mais afectivas dos tripeiros durante a década de 90, o 22 assinalou o muito desejado regresso ao cenário urbano.
O custo do bilhete é de 1.50 € e a linha arranca na Praça Gomes Teixeira, mais conhecida por Praça dos Leões, desce a Rua dos Clérigos e atravessa a Praça da Liberdade, junto aos Aliados. Pelo caminho espreitam-se alguns locais emblemáticos da cidade, como a Torre dos Clérigos, a Livraria Lello, a Estação de S. Bento ou as igrejas dos Congregados e de Santo Ildefonso, enquanto se aprecia o emaranhado de transeuntes que se cruzam, subindo ou descendo duas das mais movimentadas artérias da Invicta. - in: http://www.lifecooler.com/artigos/o-regresso-do-electrico-a-baixa-portuense/5436/

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Encontro Postcrossing em Toronto

Mais um postal do Canadá, este especialmente feito para mais encontro Postcrossing em Toronto. A Marie já participou nuns quantos e sempre que vai manda-me um postal. Neste encontro participaram umas 16 pessoas, pelo menos são 16 as assinaturas no postal. 

O postal mostra a baixa de Toronto, com destaque para o Centro Rogers, a Torre CN e o centro financeiro da cidade. 

Cai neve... no Canadá

É por imagens destas que eu gosto tanto do inverno e então se for com muita neve, melhor ainda. Eu devia era mudar-me para a Finlândia ou, neste caso, para o Canadá, para ter neve com fartura. 
Estes dois belos postais foram enviados pela Christine. 

 Photo: Claudel Huot
Diz-se que o Château Frontenac é o hotel mais fotografado do mundo e olhando para ele e para esta imagem, dá para perceber porquê. Eu tenho a certeza que lhe iria tirar imensas fotos se estivesse no lugar daqueles dois ali. 
Château Frontenac foi inaugurado em 1893 e assemelha-se a um castelo de contos de fadas, com as suas grandes torres de cobre e majestosas torres de pedra. Localizado no alto de um penhasco com vista para o Rio São Lourenço, os quartos elegantes do Chateau Frontenac têm hospedado realeza, líderes mundiais e estrelas de cinema durante mais de um século. É mais do que apenas um hotel grande com impressionante arquitetura, é o símbolo da cidade.

Photo © Michel Degray
Durante o outono já neva em Montréal.
A Christine diz que é habitual encontrar edifícios com estas escadas bem inclinadas no centro da cidade e também no bairro português. Fiquei a saber que apesar de a presença da comunidade portuguesa em Montréal ser modesta, um dos bairro da cidade chama-se Pequeno Portugal. 

CA-455890

Aqui temos um oficial do Canadá mostrando a Catedral de S. Bonifácio em Winnipeg. 

Copyright Property of Henry Kalen LTD.
 
CA-455890, enviado pela April.
A Catedral de S. Bonifácio foi fundada em 1818 e é a catedral mais antiga no Canadá ocidental. A igreja original foi reconstruída várias vezes devido a incêndios que destruíram a estrutura. Após o incêndio de 1968, foi construída uma nova catedral nas ruínas da antiga. No cemitério encontra-se a sepultura do Bispo Provencher que fundou a catedral e de Louis Riel, um político canadiano e um líder do povo Métis, uma etnia mista, de ascendência indígena e europeia. 

sábado, 23 de agosto de 2014

US-2921898

Esta semana foi fraquinha, só chegaram 4 postais, um deles é este oficial dos EUA com o edifício do Capitólio em Atlanta, na Geórgia. 

US-2921898, enviado pelo Lee.
O Capitólio do Estado da Geórgia é a sede da Assembleia Geral da Geórgia, abrigando, portanto, o Senado e a Câmara dos Representantes. Localizado no centro de Atlanta, o Capitólio da Geórgia é uma das maiores atracções turísticas da região além de ser de extremamente significativo para a população do estado. - in: wikipédia
Tal como muitos dos Capitólios espalhados pelo país, o da Geórgia também foi desenhado segundo o estilo clássico do Capitólio dos EUA em Washington D.C. A sua construção terminou em 1899. 

Postais dos EUA

Há umas semanas fiz uma troca com a Chayah dos EUA, ou melhor, duas trocas, das quais resultaram 6 postais dos estados da Pennsylvania, Ohio e Michigan. 

 Photo © Blair Seitz
O Lago Bruce é um lago glaciar que faz parte do Parque Estadual Promised Land.

 Color photo by Bron Miller © Modern-
A Ponte Coberta McGees Mills é uma ponte de madeira situada perto de Mahaffey, Condado de Clearfield, na Pennsylvania. Foi construída em 1873.


 © Souvenir Factory
Em Olmstead, no Ohio, também há uma ponte coberta, a Charles A. Harding Memorial Bridge. Foi construída em 1998 por um artesão Amish, para substituir uma antiga ponte de aço.

  Photo by Ann Ledsworth
Este é o pontão de Grand Haven e os seus dois faróis, construídos em 1905. 

 Photo credit: Raymond J. Malace
Vista aérea da cascata Upper Tahquamenon.

Photos by John Penrod © PENROD/HIAWATHA
Vistas do Jardins Dow em Midland. Os jardins foram iniciados em 1899 por Herbert Dow, o fundador de uma empresa química. O espaço está aberto ao público e contém mais de 1700 espécies de plantas.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Capelas brasileiras

Facilmente me deixo impressionar por belas catedrais e igrejas góticos, românicas, barrocas e outras mas também gosto de construções mais simples, assim como é o caso destas capelas nos estados de Minas Gerais e São Paulo, no Brasil. 
Tal como o anterior, estes postais também foram oferecidos pelo Paulo. 

 Foto: Newton França
A Capela de Santa Helena situa-se no cume da Serra de Santa Helena, no município de Sete Lagoas, Minas Gerais. A capela foi construída em estilo colonial em 1852. 

A Capela de Santo António em São Roque, encontra-se no Sítio de Santo António, onde também se encontra a chamada Casa Grande. 
O sítio, construído em 1681, é um dos mais notáveis conjuntos do tipo caracterizado como Sítio Bandeirista, importante manifestação da arquitectura brasileira do período colonial.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Chapada dos Veadeiros - Brasil

Este é mais um dos muitos postais que o Paulo me ofereceu há poucas semanas. 
O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e o Parque Nacional das Emas formam as Áreas Protegidas do Cerrado, classificadas como Património Mundial desde 2001. 
Do Parque das Emas já tinha um postal, agora tenho este da Chapada dos Veadeiros. 

Foto: Rui Faquini / Ícone: Ion David / Projecto Gráfico: Priscila Áquila 
Criado em 1961, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros está localizado no nordeste do Estado de Goiás, entre os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e Colinas do Sul. Protegendo uma área de 65.514 ha de cerrado de altitude, possui formações vegetais únicas, centenas de nascentes e cursos de água, rochas com mais de um milhão de anos, além de paisagens de rara beleza, com feições que se alteram ao longo do ano. O Parque também preserva áreas de antigos garimpos, como parte da história local e foi declarado Património Natural da Humanidade pela UNESCO, em 2001.
Além da conservação, o Parque tem como objetivos a pesquisa científica, a educação ambiental e a visitação pública. A caminhada e os banhos de cachoeira são as principais atividades no Parque, nas imensas paisagens da Chapada, numa viagem pelo Cerrado brasileiro nas antigas rotas usadas por garimpeiros, hoje utilizadas pelos visitantes. - in: http://www.icmbio.gov.br/parnachapadadosveadeiros/guia-do-visitante.html

domingo, 17 de agosto de 2014

ID-3134 & ID-102400

Estes 2 postais são o meu 1º e o último oficiais da Indonésia e existe entre eles um espaço de 5 anos, daí os ID's serem tão diferentes. Ambos mostram o Templo de Borobudur, um dos primeiros locais UNESCO da Indonésia, classificado em 1991. 

ID-3134, enviado pela Titish.
Borobodur é o maior monumento budista do mundo. Situa-se na parte central da ilha de Java, aproximadamente a 40 km ao noroeste da cidade de Yogyakarta, um dos centros de cultura javanesa tradicional. Actualmente é a atracção turística mais popular da Indonésia. Foi construído no século VIII, originalmente como um templo hinduista. Posteriormente sua construção foi continuada como um stupa budista. Com o advento do islamismo à ilha de Java, foi abandonado e envolvido, com o passar dos anos, pela selva até a sua redescoberta em 1814 por colonos ingleses. A Unesco promoveu um programa para sua reconstrução e recuperação que findou em 1983.

Photo: Agus Leonardus
ID-102400, enviado pelo Juned.
Quem começou a construção do Borobudur foram os reis da dinastia hindu Sanjava, mas logo a cessaram. No ano de 780, os reis da dinastia budista Sailendro começaram a governar a região e continuaram a construção. Mas eles adaptaram o complexo segundo seu próprio conceito de mundo. Isto significa que eles transformaram a construção originalmente hinduista num grandioso monumento budista.
Para a construção foram utilizados 60000 m³ de andesito (material vulcânico) proveniente dos rios das redondezas. - in: wikipédia

sábado, 16 de agosto de 2014

MY-216795

Um oficial da capital da Malásia com alguns edifícios bem modernos, incluindo as Torres Petronas. 

MY-216795, enviado pela Catherine.
As torres são representadas através de seu contorno, que se assemelha à letra "M", "M" de Malásia. O contorno irregular faz lembrar a cestaria, uma das formas de artesanato mais famosas no país, destacando assim os seus fortes valores culturaisAs torres também foram desenhadas de forma a lembrar motivos encontrados na arte islâmica, um reflexo da herança muçulmana malaia.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Castelo de Himeji - Japão

O Castelo de Himeji uma jóia da arquitectura japonesa. Situa-se na cidade de Himeji, na província de Hyogo, 50 Km a oeste de Osaka e 650 Km de Tóquio. 
O 1º destes postais chegou em 2008 quando fiz uma troca com a Noriko e o 2º é um oficial, de Singapura, que chegou há poucas semanas. 

 O Castelo de Himeji é um complexo palaciano com 82 edifícios de madeira. Uma das mais antigas estruturas ainda existentes do Período Sengoku, é considerado como um Tesouro Nacional do Japão, tendo sido classificado como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, em Dezembro de 1993. Juntamente com o Matsumoto-jo e com o Kumamoto-jo, é um dos "Três Famosos Castelos" do Japão e o mais visitado do país. 

SG-145728, enviado pela Angee.
O Castelo de Himeji serve como um excelente exemplo do protótipo de Castelo Japonês, contendo muitas das características de defesa e de arquitectura militar mais associadas com esses castelos. As altas fundações em aparelho de pedra, as paredes brancas e a organização interna dos edifícios no complexo são elementos padrão de qualquer castelo daquele país, e o monumento também exibe muitos outros exemplos do típico desenho japonês, incluindo posicionamento de armas e buracos para largar pedras.
Um dos elementos defensivos mais importantes do Castelo de Himeji, e talvez o mais famoso, é o confuso labirinto de caminhos que conduzem à fortaleza principal. Os portões, muralhas exteriores e outras paredes do complexo estão organizados por forma a confundir as forças invasoras e permitir um ataque mais rápido e eficiente. A espiral em volta do castelo, com muitos caminhos sem saída, permitia que os atacantes fossem observados e atacados a partir da fortaleza durante todo o seu caminho de aproximação. de qualquer forma, o Castelo de Himeji nunca foi atacado dessa forma, pelo que o sistema nunca foi testado. - in: wikipédia

Palácio Taihe - China

Tal como o postal anterior, este também é de um local UNESCO chinês, Montanha Wudang e também está associado às artes marciais, neste caso ao Wudang chuan. 
A Montanha Wudang, berço do taoísmo, foi declarada Património Mundial em 1994 pela UNESCO em função de seu grande número de palácios e templos. Eles são os símbolos dos avanços arquitectónicos e artísticos das dinastias Yuan, Ming e Qing, assim como do apogeu da arte chinesa. - in: wikipédia


Costuma dizer-se que apenas os que visitam o Palácio Taihe, podem dizer que estiveram na Montanha Wudang. 
Este palácio/templo foi construído pelo Imperador  Zhu Li, da Dinastia Ming, há mais de 600 anos. O Taoísmo era a religião oficial naquela altura e foi o próprio imperador que chamou o tempo "Palácio de Taihe na Grande Montanha".  Também é conhecido como o Pico Dourado porque muitas das peças usadas na sua construção são cobre dourado.  
No átrio central está uma escultura gigante do Deus Zhengwu, o fundador do Taoísmo, também feita de cobre e que pesa mais de 10 toneladas.  

Bosque de Pagodes no Mosteiro Shaolin - China

Começa a ser cada vez mais difícil receber postais de locais UNESCO novos, este da China foi um dos últimos que recebi. Estas construções são os pagodes que fazem parte do Mosteiro de Shaolin. O mosteiro foi fundado no século X e está associado às artes marciais chinesas, especialmente ao Kung Fu Shaolin. É um dos mosteiros budistas mais famosos da China. 
Tanto o mosteiro como o bosque de pagodes foram inscritos na lista do Património Mundial em 2010, com o nome "Monumentos Históricos de Dengfeng no "Centro do Céu e da Terra". 
O postal foi enviado pelo Zihu.

O Bosque de Pagodes situa-se no sopé da montanha Shaoshi, a certa de meio quilometro do Mosteiro Shaolin na Província de Henan. É uma concentração de pagodes túmulos dos monges e abades do templo. Uma contagem aproximada indica a existência de mais de 240 túmulos de vários tamanhos, das dinastias  Tang, Song, Jin, Yuan, Ming e Qing (618-1911), fazendo deste o maior bosque de pagodes da China. 
A maior parte dos pagodes são estruturas em tijolo e pedra, variando entre um e sete pisos, menos de cinco metros de altura - muito mais pequenos que os pagodes para as relíquias budistas - e todos com a data da sua construção, várias gravuras e inscrições. As formas são várias, cilíndricas, poligonais, em vaso, cónicas e monolíticas, tornando este bosque uma exposição de antigos pagodes, gravuras e caligrafias de várias dinastias. 
O Bosque de Pagodes é um tesouro que permitirá às gerações futuras estudar a  arquitectura, gravura, caligrafia, arte e religião chinesas. 

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

TR-189141

Um postal oficial da Turquia com gravuras antigas de Istambul. 

© Copyright by KESKIN COLOR KARTPOSTALCILIK A. S. 
TR-189141, enviado pela Gözde.
Não tenho muito para dizer sobe este postal, aliás, não tenho eu, nem quem o enviou, apenas escreveu o ID e saudação da Turquia!! Sobrou muito espaço em branco no postal. 

sábado, 9 de agosto de 2014

CZ-490617

 Estive para não colocar aqui este postal, não sou muito fã destas imagens mais antigas mas pronto, este até não é assim dos piores. 

CZ-490617, enviado pela Radka.
Litoměřice é uma cidade no norte da Rep. Checa. No postal pode ver-se parcialmente a Catedral de Stº Estevão e o Palácio Episcopal. 

CZ-490616

Esta semana alcancei os 900 postais oficiais recebidos e enviados. O meu 900º enviado foi registado na Finlândia e o 900º recebido veia da bela Praga. Na verdade no dia que cheguei aos 900 recebi vários postais mas escolhi este para ser o 900º. E faltam 37 dias para eu ir para Praga. Espero que até lá os senhores da TAP se entendam, não quero perder hora nenhuma na Rep. Checa!!

Foto: Libor Svácek
CZ-490616, enviado pela Zuzana.
E o que escrever mais sobre Praga que eu ainda não tenha escrito. Acho que só falta mesmo a minha opinião sobre ela mas sobre isso falamos mais tarde.
São vários os monumentos que integram a paisagem urbana da capital e eu espero ver a maioria deles. Venha logo o dia 16 de Setembro. 

Campanário de Ivan o Grande, Moscovo - Rússia

A concentração de edifícios monumentais por metro quadrado no Kremlin de Moscovo, é qualquer coisa de impressionante. Este eu pensava que era mais uma bela igreja mas afinal trata-se de um campanário, o Campanário de Ivan o Grande. 

No lado oriental da Praça das Catedrais situa-se o magnífico Campanário Ivan o Grande, que com uma altura de 81 metros, foi o edifício mais alto de toda a Rússia durante quase 400 anos. Foi projectado em 1508 pelo italiano Marco Bono, por ordem de Ivan o Grande para servir de campanário às catedrais do Arcanjo, da Assumpção  e Anunciação.

Entre 1532 e 1543, o arquitecto Petrok Maliy construiu o Campanário da Assumpção, que se situa junto à torre e onde se encontra o Sino da Ressurreição, com 64 toneladas, feito no século XIX. Em 1624 foi adicionada a Torre Filaret, a torre mais pequenina do lado esquerdo da estrutura.
Em 1812 os soldados de Napoleão destruíram vários dos edifícios do Kremlin e tentaram fazer explodir o campanário. Felizmente falharam mas o campanário e a Torre Filaret ficaram danificados. Foram restaurados em 1819 pelo arquitecto D.I. Gilardi.
Existem 21 sinos na torre e no campanário, sendo o Sino da Assumpção o maior deles. Era sempre o primeiro sino a fazer-se ouvir durante os feriados religiosos e depois dele tocavam todos os outros sinos de Moscovo. Foi em 1918 que teve lugar a última celebração da Páscoa no Kremlin e os sinos do campanário só voltaram a tocar em 1992.
Foi levado a cabo um grande restauro na década de 1950 e foi criada no rés-do-chão uma sala de exposições que é utilizada para exposições temporárias. 

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Catedral de Stº Isaac, S. Petersburgo - Rússia

Acho que tenho uns 6 postais desta bela catedral em São Petersburgo mas estes 3 são os meus favoritos. Adoro monumentos cobertos de neve. 
O 1º postal foi enviado em 2011 pela Alena, segundo também chegou em 2011 mas foi enviado pela Elena e o último é um oficial que chegou há poucos dias. 

 "A Catedral de Santo Isaac é mais sumptuosa e grandiosa das igrejas de S. Petersburgo.
Antigamente, na zona do Almirantado existia uma pequena igreja de madeira dedicada a Santo Isaac da Dalmácia, que se substituiu por outra de pedra, que ficou imprestável em meados do século XVIII. Por último, no princípio do século XIX, decide-se erguer uma nova catedral. Participam no concurso destacados arquitectos da época. Saiu vencedor o jovem arquitecto francês Auguste Montferrand. As obras prolongaram-se de 1818 até 1858.

Na decoração da Catedral de Santo Isaac empregaram-se 43 tipos de minerais. O zimbório foi revestido de granito, e o interior, paredes e chão de mármores russos, italianos e franceses, as colunas do retábulo foram revestidas de malaquita e lápis-lazúli. Para dourar a cúpula de 21,8 m de diâmetro, empregaram-se cerca de 100 kg de ouro. Adornam a catedral quase 400 obras entre esculturas, pinturas e mosaicos. Tem capacidade para 14 mil pessoas.

RU-2758720, enviado pela Tanya.
Desde 1931 que a catedral é um museu. Pode-se subir até à base da cúpula, de onde se desfruta de uma magnífica vista de São Petersburgo." - in: wikipédia