quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Cória - Espanha

Nos últimos 2, 3 meses a Vitória enviou-me vários postais. A maioria foram portugueses mas também chegou este de Cória, uma localidade na província de Cáceres em Espanha. 

Foto: KARPINT
As obras da Santa igreja Catedral dedicada a Santa Maria da Assunção, iniciaram-se no século XV mas só terminaram no século XVIII. Esta demora na construção traduziu-se numa riqueza de estilos que passam pelo gótico, plateresco e detalhes barrocos. 
No museu de arte sacra da catedral encontra-se uma relíquia do Cristianismo, a toalha da Última Ceia!!

Porto

Em Agosto os leitores do jornal americano USA TODAY e o site 10Best elegeram, após votação, o Porto como a Cidade Mais Romântica Fora do Radar. 
Mesmo sem saber disto, foi lá que a Vitória escolher celebrar o seu 6º aniversário de casamento. 

Papyrus
Para os leitores do jornal “USA Today”, não há melhor destino alternativo para uma viagem a dois como a cidade do Porto.
Não há como negar os dotes românticos de cidades como Paris ou Veneza, clássicos clichés entre os destinos a dois. Mas, escreve o USA Today, “às vezes a melhor escapada íntima acontece fora dos caminhos mais habituais”.
Primeiro, um painel de “especialistas” em viagens românticas selecionou os 20 melhores destinos do mundo onde o romance fosse um fator inegável mas que estivessem fora dos circuitos turísticos de massas. De seguida, os leitores do site norte-americano escolheram os dez preferidos – integrados no “10Best.com”, o site de rankings de viagens do grupo.

Forways, LDA
PT-428658, enviado pelo André
O Porto foi a cidade mais votada, eleita “melhor destino romântico fora do radar”. Para os autores do artigo, a Invicta parece “salpicada com jóias medievais num desfiladeiro rochoso esculpido pelo rio Douro”, combinando “o melhor do charme do Velho Mundo com o conforto moderno”.
Na pequena descrição que acompanha o número um do top há ainda referências à classificação da UNESCO como Património Mundial, ao vinho do Porto, à oferta hoteleira e à animação noturna e aconselha-se uma “visita às igrejas barrocas e aos museus e uma caminhada pelo antigo bairro da Ribeira”. - in: http://bomdia.eu/porto-a-cidade-mais-romantica-fora-do-radar/

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Figueira da Foz

As férias de verão da Cristina foram passadas na Figueira da Foz, a sua segunda cidade. Não é a minha segunda cidade mas traz-me boas recordações. 

Paulo Renato da Silva
Diz-se que é uma das maiores praias da Europa e a julgar pelo tempo que se leva até chegar ao mar, é capaz de ser verdade. Apesar disso são muitos os turistas e os surfistas que a procuram.
A cidade não é imediatamente atraente, culpa dos prédios feios à beira-mar, contudo a parte mais antiga da cidade compensa a visita.  

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Castelo de Castelo de Vide

Castelo de Vide é uma vila tão bonita. Quem conhece concorda comigo de certeza!! Por ser de lá, a Vitória ter a sorte de poder ir lá várias vezes, por isso não é de estranhar que estes postais tenham sido todos enviados por ela. 

O castelo de Castelo de Vide, poderá ter sido reconquistado aos árabes por D. Afonso Henriques, apesar de só por volta de 1232, esta povoação aparecer devidamente referenciada.   A importância deste castelo levou a alguns conflitos, nomeadamente entre os filhos de D. Afonso III, já que este monarca doou o castelo ao infante D. Afonso, que começou a reforçar as suas defesas, acto que seu irmão, o rei D. Dinis, achou suspeito, pelo que cercou o castelo e foi a intervenção do reino de Aragão que pôs fim à contenda.  

 Forways, LDA
D. Afonso IV, em 1327, conforme inscrição sobre uma das portas, mandou reforçar as defesas do castelo e sob o reinado de D. Fernando, é entregue à Ordem de Avis.   À semelhança de muitas outras fortalezas, durante a Guerra da Restauração, depois de 1640, foram-lhe introduzidas alterações para a utilização de artilharia. Alguns anos depois é alargada a sua estrutura defensiva e construído o Forte de São Roque.  

Fotovila
As guerras com Espanha e as invasões francesas, causaram grandes danos e esta posição militar foi desactivada. O castelo está classificado como Monumento Nacional, conserva as muralhas e torres, a Torre de Menagem e no exterior existem ainda parte das muralhas da vila e os edifícios dos aquartelamentos. - in: http://www.guiadacidade.pt/pt/poi-castelo-de-castelo-de-vide-13919

Festa do Colete Encarnado

A semana passada a Leninha enviou-me um postal a informar da sua mudança de endereço de Rio Maior para Vila Franca de Xira. Diz ela que por Vila Franca só encontra postais de touros e touradas! Não admira, apesar dos acidentes que acontecem todos os anos, os touros e touradas fazem parte da tradição da cidade. 
Ao postal enviado por ela, junto um outro que a Sónia me enviou há uns anos, também relacionado com a Festa do Colete Encarnado.

Edição da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira
A Festa do Colete Encarnado surgiu em 1932 por iniciativa do agrário José Van-Zeler Pereira Palha, que juntou os vários ingredientes das festas do campo tais como o homem, o toiro e o cavalo, para assim homenagear o campino e angariar fundos para os Bombeiros Voluntários de Vila Franca de Xira.
O Colete Encarnado comemora-se no primeiro fim de semana de Julho e traz à cidade de Vila Franca de Xira, todos os anos, milhares de aficionados e turistas, seja pelas festas que há pela cidade, fandango, bailes, concertos ou largadas de touros.

© @nher
Diz a Sónia que durante a festa, as crianças se vestem de campinos para acompanhar os país ou avós, os campinos genuínos, durante os desfiles etnográficos.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Ribamar - Portugal

Esta semana só ainda recebi postais na terça-feira. De qualquer maneira não me posso queixar muito, num só diz chegaram 16 postais!! Um deles foi este de Ribamar enviado pelo Zé. 

© Grafipost - Editores & Artes Gráficas, Lda
A Capela de São João Batista foi construída em 1736 e reconstruída em 1959. No interior da capela destaca-se a imagem de São João Baptista em madeira policromada.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Veiros - Portugal

Este é o 2º de 3 postais que a Vitoria me enviou há dias. O 3º vem cá a seguir!!

Veiros é uma pacata freguesia pertencente ao bonito concelho de Estremoz, situada na vasta planície Alentejana, caracterizada pelo seu alvo casario rural e pelo seu altaneiro castelo. 

Edição: Município de Estremoz
Esta é uma povoação bem antiga, apresentando mesmo vestígios de ocupação Romana, tendo sido reconquista aos Mouros em 1217 por D. Afonso II, que terá doado estes domínios à Ordem de Avis, altura em que o Castelo foi fundado ou apenas recuperado. 
Veiros é conhecida por ter sido o local onde teve origem a Casa de Bragança, pois aqui nasceu em 1377 o primeiro Duque de Bragança, D. Afonso, filho do Mestre de Avis com D. Inês Pires (natural de Veiros). 
Esta pacata povoação apresenta interessantes monumentos como o que resta do seu altaneiro Castelo, a renascentista Igreja Matriz ou Igreja de São Salvador do Mundo, provavelmente fundada no século XIII, mas muito alterada posteriormente, a bonita Igreja de Nossa Senhora da Mileu (século XIII/XIV) ou o belo Pelourinho renascentista construído em 1539. - in: http://www.guiadacidade.pt/pt/poi-veiros-15442

Palácios de Sintra

Ainda há dias disse a uma amiga que tenho de voltar a Sintra para visitar os palácios que ainda não conheço. Nestes postais enviados pela Ninocas e pela Vera estão os que eu conheço. Apesar de já ter estado duas vezes no da Pena, tenho que lá voltar porque a 1ª vez foi há muito tempo e na 2ª vez estava um nevoeiro medonho. 

Iberianlandscapes.net * © Sergiy Scheblykin 2014
A Ninocas diz que adora este postal e é fácil perceber porquê. É de facto muito bonito. 
O Castelo dos Mouros permite admirar, ao longo dos caminhos de ronda, por entre penedos e sobre penhascos, uma paisagem única que se estende até ao oceano Atlântico. Sobranceiro à Serra de Sintra, e de configuração irregular, consiste numa fortificação construída em torno do século X após a conquista muçulmana da Península Ibérica, sendo ampliada depois da reconquista cristã. - in: http://www.parquesdesintra.pt/en/parks-and-monuments/moorish-castle/

O Parque e o Palácio da Pena, implantados na serra de Sintra e fruto do génio criativo de D. Fernando II, são o expoente máximo do Romantismo do século XIX em Portugal, com referências arquitetónicas de influência manuelina e mourisca.
O Palácio foi construído para ser observado de qualquer ponto do Parque, floresta e jardins luxuriantes com mais de quinhentas espécies arbóreas oriundas dos quatro cantos do mundo. - in: http://www.parquesdesintra.pt/parques-jardins-e-monumentos/parque-e-palacio-nacional-da-pena/

Também conhecido por Paço Real ou Palácio da Vila, o Palácio Nacional de Sintra ergue-se na Praça da República, o «centro do centro» histórico de Sintra. As duas grandes chaminés geminadas, vindas da cozinha do Palácio, constituem a sua imagem de marca e dominam a paisagem de todo o centro histórico da Vila.
Começou por ser um Palácio mouro e, ao longo das várias épocas, diversos corpos novos foram acrescentados à sua estrutura inicial. Hoje, é um dos mais importantes exemplares da arquitectura realenga em Portugal, para sempre ligado aos períodos mais significativos da História do nosso país. Por tudo isto, tem a classificação de Monumento Nacional e é frequentemente utilizado para cenário de eventos culturais ou encontros oficiais. - in: http://www.guiadacidade.pt/pt/poi-palacio-nacional-de-sintra-4872

Encontro do 10º Aniversário do Postcrossing em Lisboa

4 meses depois do aniversário e do encontro em Lisboa, aqui estão os postais que a Vitória, o Zé a Ninocas me enviaram de lá. Para além deles também estiveram presentes o Duarte, o Luís e a Paula. 

 © Foto: António Henriques
A cidadela do Castelo de São Jorge é um local fascinante para se contemplar a longa história de Lisboa. O local foi ocupado pelos Romanos, Visigodos e Mouros antes de ser transformado no Palácio Real por volta do século XIV. Os visitantes podem subir às torres, caminhar pelas muralhas do castelo e admirar as extraordinárias vistas sobre a cidade e o rio Tejo. Gansos e patos vagueiam pelos jardins do castelo, plantados com carvalhos, pinheiros e oliveiras. - in: http://www.visitar-lisbon.com/lisboa/places/castelo-sao-jorge.html

 Portugal Souvenir * © Foto: Nuno Trindade
A Ponte 25 de Abril, também conhecida como Ponte sobre o Tejo, foi inaugurada em 1966 com o nome Ponte Salazar, em memória ao ditador que a mandou construir. Mais tarde, a ponte recebeu o actual nome em homenagem à 'Revolução dos Cravos' que aconteceu a 25 de Abril de 1974. 
Esta ponte é muito parecida à Ponte Golden Gate em São Francisco. Tem 2.278km de comprimentos e parte do cimo de Lisboa, mais precisamente de Alcântara e termina em Almada, na margem sul do rio. - in: http://www.visitar-lisbon.com/lisboa/places/ponte-abril.html

Portugal Souvenir 
Vistas de Lisboa: Arco da Rua Augusta; Ponte 25 de Abril; Torre de Belém; um dos elevadores da cidade; Praça do Comércio; Padrão dos Descobrimentos e Castelo de São Jorge. 

sábado, 17 de outubro de 2015

Postais do Algarve

Postais das passagens da Sofia e da Ninocas pelo Algarve durante os meses de Verão. Também eu ando a pensar passar por lá mas não nos meses de Verão. A ver vamos. 

Photography & design © Michael Howard * www.mikehowardphoto.com
Devo confessar que não ligo muito a fruta, sei que faço mal, no entanto gosto muito das laranjas do Algarve. Tão grandes, sumarentas e doces. Uma maravilha. 
 As laranjas doces foram trazidas da China para a Europa pelos portugueses, no século XVI, e Portugal produz mais de 200 mil toneladas por ano. A região algarvia é responsável por mais de metade da produção nacional.

 Photography & design © Michael Howard * www.mikehowardphoto.com
Também não ligo muito a religião, no entanto adoro igrejas. Num só postal, a Ninocas mostra-me 4 igrejas de Tavira: Igreja de Stª Maria do Castelo; Igreja de São Brás; Ermida de Nossa Senhora da Piedade e Igreja de São José do Hospital ou do Espírito Santo. 

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Castelos portugueses

Como já devo ter tido em várias ocasiões, adoro castelos e são um dos meus temas preferidos nos postais. Neste postal enviado pela Sofia, encontram-se vários dos nossos castelos. Destes todos só não visitei (ainda) o de Porto de Mós e o de Ourém. 

www.edigpostal.com
No sentido dos ponteiros do relógio, os castelos são: Guimarães; Porto de Mós; Montemor-o-Velho; Almourol; Ourém; Marvão; Óbidos; Penela; Pombal; Linhares da Beira; o Templo Romano de Évora (não percebo por que está aqui!!!); Castelo Rodrigo; Leiria; Celorico da Beira e Santa Maria da Feira. 

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Pico Ana Ferreira - Porto Santo

O meu 1º contacto com a Margarida deu-se através deste blog e alguns comentários depois, começámos a trocar postais. Não sei quanto tempo se passou, alguns anos com certeza, mas passado todo este tempo, conseguimos conhecer-nos pessoalmente há um mês atrás. E assim, graças aos postais, conheci mais uma pessoa super simpática! Espero encontrá-la mais vezes.
Este postal do Porto Santo chegou ainda antes desse encontro. 

© Francisco Ribeiro
Com cerca de 283 metros acima do nível do mar, o Pico Ana Ferreira é o ponto mais alto da parte ocidental da ilha. No seu pico desenvolve-se um espectacular conjunto de colunas prismáticas, conhecido como 'piano’, causadas pelas actividades vulcânicas há milhares de anos atrás. - in: http://www.porto-santo.com/pt/pico-ana-ferreira.html

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Velhotes

O Verão já acabou, as férias também (as minhas não) e agora ficam os postais como lembrança. A Vitória andou a passear nos últimos dias e não se esqueceu de mim. Entre outros, enviou-me este postal com um casal de velhotes super fofo. 

© Edição Vistal * Foto: P. S. Vierow
Não sei de onde é o postal mas neste caso não importa nada, continua a ser um belo postal e novo na minha colecção de idosos. 

domingo, 4 de outubro de 2015

Monthly Favorite Surprise RR * Setembro '15

Hoje à tarde já estive a escolher e escrever postais para o RR deste mês. Enquanto os postais de Outubro não chegam, aqui ficam os de Setembro. Vieram da Rússia, da Lituânia, da Holanda e da Áustria. 

Este RR teria valido a pena só por este postal enviado pela Anna. Não que os outros não sejam bonitos ou interessantes, mas este é verdadeiramente especial, não só por ser bonito mas especialmente por ser do último local UNESCO da Rússia que me faltava. O Complexo Arqueológico e Histórico de Bolgar foi classificado como Património Mundial da Humanidade o ano passado.
Este local situa-se nas margens do rio Volga, a sul da sua confluência com o rio Kama, e a sul de Kazan. Aqui encontram-se o que resta da cidade medieval de Bolgar, um povoado do estado da Bulgária do Volga, que existiu entre os séculos VII e XV e foi a primeira capital da Horda de Ouro, no século XIII.
Bolgar representa os intercâmbios culturais e transformações históricas da Eurásia ao longo de vários séculos que desempenharam um papel fundamental na formação das civilizações, costumes e tradições culturais. A propriedade fornece a evidência notável de continuidade histórica e da diversidade cultural. É um lembrete simbólico da aceitação do Islão pelos búlgaros do Volga e continua a ser um destino de peregrinação sagrado para os muçulmanos tártaros.

Foto: © Antanas Varanka
No RR de Agosto recebi um postal de Vilnius com algumas das igrejas da cidade e em Setembro a Ieva enviou este postal com a Igreja de São João, uma das que esteva nesse outro postal. Esta foi uma das igrejas que não visitei.
O nome completo desta igreja é  Igreja de São João Batista e São João Evangelista. Juntamente com o campanário, faz parte da Universidade de Vilnius.
A construção desta igreja durou quase 40 anos e foi concluída em 1426. Naquela época era um edifício gótico. Em 1571 a igreja foi transferida para a Ordem dos Jesuítas e tornou-se uma parte do complexo universitário. 
Além de missas, a igreja também testemunhou protestos estudantis, espectáculos de teatro e cerimónias de boas-vindas para a reis. Nos tempos soviéticos, foi transformada num armazém e mais tarde, o Museu da Universidade foi criado aqui. 
Hoje em dia funciona outra vez como igreja. O Papa João Paulo II visitou-a em 1993.
O campanário com 68 metros de altura, é um dos edifícios mais altos da parte antiga da cidade.
A fachada actual foi projectada no século XVIII pelo arquitecto barroco mais conhecido de Vilnius Johan Christoph Glaubitz. 

© Uitgeverij van der Meulen bv Sneek
A Nanda enviou este postal com o farol de Noordwijk. O actual farol data de 1921, mas no mesmo local já existiu um farol de madeira construído no século XIX. A torre tem 6 andares e uma escadaria com 108 degraus, no entanto não é possível subir à torre.

www.tkv.at
E da Áustria chegou este postal do Tirol enviado pela Gudrun.
A bela província austríaca do Tirol é uma das melhores áreas de esqui no inverno. No verão, oferece trilhos para caminhadas fantásticos e vistas deslumbrantes de lagos e vales. Além disso, tiroleses amam as suas tradições e alimentos. É um óptimo lugar para apreciar a cultura austríaca.

sábado, 3 de outubro de 2015

Monthly Favorite Surprise RR - Agosto '15

Aqui estão os postais que recebi no RR dos favoritos em Agosto. Vieram da Irlanda, da Indonésia, da República Checa e da Lituânia. 

Photography reproduced from original artistic work © Liam Blake
No RR de Julho o John já me tinha enviado um postal, neste voltou a enviar e tal como o postal anterior, este também estava nos meus favoritos.
Esta é uma vista das Ilhas Blasket, desde Dunquin, na Península Dingle em Kerry.
Dunquin ou Dún Chaoin é uma aldeia tradicional, onde se fala Gaeltacht, situada na ponta ocidental da península de Dingle, no sudoeste da Irlanda. É composta por onze townlands (pequenas unidades geográficas de terra usadas na Irlanda) no continente e as ilhas Blasket.
Dún Chaoin é conhecida pela sua paisagem e pela cultura gaélica. 

Photo © Heritage Collection
Estes edifícios coloridos fazem parte do palácio da Ilha Penyengat na Indonésia. Um desses edifícios é a Mesquita do Sultão Riau.
Este complexo é uma mistura das arquitecturas javanesa e holandesa. Para além da mesquita, existem também túmulos, criptas e um forte. 
O orgulho da ilha é a mesquita, ainda usada hoje em dia. Diz-se que grande parte da mesquita foi feita com ovos; a clara do ovo mostrou sem um forte agente de ligação. 
O postal foi enviado pela Jennifer.

© Foto: Zd. Hartinger
A Radana enviou-me este bonito postal com a  bela capela bizantina de São Cirilo e São Metódio na montanha deRadhošť, na Rep. Checa O edifício foi consagrado em 1898.

Fotos: K. Driskius, R. Paknys, L. Jankauskas
Há um mês andava eu a passear pela Lituânia e dentro de um mês estarei a fazer a mala para ir passear para a Irlanda. Vida dura!!
A Ausra enviou um postal de Vilnius com algumas das igrejas da cidade. Destas, vi apenas três. 
A igrejas são: Igreja de Stª Ana e Igreja dos Bernardinos; Igreja de São Miguel; Igreja de São João; a Catedral; a Igreja de Stª Teresa e a entrada para a Igreja da Santíssima Trindade e a Igreja dos Santos Pedro e Paulo.