quinta-feira, 30 de julho de 2015

SE-85245

A Suécia é um país de onde recebo poucos postais e oficiais ainda menos. 

Foto: Börje Lejon
SE-85245, enviado pela Anette.
A igreja de Tranemo construída por volta de 1880.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Dublin - Irlanda

A Heidi esteve em Dublin no passado mês de Junho para participar num encontro Postcrossing. Eu não sei se vou encontrar lá algum postcrosser quando lá for em Novembro. É um caso a pensar. No que ando mesmo a pensar é no que visitar, embora já tenha um plano mais ou menos elaborado. Em Dublin vou com certeza visitar a Catedral da Santíssima Trindade, popularmente conhecida como Christ Church. 

© Liam Blake
A catedral foi construída em 1038 pelo rei viking Sitric Silkenbeard e é a mais antiga das duas catedrais medievais de Dublin. 
Quando os normandos da Inglaterra assumiram grande parte da Irlanda, a catedral nórdica antiga foi substituída por uma arquitetura anglo-normanda, por iniciativa do Arcebispo João Cumin, que incluem uma mistura dos estilos românico e gótico.
Durante a era vitoriana, entre 1871 e 1878, o templo passou por uma restauração significativa coordenada por George Edmund Street, que evitou o colapso de algumas partes, ainda que representando uma mudança dramática da obra medieval, por isso hoje pode ser difícil distinguir as decorações dos diferentes períodos.
A catedral contém a maior cripta de todas as catedrais da Grã-Bretanha e da Irlanda, que foi recentemente renovada e está agora aberta ao público. Contém diversos objetos históricos, uma escultura do final do século XVIII que estava fora do Tholsel (edifício medieval da cidade de Dublin, que já não existe) e um conjunto de velas que foram usadas nos últimos tempos em que a catedral foi usada sob o rito da Igreja Católica, quando o rei Jaime II de Inglaterra, depois de sair da Inglaterra em 1690, foi para a Irlanda para lutar pelo trono e assistir à missa na Catedral. - in: wikipédia

GB-664568

Uma bela paisagem escocesa onde se encontra o Castelo de Blair. 

© Copyright www.allanwrightphoto.com
GB-664568, enviado pela Vikki. 
O Castelo de Blair encontra-se perto da aldeia de Blair Atholl, no condado de Perthshire. 
O castelo guarda mais de 700 anos de história enquanto residência de 19 gerações de clãs escoceses. 
A sua construção começou no século XIII mas pouco resta das suas origens medievais, já que o castelo passou por várias alterações, tendo sido influenciado pela arquitectura georgiana e depois vitoriana. 
É possível visitar o castelo. No seu interior estão expostas colecções de armas, troféus de caça. recordações do clã Murray, pinturas, objectos etnográficos, bordados e outros objectos. 
O castelo é a guarnição dos Atholl Highlanders, o exército privado do duque de Atholl, o único exército privado legal na Europa. 

domingo, 26 de julho de 2015

Glasgow - Escócia

Não foi há muito tempo que o Damien foi à Escócia. Viu que eu não tinha postais de Glasgow e quando regressou á França enviou-me este com o Museu Riverside e o navio Glenlee.

© Colin Baxter
O Museu Riverside, criado pela arquitecta Zaha Hadid, já foi apelidado de "Guggenheim de Glasgow". Encontra-se em Pointhouse Quay, foi inaugurado em 2011 e substitui o antigo Museu dos Transportes. 
Em exposição estão mais de 3000 objectos, desde skates a locomotivas, pinturas de carrinhos de bebé e outros objectos e viaturas relacionadas com o mundo dos transportes. Além disso, o museu permite uma interpretação adequada da história marítima de Glasgow.
Por falar em história marítima, mesmo em frente ao museu está ancorado o Glenlee. Este navio foi construído em Glasgow em 1896 e entre 1922 e 1982 foi um navio escola da armada espanhola. Depois de terminada a carreira na educação, foi ficando ao abandono até que alguém reparou nele e decidiu dar-lhe uma nova oportunidade. Foi comprado, levado de volta para Glasgow e agora é um navio museu e uma das principais atracções turísticas da cidade. 

DE-4359600

A catedral de Wells é fantástica, é mesmo uma pena que a Judith tenha enviado este postal apenas com este detalhe, o tímpano. 

Foto: H & D. Zielske
DE-4359600, enviado pela Judith.
A Catedral de Santo André em Wells é uma igreja anglicana da Inglaterra. Foi construída entre 1175 e 1239 em estilo Gótico Inglês. 

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Encontro PC em Londres

O encontro de Mons na Bélgica foi no final de Março e no início de Maio a Raquel foi até Londres participar em mais um encontro. Deste encontro recebi também um postal da Laerke. 

Fisa
Mesmo que este postal não tivesse qualquer tipo de identificação sobre o local de onde é, creio que toda a gente facilmente saberia de onde veio ao olhar para este ícones londrinos. Não há dúvida que as cabines telefónicas, os autocarros de 2 andares, o símbolo do metro, o London Eye, a Tower Bridge e os guardas da rainha, se encontram em Londres. 

 © 2013 The British Library Board
A Laerke enviou um postal publicado pela Biblioteca Britânica mostrando estas três senhoras com vestidos de 1735, 1745 e 1755. 

terça-feira, 21 de julho de 2015

NL-3069000, NL-3069013 & NL-3068992

Na segunda-feira da semana passada recebi estes três postais da Holanda, de Ommen, de Amesterdão e de Gouda. 

 NL-3069000, enviado pela Hester.
Ommen é uma cidade no coração da província de Overijssel, no leste da Holanda.
Existem cinco moinhos na cidade, o que está no postal é o Besthem, de 1862 e recentemente restaurado. No interior do moinho encontra-se o Centro de Informação da Natureza com exposições sobre as paisagens e ecossistemas de Ommen.

NL-3069013, enviado pela Monique.
Em Amesterdão tirei várias fotos à Westerkerk, a maior igreja da cidade. É uma igreja protestante e foi construída entre 1619-1631. A sua torre é considerada considerada por muitos o símbolo da cidade.

Foto © Depositphotos/Merial
NL-3068992, enviado pela Janny.
Neste postal dá para ver perfeitamente como é bonito este edifício da Câmara Municipal em Gouda e ao vê-la assim, tenho ainda mais pena de não a ter conseguido ver em condições por causa do mercado que estava na praça no dia em que lá fui. Que azar. 
Foi construída no século XV e é considerada um dos mais antigos e impressionantes edifícios seculares góticos na Holanda. 
Naquela pequena varandinha na parede lateral, foi onde se executou uma pena de morte na Holanda pela última vez, isto em 1860. 

sábado, 18 de julho de 2015

Bourtange - Holanda

Há uns tempos li não sei onde que esta aldeia holandesa, Bourtange, era considerada uma das mais bonitas do mundo. Falei disso com a minha amiga Tessa e há poucas semanas quando os pais dela foram visitar a aldeia, ela pediu-lhes para me enviarem um postal e eles assim fizeram. 

Bourtange é uma aldeia com apenas 430 habitantes que se situa no município de Vlagtwedde, na região Westerwolde no leste da província de Groningen, perto da fronteira alemã. 
O forte foi inicialmente construído durante a Guerra dos Oitenta Anos (1568-1648), quando Guilherme I de Orange quis controlar a única estrada entre a Alemanha e a cidade de Groningen, que na altura era controlada pelos espanhóis.
Mais tarde, por volta de 1594, tornou-se parte das fortificações na fronteira entre as províncias do norte (Groningen, Friesland, Drenthe) e a Alemanha.
Bourtange foi um município separado até 1822, quando se juntou a Vlagtwedde. 
Em 1851 este forte em forma de estrela foi abandonado e Bourtange tornou-se uma aldeia normal.  Hoje em dia é um museu ao ar livre.

Móleson - Suiça

Foi na passada terça-feira, 14 de Julho, que o Postcrossing fez 10 anos. Para celebrar esta data a Vanesa lembrou-se de criar uma tag na comunidade em português do forum, em que o objectivo seria enviar todos os postais dessa tag no dia 14. E assim foi. Eu enviei para a Sofia e recebi este do Óscar. 

Edition G. Fleury
O Óscar conseguiu enviar-me um postal com vários dos meus temas preferidos num postal. Tem um castelo, tem uma montanha, é uma bela paisagem e tem carradas de neve.
O castelo é o Gruyères e a montanha é o Móleson. Esta montanha tem 2002 metros de altura e faz parte dos Pré-Alpes suiços. Situa-se na região de Gruyères, no cantão de Friburgo. 
Graças a um funicular e a um teleférico, é possível chegar ao topo do Moléson e apreciar vista incríveis desde o Lago Léman até aos picos do Jungfrau, Eiger e Mönch.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Mosteiro de Maulbronn - Alemanha

Estes três postais são todos do Mosteiro de Maulbronn, um dos mosteiros cistercienses medievais mais bem conservados na Europa. Situa-se perto de Maulbronn, Baden-Württemberg e está separado da cidade por uma cintura de fortificações. Em 1993 foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO.
O 1º postal foi enviado pela Tanja "grisu" em 2008, o 2º é um oficial que chegou há dias e o 3º também já tem uns anitos, foi enviado pela Nicole "strenchen84" em 2009. 

O mosteiro foi fundado em 1147 sob auspícios do primeiro Papa cisterciense, Eugénio III. A igreja principal, construída em estilo transitório do românico para o gótico, foi consagrada em 1178 por Arnold, bispo de Speyer. Depois da Reforma protestante, o duque de Württemberg apoderou-se do mosteiro em 1504 e aí construiu o seu pavilhão de caça. Em meados do século XVII, a anterior abadia converteu-se em seminário protestante, actualmente conhecido como os Seminários Evangélicos de Maulbronn e Blaubeuren, que o têm ocupado desde então. O clero protestante adaptou os edifícios monásticos para as suas próprias necessidades.
Neste mosteiro representaram-se todas as correntes estilísticas, desde o românico até ao gótico tardio. 

Verlag Am Klostertor
DE-4272782, enviado pelo Kurt.
O conjunto oferece una imagem pouco habitual de coesão. A vida e o trabalho da ordem desde o século XII até ao século XVI podem ilustrar-se com todos os pormenores. A agricultura dos monges foi considerada exemplar na região. Dentro da área do mosteiro praticou-se a piscicultura e construiu-se um complexo sistema de rega. Dentro dos muros do mosteiro estavam representados quase todos os ofícios. Ainda hoje se cultivam as vinhas plantadas pelos monges.
Apenas a traceria das janelas do claustro guardou as aparentementes ilimitadas formas de expressão da arte da cantaria. 

É impressionante o bom estado de conservação do mosteiro e a ideia de coesão que transmite esta construção ao visitante moderno, com uma quase inalterada imagem da vida medieval no seu interior. A igreja românica do mosteiro, uma basílica de três naves, é a construção mais antiga do lugar. Parte do mobiliário é um cadeiral para 92 monges, feito de madeira de carvalho e ricamente decorado. Até hoje o pátio do mosteiro está rodeado de imponentes edifícios de administração e residência, assim como de torres e uma muralha de quase um quilómetro de largura.
Os outros edifícios - enfermaria, refeitório, adega, auditório, frágua, albergue, moinho, capela, etc. - foram sendo construídos durante o século XIII. O resto dos edifícios laterais do claustro remontam ao século XIV, como a maioria das fortificações e a fonte. - in: wikipédia

quarta-feira, 15 de julho de 2015

DE-4272859 & DE-4272789

Não sei se estes são todos os faróis da Alemanha, mas talvez sejam grande parte deles. 

© Schöning GmbH & Co. KG
DE-4272859, enviado pelo Detlef.
E os faróis são: 1. Amrum; 2. Rügen; 3. Sylt/Hörnum; 4. Hiddensee; 5. Wangerooge; 6. Borkum; 7. Westerhever; 8. Warnemünde; 9. Darss; 10. Fehmarn; 11. Kiel/Holtenau; 12. Bremerhaven; 13. Norderney; 14. Sylt, Kampen; 15. Schleimünde; 16. Eckernförde; 17. Dahmeshöved; 18. Borkum; 19. Juist; 20. Roter Sand; 21. Travemünde; 22. Poel; 23. Pilsum; 24. Büsum; 25. St. Peter-Ording. 

Bremer Drucksachen Service Klaus Stute
DE-4272789, pela Katrin.
Este é um farol situado na ilha de Hiddensee, acho que se trata do Farol Dornbusch.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

DE-4135198

Um bonito postal oficial da Alemanha mostrando as ruínas do Castelo Hanstein, situado em Bornhagen, uma localidade no distrito de Eichsfeld, estado da Turíngia. 

www.harenberg-kalender.de
DE-4135198, enviado pelo Frank.
O castelo Hanstein  foi mencionado pela primeira vez em documentos oficiais no século IX, no Mosteiro de Corvey. Estas são umas das maiores ruínas de um castelo no centro da Alemanha. 
Na Idade Média, o castelo serviu como prisão. Durante a Guerra dos Trinta Anos, foi parcialmente destruída por tropas suecas e depois disso deixou de ser habitado.
Desde 1990, o castelo passou a pertencer ao concelho municipal de Bornhagen. Em 2006, o fotógrafo inglês Mark Robert Davey, ajudou o castelo angariando dinheiro com uma fotografia a preto e branco do mesmo. 
Em 2008 o Castelo Hanstein comemorou 700 anos. 

quinta-feira, 9 de julho de 2015

ES-349458

O postal anterior era francês e foi enviado por uma alemã a viver em Itália, este é italiano e foi enviado por uma ucraniana a estudar em Espanha. 
Tenho alguns postais de Veneza mas penso que este é o 1º com a Ponte dos Suspiros. 

A Ponte dos Suspiros (Ponte dei Sospiri) é uma das pontes mais importantes e mais famosas de Veneza. É feita de rocha calcária branca e janelas com barras de pedra.
Ela passa sobre o Rio di Palazzo e liga a "nova prisão" (Prigioni Nuove), o primeiro edifício do mundo construído especificamente para ser uma prisão, com as salas de interrogatório no Palácio Ducal. 

Foto: archivio Mazzega Art & Design s. r. l.
ES-349458, enviado pela Daria.
A Ponte dos Suspiros foi desenhada em estilo Barroco e foi construída no início do século XVII pelo arquitecto Antonio Contin, filho de Bernardino Contin, por ordem do Doge Marino Grimani.
Esta ponte pitoresca está localizada a uma curta distância da Piazza San Marco. 
Conhecida em todo o mundo, a Ponte dos Suspiros é fotografada por turistas de todo o mundo mas apenas é possível vê-la a partir de dois locais, da Ponte della Canonica e da Ponte della Paglia ou passando de gôndola. 
O nome da ponte foi dado por Lord Byron no século XIX inspirado pela ideia de que, na época da República de Veneza, os prisioneiros ao atravessá-la suspiravam sabendo que viam pela última vez o mundo exterior. O facto é que depois de uma condenação no Palácio dos Doges, ninguém saía de lá com vida.
A lenda diz que aos casais será concedido amor eterno e felicidade se se beijarem numa gôndola, ao pôr do sol sob a Ponte dos Suspiros e com os sinos do Campanile di San Marco a tocar.

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Nice - França

Foi em Abril que a Katja foi passar férias à Riviera Francesa, mais concretamente a Nice. Já lá passei perto! Eu passei perto mas ela passou lá uns dias e depois enviou-me este postal. 

A cidade de Nice situa-se no sul de França, nas costas do Mar Mediterrâneo. É a capital do departamento dos Alpes Marítimos e a 2ª maior cidade da região Provença-Alpes-Costa Azul. 
Nice tem uma localização ideal entre o Mar Mediterrâneo, as montanhas e fica apenas a alguns kms de Itália. 
O seu clima ameno, o sol, os vários tipos de paisagem e o azul das praias, fazem de Nice um dos principais destinos turísticos do país. 
A cidade começou a ganhar fama na segunda metade do século XVIII, quando começou a ser frequentada por famílias aristocráticas inglesas. 
Não são só os turistas que se sentem atraídos pela cidade, a luz e o ar trouxeram ao Nice alguns dos pintores mais destacados da cultura ocidental, como por exemplo Marc Chagall, Henri Matisse, Nikide Saint Phalle e Arman. 

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Orange - França

Nos últimos dias o Comité da UNESCO tem estado a escolher os novos locais Património Mundial e a França, pode festejar duas vezes, pois acrescentou dois locais à sua já longa lista de locais classificados. 
Orange também está nessa lista, mas a classificação já é bem mais antiga, ocorreu em 1981, incluindo o Teatro Antigo e arredores e este Arco do Triunfo.
O postal foi enviado pelo Óscar.  

Editions Cellard
Ainda que a data de construção seja controversa, as pesquisas actuais favorecem uma data durante o reinado de Augusto. Foi construído na antiga via Agripa para honrar os veteranos das guerras das Gálias e a Legio II Augusta. Foi posteriormente reconstruído pelo imperador Tibério para celebrar as vitórias de Germânico sobre as tribos germanas na Renânia. O arco contém uma inscrição dedicada ao imperador Tibério em 27 a.C. Conclui-se, pois, que foi construído no século I, durante a Pax Romana, entre 10 e 26—27 d.C, em honra de César Augusto.
O arco foi usado como um castelo durante a Idade Média para guardar os pontos de entrada meridionais da cidade. - in: wikipédia

sábado, 4 de julho de 2015

Touques - França

Hoje fui fazer uma caminhada, os pés e as pernas estão um bocadinho doridos mas as mãos estão em perfeitas condições para escrever mais um post. 
Começo o mês como acabei o anterior, com um postal francês, este enviado pelo Paulo e acho que é o último dos enviados por ele. Quer dizer, enviou-me muitos pais mas são demasiados para colocar aqui. 

Photo: Alain Baudry
Touques é uma localidade situada bem no norte de França, no departamento de Calvados, na região da Baixa Normandia.
A igreja no postal é a Igreja de S. Pedro, do século XI e que se situa na praça com o mesmo nome.