domingo, 23 de agosto de 2015

Castelo de Bran - Roménia

Em Maio a Paula, a Tjitske, a Valérie, a Astrid e o Dimitris fizeram uma viagem pela Roménia e a julgar pelas fotos, visitaram lugares fantásticos, incluindo o famoso Castelo de Bran. A Paula e a Tjitske enviaram-me postais de lá e a eles junto um terceiro postal, enviado em 2011 pela Oana. 

© Age Gallery Card Collection 2014
Erguido sobre um penhasco no século XIV em estilo gótico, o Castelo de Bran foi a residência escolhida para Drácula, o vampiro de caninos salientes, sedento de sangue, personagem do livro de ficção com o mesmo nome, publicado em 1897 por Bram Stoker. Contudo, o escritor irlandês nunca esteve no local.

© Age Gallery Card Collection 2014

O castelo serviu de morada a saxões, húngaros e cavaleiros teutónicos e especula-se que também ao príncipe Vlad, no século XV. A partir de 1920 ficou nas mãos da família real romena mas, com a chegada ao poder do regime comunista, a propriedade foi-lhe retirada, em 1948, e em 1956 acabou por ser transformada em museu.
Com a queda do regime de Nicolae Ceausescu, em 1989, o castelo, cuja manutenção foi negligenciada durante os anos que se seguiram, foi recuperado e reaberto como espaço museológico. Em 2009, o castelo passou definitivamente para os últimos herdeiros da casa real romena, os arquiduques Dominic, Maria Magdalena e Elisabeth. - in: http://www.publico.pt/mundo/noticia/o-castelo-de-dracula-esta-a-venda-1637046


Actualmente, o castelo alberga um museu aberto ao público, exibindo peças de arte e mobiliário coleccionados pela Rainha Maria. Os turistas podem ver o interior em visitas livres ou guiadas. Ao fundo da colina situa-se um pequeno parque museu ao ar livre, o qual exibe estruturas camponesas tradicionais da Roménia, como cabanas e celeiros, representando todo o país. - in: wikipédia

Sem comentários: