sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Many Themes RR - Grupo 1597 (Alias)

Para concluir este grupo tenho os postais que a Onnela, da Estónia, enviou da Holanda, de Hong Kong e Brasil. 

© Uitgeverij van der Meulen
O postal não traz a identificação destas duas imagens mas devem ser de Kinderdijk, pelo menos a de baixo com os moinhos.  

Photography by Chung Yin
O Centro de Convenções e Exposições de Hong Kong situa-se em Wan Chai North, na ilha de Hong Kong. Construído ao longo do Porto Victoria, está ligado a hotéis e edifícios comerciais próximos, através de passagens cobertas. 

Fotos: Cândido Mariano
O Bairro Liberdade é considerado o bairro japonês de São Paulo, embora nos dias de hoje vivam lá mais chineses e coreanos, uma vez que muitos japoneses e seus descendentes se têm vindo a mudar para outras áreas da cidade. Contudo é uma zona muito visitada por quem tem interesse na cultura japonesa. 
Devido aos baixos preços das casas e à boa qualidade dos seus restaurantes baratos, é uma área muito procurada para estudantes e trabalhadores temporários viverem.  

Many Themes RR - Grupo 1587 (Kuba_pn)

a Agnieszka vive na Austrália e enviou postais de Singapura, Nova Zelândia e Polónia.

O Marina Bay Sands é um hotel e um dos principais casinos de Singapura, sendo desenvolvido por uma das maiores companhias de jogos de azar, a Las Vegas Sands em parceria com o arquitecto Moshe Safdie. 
O Marina Bay ficou mundialmente famoso por uma das maiores piscinas infinitas do mundo, que se localiza no topo das torres do hotel. - in: wikipédia

Tiki Postcard * Pictorial Publications Limited
Blenheim situa-se na região de Marlborough, na ponta norte da Ilha do Sul, na Nova Zelândia. As principais atracções da cidade são a indústria do vinho, Marlborough Sounds, a comida gourmet e os desportos de aventura.
No lado esquerdo do postal está a Torre do Relógio Memorial de Guerra e uma fonte na Praça Seymour. Os jardins dessa mesma praça estão no quadrado no cando superior direito e em baixo estão os Jardins Waterlea. 
 
Foto: K. Jablonski
A ponte Grunwaldzki é uma ponte suspensa sobre o rio Oder em Wrocław, Polónia, construída entre 1908-1910.  
É uma das maiores pontes deste tipo no país, tem 112.5 metros de comprimento, 18 metros de largura e pesa 2300 toneladas. Foi construída com granito da Silésia.
A ponte foi danificada durante a Segunda Guerra Mundial mas foi reparada em 1947 e reaberta outra vez. 

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Many Themes RR - Grupo 1597 (Val-Natalia)

Tal como o nome indica, este RR tem muitos grupos. No grupo 1597 devíamos enviar postais de outros países que não o nosso. A Natália vive na Rússia e enviou postais do Montenegro, da Croácia e da China. 

Foto: Dragan Bosnic
Petrovac é uma cidade costeira do Montenegro no município de Budva. A sua praia com 600 metros de extensão é um destino turístico muito popular.  
No período entre as duas guerras mundiais era um destino muito procurado pelos ricos da ex-Jugoslávia. Hoje em dia os principais turistas vêm do Montenegro e da Sérvia.  

Dubrovnik é uma cidade muralhada na costa do Mar Adriático, no extremo sul da Croácia. 
Lord Byron apelidou-a de “pérola do Adriático”. Inegavelmente na moda e Património Mundial da Humanidade, Dubrovnik combina como poucas cidades a história que se respira dentro das suas muralhas, com o azul do mar Adriático que a banha e um cosmopolitismo cada vez maior.

Não faço ideia do que é ou onde se situa este edifício chinês.  

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

CA-465924

Com paisagens destas como é que alguém pode não gostar de neve? Quando penso no Canadá é em paisagens destas que eu penso imediatamente. Assim no imediato, também me apetecia ir tirar fotografias para ali mas tenho de me contentar com o postal. 

© Published & Distributed by The Postcard Factory
CA-465924, enviado pela Carlie.
O Lago Peyto é um lago glaciar localizado no Parque Nacional Banff, um dos parques nacionais das Montanhas Rochosas canadianas. O seu nome vem de Bill Peyto, um antigo caçador e guia na área de Banff.
Durante o verão caiem no lago quantidades significativas de pó de rochas glaciares, e estas partículas dão ao lago uma cor turquesa brilhante. É um local muito procurado por turistas. É em Bow Summit, o ponto mais alto de Icefields Parkway, que se têm as melhores vistas do lago. 

terça-feira, 28 de outubro de 2014

US-2978273

Assim que vi este postal pensei que mostrasse uma igreja algures no Kentucky mas não podia estar mais enganada. Para além de não ser uma igreja, não tem nada a ver com religião. Trata-se de uma das muitas coudelarias que existem no estado do Kentucky. 

© Souvenir Factory, Inc.  
US-2978273, enviado pela Shel.
Talvez nada defina melhor a cultura do Kentucky do que a sua obsessão por cavalos. Basta uma visita a este estado para que se perceba a sua afeição aos puro-sangue e a forma como isso se reflecte na paisagem do estado, desde os campos de pastagens, as pistas para cavalos e circuitos de visitas às coudelarias. No Kentucky Central existem mais de 450 coudelarias de cavalos puro-sangue inglês. Este estado é o centro internacional de criação desta raça de cavalos.
Os cavalos vivem melhor aqui que muita aristocracia, em celeiros com cúpulas, estábulos com portões forjados à mão, janelas com vitrais e uma limpeza impecável. 

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Mata Atlântica no Paraná - Brasil

Se gostam de viajar de comboio, no estado brasileiro do Paraná, podem embarcar numa das mais excitantes e espectaculares viagens de comboio do mundo, atravessando a Serra do Mar, uma das áreas mais bem preservadas da Mata Atlântica no Brasil.  
Ao longo dos 110 kms da ferrovia, o comboio atravessa 14 túneis, 30 pontes, vários viadutos e montanhas. 
Um dos locais mais inesquecíveis é a cascata Véu da Noiva com 70 metros de altura.  
Neste postal enviado pela Luzia está uma seta no lado direito a indicar um dos túneis e no lado esquerdo uma foto do Véu da Noiva. 

Fotos: Carlos Renato Fernandes; Denis (?) Ferreira Netto
Na região sudeste do Brasil encontram-se os melhores e maiores exemplos de Mata Atlântica.
As 25 unidades de conservação que compõem este local  apresentam a riqueza biológica e a história evolutiva das poucas áreas remanescentes de Mata Atlântica do sudeste do Brasil. A área também é excepcionalmente diversificada, com elevado número de espécies raras e endémicas. 
Com seu gradiente de altitude "montanhas para o mar", seu estuário, rios selvagens, carste e inúmeras cascatas, o local é de uma beleza cénica excepcional.

Praia Mundaí - Brasil

Eu ajudei o David na surpresa à sua mulher mas ele também me surpreendeu com os seus postais, especialmente com este do último local UNESCO que me faltava do Brasil. A Praia Mundaí é uma das várias praias na Costa do Desbrimento, no estado da Bahía. Assim, com este postal, já tenho todos os locais UNESCO brasileiros!! 

Litoarte
Considerada o berço da história e da cultura do Brasil, a Costa do Descobrimento foi classificada como Património Natural Mundial pela UNESCO, em 1999. Cercada por diversos atractivos naturais – como praias, baías, enseadas, falésias, recifes de corais, manguezais e rios navegáveis – a região possui condições favoráveis para a prática do turismo de aventura e ecoturismo.
Há mais de 500 anos essa região recebe a visita de diversos desbravadores, em busca dos mais inusitados produtos. Nos tempos actuais, os desbravadores são mais conhecidos como “turistas”, que buscam altas doses de adrenalina e muita história, num cenário composto por sol, mar e muita tranquilidade. - in: http://bahia.com.br/destinos/costa-do-descobrimento/

domingo, 26 de outubro de 2014

Cidades de Minas Gerais - Brasil

Eu quero ir ao Brasil e quando for quero ir a Minas Gerais. Não quero saber das praias, quero mesmo é ir a esta cidades coloniais onde se respira história e os olhos se regalam com a beleza da arquitectura. 
Este postais de Ouro Preto e Tiradentes foram enviados pelo David que pediu a minha ajuda para fazer uma surpresa à mulher. A sogra do David, já falecida, era natural de Seia e então ele perguntou-me se lhe podia enviar alguns postais da Serra da Estrela. Claro que aceitei ajudar na surpresa e em troca ele enviou-me 3 belos postais. 

Foto: Sérgio Ricardo de Freitas
O título de Património Mundial da Humanidade não foi concedido por acaso a Ouro Preto. A cidade abriga o maior conjunto arquitectónico do barroco brasileiro. 
Uma das características mais marcantes de Ouro Preto são suas igrejas construídas durante o período colonial brasileiro, uma delas é a  Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, localizada entre duas praças: a Praça Barão de Queluz e a Praça Tiradentes. Foi construída entre 1727 e 1746.

Foto: Sérgio Ricardo de Freitas
Tiradentes é uma das mais pequenas mas mais bem preservadas cidades coloniais de Minas Gerais. Com cerca de 6000 habitantes e alguns edifícios com mais de 300 anos, é considerada um exemplo da arquitectura colonial. Um desses exemplos é a Igreja Matriz de Santo António, considerada a 2ª mais rica do país, com aproximadamente 480 quilos de ouro. Sua construção, iniciada em 1710, foi finalizada em 1752, ano em que sua talha foi revestida em ouro. No coro está uma das preciosidades de Minas Gerais, um órgão de origem portuguesa, datado de 1788, considerado um dos quinze mais importantes do mundo.

Ahu Tongariki - Ilha da Páscoa

Hoje a noite é maior, então aproveito para mostrar mais alguns postais enquanto não vem o sono. 
Há dias recebi uma carta da Telma e sabendo ela como gosto de postais, enviou-me este da Ilha da Páscoa. 
O postal mostra 2 dos 15 moais na plataforma de pedra Ahu Tongariki. 

© HISPAPEL LTDA
Ahu Tongariki é a maior plataforma de pedra da ilha. Tem 15 estátuas, os moais, incluindo o maior e mais pesado dos moais esculpidos na ilha.
Esta plataforma foi esculpida no século XVII durante uma guerra tribal. 
Em 1960 um tsunami causado por um terramoto, arrancou os moais das suas posições e espalhou-os pelas proximidades. Em 1992 o Governo do Chile iniciou um trabalho de restauro e recolocação das estátuas nas suas posições originais. Esse trabalho sé terminou em 1996. 

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Parque Nacional Impenetrável de Bwindi - Uganda

Não é todos os dias que se consegue um postal do Uganda e muito menos de um local UNESCO. Valeu muito a pena fazer esta troca com o Emerich. 

O Parque Nacional Impenetrável de Bwindi está localizado nas montanhas do extremo sudoeste do Uganda, à beira do Vale do Rift, junto à fronteira com a República Democrática do Congo. Foi inscrito na lista do Património Mundial em 1994. 

Photo: Petr Hejtmánek
É um dos melhores locais do mundo para ver gorilas, sendo o habitat de quase metade dos gorilas-das-montanhas do mundo, ameaçados de extinção. Para além dos gorilas é possível ver no parque 214 espécies de aves florestais, 7 espécies de primatas diurnas, 120 espécies de mamíferos e 202 espécies de borboleta.
O parque tem o nome “impenetrável” devido à densa cobertura de ervas, lianas e arbustos dos seus vales.

Locais UNESCO da Tanzânia

Estes 3 locais para além de serem classificados como Património Mundial são também as principais atracções turísticas da Tanzânia. A Zona de Conservação de Ngorongoro foi classificada em 1979, o Parque Nacional de Serengeti em 1981 e o Parque Nacional do Kilimanjaro em 1984. 

 Photo: Petr Hejtmánek
A cratera de Ngorongoro, é uma das maiores atracções da Tanzânia e é considerada a Arca de Noé da África Oriental, por abrigar no seu seio a quase totalidade das espécies animais daquela região, integrados num ecossistema que ainda não foi afectado pela mão do homem. 
A cratera fica a 2.236 metros acima do nível do mar e é a maior caldeira intacta, ou vulcão desmoronado, do mundo. Mede mais de 19 quilómetros de diâmetro e tem uma superfície de 304 quilómetros quadrados.
Na cratera de Ngorongoro podem ver-se búfalos, elefantes, zebras, gnus, gazelas, rinoceronte-negros e cercopiteco-de-face-negra. Predadores como chitas, hienas, chacais, leões de juba negra e hipopótamos. - in: wikipédia

 Photo: Petr Hejtmánek
O Parque Nacional de Serengeti é um parque nacional de grandes dimensões (cerca de 40000km²) na ecorregião de Serengeti, no norte da Tanzânia, famoso pelas migrações anuais de gnus, zebras e gazelas que acontecem de maio a junho. 
No Parque vivem mais de 35 espécies de grandes mamíferos como leões, hipopótamos, elefantes, leopardos, rinocerontes, girafas, antílopes e búfalos. O parque também possui hienas, chitas, macacos, além de mais de 500 espécies de pássaros. - in: wikipédia

Photo: Petr Hejtmánek
O Monte Kilimanjaro situa-se no norte da Tanzânia, junto à fronteira com o Quénia. É o ponto mais alto de África, com uma altitude de 5895 m. Este antigo vulcão, com o topo coberto de neves eternas, ergue-se no meio de uma planície de savana, oferecendo um espectáculo único. O Monte e as florestas circundantes, com uma área de 75.353 ha possuem uma fauna rica, incluindo muitas espécies ameaçadas de extinção e constitutem o Parque Nacional do Kilimanjaro.
O Parque é habitat de numerosas espécies, fazendo dele um reduto de biodiversidade que urge preservar. - in: wikipédia

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Lago Malawi - Malawi

O Lago Malawi, mais conhecido em português como Niassa, é um dos Grandes Lagos Africanos e está localizado no Vale do Rift, entre o Malawi, a Tanzânia e Moçambique. O Parque Nacional do Lago Malawi, no sul do Malawi, foi inscrito pela UNESCO em 1984 na lista do Património Mundial da Humanidade.
Este é o meu 1º postal do Malawi. Recebi-o na última troca com o Emerich e juntamente com este vieram mais 4 postais de locais UNESCO de outros 2 países africanos. 

Photo by Petr Hejtmánek
 É um lago único no mundo por formar uma província biogeográfica específica, com cerca de 400 espécies de ciclídeos descritas endémicas (cerca de 30% de todos os ciclídeos conhecidos no mundo) e provavelmente muitas ainda por descrever. Estima-se que tenha uma idade entre um e dois milhões de anos. - in: wikipédia

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

AU-378077

Na Madeira dizem que o seu espectáculo de fogo de artifício é o melhor do mundo, na Austrália dizem que o de Sidney é que é o melhor. Seja qual for o melhor, com certeza que qualquer um deles deve ser algo inesquecível. 
O de Sidney tem lugar no porto da cidade e pode ver-se de vários pontos da cidade. Neste postal está em 1º plano a catedral de Sta Maria. 

Damien Madden
AU-378077, enviado pelo Russel.
A passagem de ano em Sidney tem lugar todos os anos no Porto de Sidney, centrando-se na Ponte da Baía de Sidney. As atracções principais são dois espectáculos pirotécnicos, o "9pm Family Fireworks" e "Midnight Fireworks", ambos transmitidos a nível nacional através da TV e o último transmitido mundialmente.   
Todos os anos o evento tem um tema e é visto por mais de um milhão de pessoas no porto e muitos mais vêm o Midnight Fireworks através da televisão em todo o mundo .

IN-114805

Qualquer postcrosser ou colecionador de postais que se preze, educa os seus familiares e amigos para que tragam das suas viagens e passeios postais como recordação. Eu incluo-me neste grupo e pelos vistos o Aniruddha também. O ano passado uns familiares seus viajaram até à Indonésia e Tailândia e no regresso a casa trouxeram-lhe uns quantos postais. É por isso que mostro um postal da Indonésia com ID indiano. 
Este bonita menina é uma das participantes da procissão Mapeed, durante o desfile da abertura do Festival de Artes de Bali.  

IN-114805, enviado pelo Aniruddha.
Mapeed consiste no desfile de mulheres e crianças levando ofertas em forma de torres de fruta e flores.
As cores predominantes no desfile são o branco e o amarelo. As participantes femininas normalmente usam como vestuário um kamben amarelo, coberto por uma outra peça de roupa exterior branca. As crianças cujas mães participam no mapeed, seguem no princípio da procissão, estando a mais baixa à frente e a mais alta atrás. 
A procissão pode consistir numa ou duas filas, por vezes com mais de 100 metros de comprimento. A mapeed é organizada pelas diversas aldeias e as pessoas que participam são formalmente informadas através de uma carta, muitas semanas antes da procissão se realizar.  Há muita coisa para organizar, não só o número de pessoas que participam, mas também a coordenação das cores dos trajes, os penteados e a autorização para fechar a estrada por onde a procissão deve passar. 
A mapeed é acompanhada por uma orquestra de gongos, tambores e címbalos chamada baleganjur. O som é tão alto e poderoso que pode ser ouvido a kms de distância.  A guardar a procissão estão uns guardas tradicionais chamados Pecalang. 
Desde 1970, a mapeed tornou-se um elemento de beleza e criatividade durante o Festival Anual das Artes de Bali. O festival realiza-se em Junho e os participantes de cada aldeia apresentam a sua versão da  mapeed.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

MY-216822

Este bonito edifício em Georgetown, na Malásia é um Kongsi, ou seja, um edifício onde as famílias chinesas com o mesmo sobrenome se reúnem para prestar homenagem aos seus antepassados. Representam os compromissos sociais e espirituais da família com familiares afastados, os antepassados e comunidade externa.  Além disso o kongsi também actua como meio de solidariedade. Nos dias de hoje as principais funções dos kongsis são a ajuda na educação dos filhos dos associados, resolver disputas e conceder em préstimos. 

MY-216822, enviado pelo Khoo. 
O Kongsi dos Khoo é o maior kongsi chinês na Malásia e distingue-se pela sua arquitectura elaborada e ricamente ornamentada. Está localizado no coração da parte mais antiga da cidade, classificada como Património Mundial. 
O edifício mantém o seu carácter histórico que inclui o edifício da associação, um teatro tradicional e as casas do século XIX para os membros do clã Khoo.  

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

TW-1370727

Agora um postal oficial de Taiwan com uma vista do Lago do Sol e da Lua. 

TW-1370727, enviado pela Erin.
O Lago do Sol e da Lua é o maior corpo de água em Taiwan e uma das atracções mais populares e famosas do país. Situado em Yuchih, Nantou, a área à volta do lado é o lar da tribo Thai, uma das tribos aborígenes de Taiwan. 
A parte este do lago assemelha-se a um sol, enquanto que a parte oeste se parece com uma lua, daí o seu nome.

CN-1418249

Aqui está um oficial da China. Mostra a entrada para o Cemitério de Confúcio, em Shandong, 1 km a norte de Qufu. 
Em 1994, o Cemitério de Confúcio, o Templo de Confúcio e a Mansão da Família Kong em Qufu, passaram a fazer parte da lista do Património Mundial da UNESCO.

CN-1418249, enviado por Zhulihua.
O cemitério contém o túmulo de Confúcio e os restos de mais de 100,000 dos seus descendentes. É a mais longa linha de descendentes do mundo. O record diz que o cemitério já existe há 2340 anos.
Para além dos túmulos, das estelas  e esculturas de pedras, o cemitério é conhecido pela sua área de botânica natural com mais de 1000 árvores.  Diz-se que depois da morte de Confúcio, os seus discípulos começaram a plantar árvores raras trazidas de toda a China. Algumas delas são tão raras que nem se sabe o seu nome.   

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Bursa - Turquia

O Óscar está atento à minha lista UNESCO e sabendo que ainda não tinha este local turco, surpreendeu-me com este postal. Bursa e a aldeia de Cumalıkızık entraram para a lista do Património Mundial em Julho passado. 
Bursa é uma cidade do noroeste Turquia situada na região de Mármara. A cidade é famosa pelas suas estâncias de esqui no maciço de Uludağ, pelos mausoléus de sultões otomanos, e pela planície fértil circundante. Foi a capital do Império Otomano entre 1335 e 1413

Ptt
A Mesquita do Sultão Emir foi originalmente construída no século XIV, reconstruída em 1804 e reconstruída mais uma vez em 1868.
A mesquita actual foi construída depois do colapso da mesquita original durante um terramoto em 1766. Apesar de os materiais e a localização não se terem alterado, o novo estilo da mesquita ajustou-se ao estilo Barroco que estava em voga no Império Otomano no século XIX. 
Em 1855 houve outro terramoto e em consequência disso a mesquita e o mausoléu do Sultão Emir foram reconstruídos em 1868.  

domingo, 12 de outubro de 2014

RU-2896097, RU-3003845 & RU-2896102

Para finalizar as actualizações em dia de folga, aqui ficam 3 oficiais da Rússia. 

 
RU-2896097, enviado pela Irina.
Castelo do Amor e do Engano é um nome bem estranho para um castelo, mas na verdade este edifício nem é um castelo, é um restaurante em Kislovodsk, construído em 1950. 

 
 RU-3003845, enviado pelo Gennadiy.
O Palácio de Catarina é um palácio Rococó da Rússia, que serviu de residência de Verão aos Czares. Fica localizado na cidade de Tsarskoye Selo, 25 kms a Sudeste de São Petersburgo.
Apesar de muitas vezes ser erroneamente chamado de Palácio de Catarina, a Grande, o verdadeiro nome do palácio vem de Catarina I, que o mandou construir em 1717. 
A Imperatriz Isabel achava a residência da sua mãe fora de moda e incómoda, pelo que em Maio de 1752 pediu ao seu arquitecto da Corte, Bartolomeo Rastrelli, que demolisse a velha estrutura e a substituísse por um edifício maior em estilo Rococó flamejante. A construção estendeu-se por quatro anos e no dia 30 de Julho de 1756, o arquitecto apresentou o inteiramente novo palácio de 325 de comprimento à Imperatriz, aos seus deslumbrados cortesãos e aos estupefactos embaixadores estrangeiros.
Durante a vida de Isabel, o palácio teve fama pelo seu opulento exterior. Foram usados mais de 100 kgs de ouro para dourar a sofisticada fachada de estuque e numerosas estátuas erguidas no telhado.
Apesar de o palácio estar popularmente associado a Catarina, a Grande, ela, na verdade, olhava a sua arquitectura de "creme batido" como fora de moda. Quando subiu ao trono (...) a nova monarca mandou suspender todos os trabalhos depois de ser informada dos custos.
Depois da morte de Catarina, em 1796, o palácio foi abandonado a favor do Palácio de Pavlovsk. Monarcas subsequentes preferiram residir no vizinho Palácio de Alexandre e, com apenas duas excepções, privaram-se de fazer novas adições ao Palácio de Catarina, olhando-o como um esplêndido monumento à abundância de Isabel e à glória de Catarina.
Quando as forças militares germânicas recuaram depois do Cerco a Leninegrado, destruíram intencionalmente a residência, deixando apenas, a carcaça do palácio para trás. Antes da Segunda Guerra Mundial, os arquivistas russos decidiram remover uma fracção dos seus conteúdos, o que se mostrou de grande importância na reconstrução do palácio. - in: wikipédia

www.moscowcards.ru
RU-2896102, enviado pela Christina.
Algumas das mais famosas atracções turísticas de Moscovo, como por exemplo o Kremlin e as suas torres, a Catedral de S. Basílio, a Catedral de Cristo Salvador, o Canhão e o Sino do Czar, o Campanário de Ivan, o Grande, o Convento de Novodevichy, entre outros. 
Sem dúvida que há muito para ver em Moscovo.

BY-1352192

No que diz respeito a postais oficiais, pode acontecer de tudo. Postais que gostas, postais que adoras, postais que não gostas e por vezes acabam na reciclagem se forem muito maus, postais repetidos, como aconteceu na passada sexta-feira e também há aqueles que te fazem saltar porque são de um local UNESCO que te faltava. É o caso deste postal, do único local da Bielorrússia que me faltava, o Arco Geodésico de Struve, essa dor de cabeça para tantos coleccionadores de postais de locais UNESCO. 

© Yuri Podverbny
BY-1352192, enviado pelo Pavel.
O ponto de triangulação em Tupishki, que abriu no distrito de Oshmyany em 2007, é um dos 265 pontos do famoso Arco Geodésico de Struve, criado no século XIX para determinar o tamanho e forma da Terra. Dos 31 pontos na Bielorrússia, cinco estão incluídos na lista do Património Mundial, incluindo o de Tupishki.

Ninho de Andorinha - Ucrânia

Assim de repente este castelo parece-me perfeito para servir de residência à madrasta da Branca de Neve!! No entanto este castelo não tem nada a ver com a Disney e na verdade, situa-se numa região que neste momento nada tem de conto de fadas. 
O Ninho de Andorinha, assim se chama o castelo, situa-se em Gaspra, uma localidade na península da Crimeia. 

Foi construído entre 1911-1912 em estilo neogótico, desenhado pelo arquitecto russo Leonid Sherwood para o milionário alemão barão von Steingel. 

UA-1119830, enviado pelo Ivan e pela Olga.
Este castelo é uma das atracções mais populares na Crimeia e um dos símbolos da península. 

sábado, 11 de outubro de 2014

FR-416784

Apesar do ID deste postal ser francês, o postal é romeno e foi enviado da Roménia quando a Daniela foi lá visitar a família em Agosto. 
O postal mostra a Igreja de São Miguel e a estátua de Matias Corvino, em Cluj-Napoca, a segunda maior cidade da Roménia. 

Foto: Stefan Socaciu
FR-416784, enviado pela Daniela.
A Igreja de São Miguel é uma igreja católica romana em estilo gótico situada em Cluj-Napoca. É a segunda maior igreja da Transilvânia.  A sua torre, com uma altura de 76 metros (80 contando com a cruz) é a mais alta da Transilvânia. O portal ocidental é decorado com três brasões de Sigismundo, como Rei da Hungria, como Rei dos Checos e como Sacro Imperador Romano-Germânico. 
A sua construção foi iniciada provavelmente sobre o local da antiga Capela de São Tiago, e foi financiada parcialmente pelos próprios cidadãos, a partir dos lucros obtidos com a venda de indulgências.  Foi finalizada entre 1442 e 1447, e sua antiga torre erguida entre 1511 e 1545; a torre presente no edifício actualmente, no entanto, foi construída apenas em 1862. 
Em frente da igreja encontra-se a estátua equestre de Matias Corvino, um dos mais importantes reis da Hungria, nascido em Cluj-Napoca. 

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Castelo de Bratislava - Eslováquia

Nestas últimas férias visitei 3 países, 2 deles pela 1ª vez, Rep. Checa e Eslováquia. De Brno para Bratislava são apenas 130 km's, qualquer coisa como 1 hora e 45 minutos de autocarro. Estando tão perto tínhamos mesmo que lá ir. Budapeste e Viena também não ficam longe mas achámos que devíamos dedicar mais tempo a essas capitais e respectivos países, por isso ficam para outras viagens. 
As opiniões que tinha sobre a cidade não eram lá muito boas mas devo confessar que gostei da cidade e não me arrependo nada de lá ter ido. 
Também enviei de lá um postal para mim, aliás, tenho poucos postais da Eslováquia. 

O castelo de Bratislava localiza-se localiza-se no centro histórico da cidade, no alto de uma colina, em posição dominante sobre o rio Danúbio. O castelo ergue-se no lugar de um antigo forte do século IX.
A arquitectura actual do castelo apresenta uma planta quadrangular com características dos estilos Renascentista e Barroco.
Em 1811 o castelo foi destruído por um incêndio e permaneceu em ruínas até à sua reconstrução em meados do século XX. Foi aberto ao público em 1968.