segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Osijek - Croácia

Na passada sexta-feira chegou este postal surpresa da Croácia, enviado pela Maja. Ela é uma das minhas mais recentes correspondentes e como também é fã de postais e do postcrossing, enviou-me este postal da sua terra natal, Osijek. 

Tisak MORE
Osijek é a quarta maior cidade da Croácia. Situa-se na região da Eslavónia, no oriente do país. 
O postal mostra a praça principal da cidade, Trg Ante Starčevića, onde no lado esquerdo se situa a Igreja de S. Pedro e S. Paulo, em estilo neo-gótico. No lado direito, está o Hotel Central, o hotel mais antigo da cidade. 

domingo, 23 de fevereiro de 2014

RS-18247

Desde 2011 que não recebia postais da Sérvia!! Na verdade não tenho postais postais de lá, sinal de que não chegam com frequência, e este é apenas o meu 3º oficial deste país. 
Não  tenho muitos postais de lá mas já tinha um com esta igreja em Belgrado, a Igreja de São Sava

Copyright © 2004 IP Studio Strugar
RS-18247, enviado pelo Branko.
Esta é a igreja mais importante da Sérvia. Cobre uma área de 60,000 metros quadrados e do complexo religioso fazem parte uma fonte com 400 metros quadrados, caminhos pedonais, parques infantis e vegetação diversificada
Com o projecto de 2004 para a construção e decoração da área ao redor da igreja, a cidade de Belgrado marcou o bicentenário da primeira revolta Sérvia contra o domínio otomano. 

sábado, 22 de fevereiro de 2014

UA-947357

Já ouvi e li algumas vezes que Lviv é a cidade mais bonita da Ucrânia e essa é também a opinião da Anastasiya. Quem lá quiser ir comprovar se isso é ou não verdade, uma das primeiras coisas que vai ver se chegar à cidade de comboio, são as torres desta igreja, a Igreja das Santas Olga e Isabel. 

Lufa Photos
UA-947357, enviado pela Anastasiya.
Esta igreja foi originalmente construída como a Igreja Católica Romana de Santa Isabel mas hoje serve como a Igreja Greco-Católica das Santas Olga e Isabel.
A igreja foi construída pelo Arcebispo Latino de Lviv S. Joseph Bilczewski nos anos 1903-1911 como uma igreja paroquial para subúrbio ocidental da cidade. Foi desenhada pelo arquitecto polaco Teodor Talowski em estilo neo-gótico.
Em 1939 a igreja foi danificada durante um bombardeamento mas permaneceu aberta até 1946. Após a guerra, o edifício foi usado como armazém e caiu em ruína, até ser devolvida aos fiéis após o colapso da União Soviética
Em 1991 estabeleceu-se a Igreja Greco-Católica Ucraniana e a igreja foi reconsagrada como a Igreja Greco-Católica das Santas Olga e Isabel.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

EE-172985

Ando com muita vontade em conhecer os países Bálticos e a Estónia pode muito bem ser um dos próximos países a visitar. 
Foi de lá que chegou este postal. Otepää é uma cidade no Condado de Valga, no sul da Estónia. É conhecida como a Capital de Inverno do país.  

www.eomap.ee
EE-172985, enviado pela Keire.
O postal mostra alguns esquiadores em Nüpli; a cerimónia de abertura da Capital de Inverno e pessoas a pescar no lago Pühajärve. 

Casa de Anne Frank - Holanda

Quando for a Amesterdão, sim porque eu hei-de lá ir, a Casa de Anne Frank é um dos locais que quero visitar. A Vitória esteve lá há poucos dias e disse que gostou muito, acredito que sim. 

Durante mais de dois anos que Anne Frank e a sua família viveu no anexo do edifício em Prinsengracht 263 onde o pai de Anne, Otto Frank, também tinha um negócio. A família Van Pels e Fritz Pfeffer também se escondeu aqui com eles. A porta para o anexo estava fechada por detrás de uma estante amovível construída especialmente para este fim. Os trabalhadores sabiam do esconderijo e ajudavam as oito pessoas dando-lhes comida e noticias sobre o que ia acontecendo no mundo lá fora. A 4 de Agosto de 1944, o esconderijo foi descoberto. As pessoas que se encontravam escondidas foram deportadas para vários campos de concentração. Apenas Otto Frank sobreviveu à guerra.

© Anne Frank Stichting / Foto: Hans v. d. Heuvel
Hoje em dia, os quartos na Casa de Anne Frank, embora vazios, ainda respiram a atmosfera sentida neste período de tempo. Citações do seu diário, documentos históricos, fotografias, pequenos filmes, e objectos originais que pertenceram aqueles que se encontravam escondidos e às pessoas que os ajudavam ilustram os eventos que decorrem neste lugar. O diário original de Anne Frank e outros apontamentos encontram-se disponíveis para serem vistos no museu. No espaço multimédia, os visitantes podem entrar numa "viagem virtual" pela Casa de Anne Frank, obtendo informação sobre as pessoas que se encontravam escondidas e sobre a Segunda Guerra Mundial. - in: http://www.amsterdam.info/pt/museus/casa-de-anne-frank/

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

NL-2330319

Quem não gosta de um belo pôr-do-sol? Eu gosto e estes são bem bonitos, só não gosto de não saber de onde são estas imagens. 

NL-2330319, enviado pela Jeanine.
E como não sei de onde são estas imagens, não há mais nada para dizer.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

BE-261622

Já há algum tempo que não chegavam postais da Bélgica e um dos últimos a chegar foi um de Leuven, que embora diferente, também mostra esta igreja. 

© CARDMASTER
BE-261622, enviado pela Marie-Jeanne.
A igreja de São Pedro é a mais antiga de Leuven.
O resto da informação está neste post. Não valia a pena repetir, pois não?

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Oficiais alemães

O ano passado a maioria dos postais oficiais recebidos vieram da Alemanha e este ano vai pelo mesmo caminho. Desde que o ano começou, os postais alemães já levam um avanço em relação aos de outros países. Aposto que a partir de amanhã vão chegar mais uns quantos. 

 
 © type art satz & grafik
DE-2881721, enviado pela Birthe.
Witten é uma cidade da Alemanha localizada no distrito de Ennepe-Ruhr, região administrativa de Arnsberg, estado da Renânia do Norte-Vestfália.
Com quase 100.000 habitantes, Witten é uma cidade pequena, mas que é particularmente atraente para os amantes da natureza. Dois terços da área urbana é composta por bosques, prados e campos.
Hoje em dia, é difícil imaginar que Witten foi um centro industrial até meados do século XX. Moldada durante mais de 100 anos pelas indústrias do ferro, aço e carvão, Witten é agora um local de negócios modernos. O estatuto da cidade foi promovido não pela conhecida universidade mas também por dois centros de investigação que se situam nas proximidades.

 © Schöning GmbH & Co. KG 
DE-2881724, enviado pela Anja.
E eis que chegou mais um postal com a Catedral de Colónia. Já escrevi várias vezes sobre ela, hoje escrevo sobre a igreja românica que está no lado esquerdo, a Igreja de S. Martinho.  
Foi fundada nos século IX-X, sob os restos de uma capela romana, construída sobre o que era então uma ilha no Rio Reno. A igreja mais tarde foi transformada num mosteiro beneditino. Os edifícios actuais, incluindo a torre que é um marco histórico da cidade velha de Colónia, foram erguidos entre 1150-1250. 
A igreja foi seriamente danificada durante a segunda guerra mundial, tendo as obras de restauro terminado em 1985.

 © Mitei - Dresden/Germany 
DE-2883058, enviado pelo Mirko.
O Castelo de Albrechtsburg situa-se no Vale do Rio Elbe em Meissen. Construído no século XVé considerado como o mais antigo castelo da Alemanha.
O Albrechtsburg foi primeiro castelo da Alemanha a deixar de lado o seu lado de fortaleza para se tornar uma residência. Portanto, é considerado o primeiro edifício palaciano alemão e uma obra-prima da arquitectura gótica tardia.
O edifício do palácio foi erguido entre 1471 e 1524 por ordem dos irmãos de Wettin Ernst e Albrecht que conjuntamente governaram o Ducado da Saxónia

 Foto: Walburg Wölk
DE-2881706, enviado pela sammeltante.
O Castelo Vondern situa-se em Oberhausen, estado da Renânia do Norte-Vestfália. Foi mencionado pela 1ª vez no século XIII e foi um feudo dos Condes e Duques de Cleves.

DE-2881700, enviado pela Iris.
Ainda mais um castelo, este é o Trifels. 
Castelo de Trifels é um castelo medieval situado a 500 metros de altitude, perto da cidade de Annweiler, no estado da Renânia-Palatinado. 
A construção do castelo remonta ao século XI. O Rei Ricardo I da Inglaterra (Ricardo Coração de Leão) esteve preso neste castelo durante várias semanas em 1193. Trifels desempenhou um papel importante durante o Reinado dos Hohenstaufen mas perdeu importância no final do século XIII após a sua queda.
Em 1602 foi atingido por um raio e ficou parcialmente destruído. Durante a Guerra dos Trinta Anos, as suas ruínas foram utilizadas como abrigo, antes de ser finalmente abandonado durante a peste de 1635.
A população local usou as pedras do castelo para construir casas. Em 1866 a Associação de Trifels foi formada e parou o roubo de pedras do castelo. Em 1938, começou a restauração do casteloA restauração final começou em 1954, mas não foi concluída até meados de 1970 devido à falta de financiamento.
O Castelo de Trifels possui réplicas das Insígnias do Sacro Império Romano-Germânico que estão entre as principais atracções do Palatinado. Com mais de 100.000 visitantes por ano, este é o segundo castelo mais visitado da região. 

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Veneza - Itália

Se fizermos uma pesquisa sobre as cidades mais românticas da Europa ou mesmo do mundo, com certeza que Veneza vai aparecer sempre. E porque hoje é o Dia do Namorados, aqui ficam dois belos postais desta cidade tão romântica.
Não confirmo o romanticismo da cidade porque só lá estive durante umas horas, era de noite e estava nevoeiro, ou seja, não vi nada. Não deu nem para tirar fotos mas felizmente consegui comprar postais, estes e mais uns poucos. 

  © Copyright 2006 by Mazzega Art & Design s. r. l - Venezia * Foto: archivo Mazzega Art & Design
O Grande Canal é o maior e mais importante canal de Veneza e a sua maior via de tráfego aquático. 
 O seu início é a laguna perto da estação ferroviária e contorna a maior parte da cidade, fazendo uma curva em forma de grande "S" pelos distritos centrais, os sestieri. Termina junto à Basílica de Santa Maria della Salute, próximo à Praça de São Marcos. Tem uma profundidade média de cinco metros.

 © Copyright 2006 by Mazzega Art & Design s. r. l - Venezia * Foto: archivo Mazzega Art & Design
O Campanário de São Marcos é o campanário da Basílica de São Marcos em Veneza, situado na praça do mesmo nome. É um dos símbolos da cidade de Veneza.
A torre tem 98,6 m de altura e fica num canto da praça, perto da entrada da basílica. As suas formas são simples, e o seu corpo principal é uma coluna de tijolos, de 12 m de lado e 50 m de altura, sobre a qual assenta o campanário com arcos, que aloja cinco sinos. O campanário tem no topo um cubo, em cujas faces estão representados leões (o símbolo do Evangelista São Marcos) e a representação feminina de Veneza (la Giustizia: a Justiça). A torre é coroada por uma agulha piramidal, no extremo da qual se encontra um cata-vento dourado com a figura do Arcanjo Gabriel. O campanário, de cuja construção inicial do século IX nada resta hoje, tem a forma actual desde 1514. A torre que se observa hoje é uma reconstrução, que foi terminada em 1912 depois do colapso ocorrido em 1902. - in: wikipédia

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

ES-275339

Já há algum tempo que não recebo postais oficiais de Espanha. Esta semana chegou este com o Castelo de Gardeny em Lérida, uma cidade na Catalunha. 

© Larent Sansen / © Jordi Clariana
ES-275339, enviado pela Rosa.
Na segunda metade do século XII, a ordem dos Cavaleiros Templários construiu um complexo monástico no planalto estratégico de Gardeny. Este lugar já tinha sido usado como base para operações militares e tinha sido visitado por Júlio César.
 Durante os séculos XVII e XVIII, o complexo medieval original foi ampliado e transformou-se numa nova fortaleza militar. O novo design correspondia às necessidades defensivas contemporâneas, associadas aos desenvolvimentos na artilharia, viu a introdução de paredes ladeadas por baluartes e foi rodeado por vastos espaços, fossos e muros.
A forma actual deste monumental complexo corresponde os restos do que foi outrora uma impressionante fortaleza. O Castelo de Gardeny em Lérida e os castelos de Miravet, Monzón, Peñíscola e Tortosa todos formam parte da Domus Templi, rota dos Templários

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Head-Smashed-In - Canadá

Já disse algumas vezes que os postais de locais UNESCO do Canadá, não são muito fáceis de se conseguir, por isso fico bastante contente quando recebo um novo. 
Há dias a Kelly procurava no forum por postais relacionados com cerveja e por sorte eu ainda tinha um com cervejas belgas. Mostrei-lho, ela quis que lho enviasse e na segunda feira chegou este postal do Precipício de Bisontes de Head-Smashed-In.

©  Published and Distributed  by the POSTCARD FACTORY
O Precipício de Bisontes de Head-Smashed-In localiza-se no sudoeste de Alberta, a cerca de 18 km de Fort Macleod. Os indígenas conduziam manadas de búfalos para esse precipício, para eles cairem e morrerem. Head-Smashed-In já é utilizado desde há 5700 anos para este fim.
Head-Smashed-In é um local único, que foi encontrado quase intocado. Ossos foram encontrados a 11 metros de profundidade na base do precipício. Os arqueólogos, usando datação por Carbono-14 descobriram que os ossos tem entre 200 e 5700 anos
Embora não tenha sido usado para matar desde há 150 anos, a Nação índia de Blackfoot usou-o como local para matar búfalos por muitos milhares de anos. Head-Smashed-In é um local espiritual muito importante para os Blackfoot. O local é Património Mundial da UNESCO desde 1981. - in: wikipédia

Forte de Amer - Índia

Nos últimos dias recebi 2 postais de 2 locais UNESCO novos. Este mostra o Forte de Amer, na Índia, enviado pelo Nagi. 
O Forte de Amer é um dos seis Fortes nas Colinas do Rajastão, construídos entre os Séculos V e XVIII, classificados pela UNESCO como Património Mundial o ano passado. 

 Amer situa-se a cerca de 11 km de Jaipur. A construção do forte iniciou-se em 1592, ordenada pelo Raja Man Singh e terminou com  Mirja Raja Jai Singh. Construído em mármore branco e pedra de areia vermelha, apresenta uma mistura das arquitecturas Hindu e Mogol. 
O exterior robusto não faz adivinhar a beleza do interior com uma bela fusão de arte e arquitectura.  

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

NL-2327551

Um postal de Kiev enviado com oficial da Holanda. 
Estes edifícios são a Catedral Uspenskyy e a Igreja do Refeitório, ambos parte do Mosteiro de Kiev-Petchersk. 

NL-2327551, enviado pela Kseniia.
A catedral foi construída no século XI. Durante a Segunda Guerra Mundial foi totalmente destruída, tendo sido reconstruída em 1999.
A Igreja do Refeitório consiste num refeitório e na igreja de Stº António e Teodósio. O edifício foi construído entre 1893-1895, numa altura em que viviam no mosteiro mais de mil monges. 

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

CZ-400904

Desde que o ano começou, hoje foi o dia em que recebi mais postais, 9, embora dois deles estejam destinados à "caixa dos rejeitados". 
Desses 9 que recebi, um deles é este da Rep. Checa com o castelo Střekov que se situa 85 km's a norte de Praga e que é um dos monumentos mais visitados no norte da Boémia. 

foto a design: Ing. D. Fiker
CZ-400904, enviado pela Martina.
O castelo foi construído em 1316 para João de Luxemburgo, pai do Emperor Romano Carlos IV, com o objectivo de proteger a importante rota comercial para a Alemanha
A proprieda foi adquirida pela família Lobkowicz em 1563 e manteve-se em mãos privadas desde então, excepto durante o confisco nazi e durante o regime comunista
O castelo de Střekov foi devolvido à família Lobkowicz na década de 1990 e actualmente recebe turistas de todo o mundo.
Hoje, o Castelo de Střekov contém uma exposição histórica que inclui reproduções de armas e armaduras de cavaleiros, desenhos e fotos da propriedade, bem como um modelo à escala em madeira do complexo do castelo.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

NL-2287427

Há tempos mostrei um postal com uma torre inclinada na Alemanha e hoje tenho outra torre inclinada, desta vez de Bodum, uma localidade no nordeste da Holanda. 

Foto: P. v.d. Wal Bedum
NL-2287427, enviado pela Martha.
A torre faz parte da Igreja de S. Walfridus, fundada em 1050 e concluída no século XII. A torre é tudo o que resta dessa igreja românica. Calcula-se que o ângulo de inclinação desta torre com 36 metros seja maior que o da Torre de Pisa. 

domingo, 2 de fevereiro de 2014

DE-2819158

Chegou Fevereiro e espero que este mês me traga mais postais que o mês passado. Vamos ver como começa a semana amanhã. 

 © Werbeverlag R.
DE-2819158, enviado pela Yvonne.
Este castelo em Hambach é conhecido como o berço da democracia da Alemanha. 
Hambach é um município da Alemanha localizado no distrito de Rhein-Lahn, estado da Renânia-Palatinado.
Entre 1797 e 1815, o Palatinado pertenceu à França e regia-se pelos valores da Revolução francesa liberdade, igualdade, fraternidade. A revolução de Julho de 1830 em Paris, alimentou ainda mais o desejo de liberdade no Palatinado e culminou no Festival de Hambach. Dirigentes liberais e 30.000 cidadãos de todas as classes sociais reuniram-se para exigir mais direitos civis, tolerância religiosa e acima de tudo, unidade nacional. Exigiram também a liberdade de expressão e liberdade de imprensa. O Festival de Hambach ficou na história como o nascimento da democracia alemã. Foi também a primeira vez que bandeira tricolor de preto, vermelho e ouro foi hasteada como o símbolo da unidade alemã.
A bandeira original de 1832 está agora em exposição no Museu de História Local em Neustadt
Hoje, o Castelo de Hambach é uma ruína parcialmente restaurada, cujos muros e torres lembram uma história de quase 1.000 anos.