segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Helsínquia & Tampere - Finlândia

É oficial! Hoje é o meu último dia de férias, aliás, o último dia de férias foi ontem, hoje é folga. Seja folga ou férias, o importante é que vou trabalhar amanhã. Adoro os meus velhinhos mais ainda não me apetecia ir amanhã!! Humm, lá terá de ser. 
Hoje o dia foi passado a arrumar postais e ainda não ficou tudo feito, ainda há postais franceses para arrumar. Vão ter de ficar para a semana. 

Dos franceses trato depois, agora ficam aqui dois da Finlândia. 

Photo: Esko Pärssinen
Esta é uma vista bem bonita de Helsínquia mas a Heidi enviou-me o postal não pela vista mas sim pelo selo. É um dos 4 selos Postcrossing que os correios finlandeses colocaram em circulação no passado dia 9 deste mês. 
Já era altura dos correios portugueses fazerem algo semelhante. 

Photo: Esko Pärssinen
Pensava eu que também tinha sido a Heidi a enviar-me este postal mas afinal, e segundo a Heidi, terá sido a Erja Maarit. 
O postal é de Tampere, uma cidade no sul do país, mas foi assinado pelos participantes num encontro Postcrossing em Hämeenlinna, no passado dia 7. 

domingo, 29 de setembro de 2013

Castelo de Pembroke - País de Gales do Reino Unido

Os castelos são sempre bem vindo e este é novíssimo na colecção. Trata-se do Castelo de Pembroke no País de Gales e foi enviado pela Bryony. 

© Judges Hastings www.judges.co.uk
Pembroke Castle é um castelo medieval em Pembroke em West Wales.
Em 1093 Roger de Montgomery construiu o primeiro castelo no local quando ele fortificou o promontório durante a invasão normanda do país de Gales. Um século mais tarde este castelo foi dado a William Marshal por Richard I. Marshall, tornou-se um dos homens mais poderosos na Grã-Bretanha do século XII. Reconstruiu Pembroke, criando a maior parte da estrutura que permanece até hoje.

BR-279642

O ID deste postal não corresponde à imagem do mesmo! Foi enviado de Oxford por uma brasileira a viver nesta cidade, pelo menos até Janeiro. Há tempo tinha recebido dois postais da universidade, agora recebi da cidade.

© J. Salmon LTD 
BR-279642, enviado pela Denise.
Oxford é uma cidade e distrito de governo local do condado de Oxfordshire, Inglaterra.
Oxford, a cidade dos "Dreaming Spires", é famosa mundialmente pela sua universidade (Universidade de Oxford) e lugar na história. A universidade de Oxford é a mais antiga das universidades de língua inglesa, e é considerada uma das 10 melhores universidades do mundo.

sábado, 28 de setembro de 2013

Oficiais da Holanda

Volto aos postais oficiais e estes são todos da Holanda. 

 © Uitgeverij van der Meulen lov Sneek
NL-2061781, enviado pelo DJ Marx
Para começar tenho este postal com exemplos da flora e fauna do Parque Nacional de Veluwe. 
As diferentes paisagens do parque são o lar de uma grande diversidade de espécies animais e vegetais.
Existem florestas de coníferas e caducifólias e é  possível encontram cerca de 500 espécies de plantas diferentes
A região também é lar de muitas espécies diferentes de animais, como javalis, várias espécies de cervos, várias espécies de cobras, martas, raposas e texugos
Veluwe é um dos melhores lugares na Holanda para ver animais selvagens.

 www.natuurlijkefoto.nl
NL-2040625, enviado pela Ine.
A Ine enviou-me um postal do castelo Muiderslot, localizado na foz do rio Vecht, cerca de 15 kms a sudeste de Amesterdão.
O imponente Muiderslot faz parte do linha de defesa de Amesterdão que está incluída na lista de Património Mundial da UNESCO.
O Muiderslot foi construído por volta de 1285 pelo Conde Floris V, um aliado da corte francesa e mais tarde do rei britânico Edward

 Photo: Renco Vellinga 
NL-2011263, enviado pelo Jet.
Este é o Brandaris, o farol de Terschelling, uma ilha no norte da Holanda, uma das ilhas da Frísia Ocidental.
O primeiro Brandaris foi construído em 1323, mas foi destruído em 1570. A actual torre foi construída em 1594 e é listada como um Rijksmonument (património nacional) e é classificada como tendo um elevado valor histórico.

NL-2011187, enviado pelo Will.
Amesterdão é uma das cidades do mundo mais amiga das bicicletas. Em Amesterdão, mais de 60% das viagens são feitas de bicicleta no centro da cidade e 38% das viagens são feitas de bicicleta na área da grande cidade. A cidade é um dos mais importantes centros de cultura da bicicleta em todo o mundo.
Amesterdão possui uma ampla rede de ruas de tráfego reduzido e instalações de classe mundial para os ciclistas como ciclovias, bicicletários, e várias garagens de armazenamento para bicicletas.
 Em 2006, haviam cerca de 1.000.000 bicicletas em Amesterdão.
As bicicletas são usadas por todos os grupos socio-económicos por causa da sua conveniência, tamanho reduzido da cidade, 400 km de ciclovias, o terreno plano e o discutível inconveniente de conduzir um automóvel
Roubo de bicicletas em Amesterdão é generalizado; em 2005, cerca de 54.000 bicicletas foram roubadas.
Todos os anos entre 12.000 e 15.000 bicicletas são recuperadas dos canais.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Catedral de Zagreb - Croácia

Outra catedral e esta eu já visitei. Para além de muito bonita é também enorme, é mesmo o edifício mais alto na Croácia. 
O postal foi enviado pela Nives.

A Catedral de Zagreb situa-se no Kaptol. É dedicada à Assunção de Maria e de reis  Santo Estêvão e São Ladislau. A catedral é tipicamente gótica, como é sua sacristia, que é de grande valor arquitectónico

www.atlasax.net
Construção da Catedral começou em 1093, mas o edifício foi destruído pelos Tártaros em 1242. No final do século XV, o Império Otomano invadiu a Bósnia e a Croácia, provocando a construção de muralhas em torno da Catedral, algumas dos quais ainda estão intactas. No século XVII, uma torre fortificada renascentista foi erguida no lado sul e foi usado como um ponto de observação militar, devido a ameaça otomana.
A catedral foi severamente danificada durante o terremoto de Zagreb de 1880. A nave principal entrou em colapso e a torre foi gravemente danificada. A restauração da catedral em estilo neogótico foi liderada por Hermann Bollé, trazendo a Catedral a forma actual
A catedral é retratada no verso da nota de 1000 kunas emitida em 1993.

Catedral de Noto - Itália

Este postal de Noto com a sua catedral, é o último dos postais enviados pelo Silvano! 
Noto é uma das cidades barrocas da Sícilia que fazem parte da lista da Património Mundial da Humanidade, como o nome "Cidades do Barroco Tardio do Vale de Noto". 

Ediz. Italia Sebastiano
Construção da Catedral de Noto começou no início do século XVIII no estilo do barroco siciliano e foi concluída em 1776. É dedicada a São Nicolau de Myra.
A Catedral colapsou em 1996 devido a danos estruturais causados por um terremoto em 1990, para os quais podem ter contribuído alterações imprudentes na década de 1950. Desde então tem sido reconstruída e foi reaberta em 2007.

Siracusa - Itália

Estou de volta depois de uma semana fantástica em terras francesas. Tanto postal bonito que eu trouxe e tantos que gostaria de ter trazido. Para além dos mais de 200 que trouxe, quando cheguei a casa tinha 13 à minha espera. Não estava à espera que fossem tantos! 

Esses ficam para depois, agora vou continuar com os postais da Sicília que o Silvano me enviou há dias. Estes 3 são de Siracusa! 

  Ediz. Italia Sebastiano - Siracusa
Este é o teatro grego de Siracusa, cujo cavea é um dos maiores construído pelos gregos antigos: tem 67 filas, divididas em nove secções com oito corredores
O edifício (ainda usado hoje) foi modificado pelos romanos, que o adaptaram ao seu estilo de espectáculos.

  Ediz. Italia Sebastiano - Siracusa
Catedral de Siracusa, é a fusão perfeita da adoração cristã e pagã de adoração. Foi reconstruída em 1700 após o terremoto de 1693, a fachada, com suas dicas elegantes do barroco, rouba a atenção do resto da praça.
A bela mistura de estilos arquitectónicos, abrangendo os séculos é evidente em ambos os aspectos internos e externos da Catedral. As colunas dóricas, visíveis na nave esquerda da Catedral, datam dos tempos de um templo de Atena já construído no local. No século VII, quando a primeira igreja cristã foi construída , as colunas foram incorporadas nasua estrutura, vinculando o culto do passado, com o presente.

 Ediz. Italia Sebastiano - Siracusa
Bem mais recente e alvo de controvérsia é o Santuário de Nossa Srª das Lágrimas. Trata-se de uma obra de arquitectura contemporânea iniciada em 1966 e concluída apenas em 1994.
santuário foi construído para acomodar o número crescente de peregrinos atraídos para uma pequena imagem de gesso pequeno de Nossa Senhora, que em 1953, se diz ter deixado cair lágrimas.
forma da cúpula pretende lembrar uma lágrima que cai e ao mesmo tempo um pavilhão de tenda servindo como um sinal de boas-vindas aos peregrinos.

domingo, 15 de setembro de 2013

Sicília - Itália

Foi na semana passada que o Giuseppe me pediu para fazer uma troca de 5 postais com ele. Não digo que não a postais italianos. Eis aqui o primeiro, um mapa e algumas imagens da Sicília. As imagens são de: Noto, Tindari, Palermo, Monreale, Taormina, Segesta, Ragusa, Villa Romana del Casale, Cefalu, Trapani, Agrigento e Siracusa. 

 Stampa O. G. B. Officina Grafica Bolognese - Ediz. Italia Sebastiano
Sicília é uma região autónoma com estatuto especial da Itália meridional com 25 710 km² e 5,1 milhões de habitantes, cuja capital é Palermo. É completamente circundada pelo mar Mediterrâneo, sendo sua maior ilha em extensão e população. - in: wikipédia
Há quem diga que a Sicília é um museu ao ar livre, como ocorre nas regiões de Agrigento e Palermo. Só de sítios arqueológicos, são mais de 260 catalogados, entre conjuntos de templos, anfiteatros gregos, fortalezas, torres, igrejas, palácios… Está tudo ali, lado a lado, um pouco de todos os povos e culturas que passaram pela ilha ao longo de séculos. A emoldurar esse cenário temos um mar cristalino de águas mornas e límpidas. - in: http://www.aproximaviagem.pt/html/n10/08_sicilia.html

IT-239027

Mais um castelo italiano e neste caso, até nos selos há castelos. Este é o Castelo de Rovereto que se situa na margem direita do Rio Leno, no norte da Itália.

© Foto Paolo Calzà © Viadellaterra Editore
 
IT-239027, enviado pelo Silvano.
Castelo de Rovereto apresenta a estrutura maciça de uma fortaleza militar, cuja construção data dos séculos XIII e XIV. Foi erguido pela família Castelbarco com o objectivo de proteger o seu poder feudal no Val Lagarina
No século XV, o castelo tornou-se a propriedade dos venezianos, que lhe mudaram o aspecto: a planta em forma de polígono e quatro baluartes de canto, transformou o castelo em um dos melhores exemplos de Fortaleza Medieval Alpina. Mais tarde, o castelo caiu nas mãos do Império Austríaco e em consequência disso foi perdendo importância estratégica, foi abandonado e sofreu ainda um incêndio.
O castelo foi remodelado e actualmente abriga o Museu de Guerra Italianoque exibe peças de artilhariaum vagão perfurado por uma granada e uma carruagem usada pelo Imperador Francis Joseph também algumas salas dedicadas aos lugares e heróis de guerra

sábado, 14 de setembro de 2013

IT-226938

 Há mais ou menos um ano, a Laura pediu-me para trocar um postal com ela e eu aceitei. Há umas semanas voltei a receber um postal dela, parecido com o 1º que me tinha enviado. Ambos são da sua cidade, Rapallo, e mostram o castelo local que se chama Castello sul Mare. 


© Printed by Grafiche Milan cards - Settimo Milanese
IT-226938, enviado pela Laura.
Rapallo é uma cidade italiana da região da Ligúria, província de Génova, com cerca de 30.224 habitantes. 

Casa delle Cartoline
O castelo foi construído em 1551 para defender a cidade dos ataques frequentes dos piratas. Actualmente é um museu.

Ruas de Innsbruck & Viena - Áustria

Nas ruas de Innsbruck e Viena na Áustria. os postais foram enviados pela Heidi e pela Manuela. 

Farhaufnahme und Verlag Viktor Holy und Sohn, Innsbruck 
Enquanto que o Centro Histórico de Viena já está na lista do Património Mundial da Humanidade, o de Innsbruck ainda só está na lista de Tentativas. 
Este postal mostra o Telhado Dourado - Goldenes Dachl - um edifício de três andares que se situa numa praça no coração do centro histórico da cidade. 
Foi construído em 1500 para servir de camarote real ao Imperador Maximiliano I, para que ele pudesse apreciar os torneios que se realizavam na praça. Terminado no início do século XVI, O Telhado Dourado foi construído em honra do segundo casamento do Imperador com Bianca Maria Sforza de Milão. Não querendo mal entendidos com os aliados que conseguiu aquando do seu primeiro casamento com Maria de Borgonha, mandou pintar na varanda, uma imagem dele no meio das duas mulheres. 
O telhado foi decorado com 2,657 telhas de cobre, cor de fogo. Os relevos na varanda mostram o brasão, símbolos e outras figuras da vida do imperador. 

 Kollektion Wien, Copyright Carl Anders Nilsson
Uma vista da Rua Canovagasse em Viena com o Hotel Imperial, a Musikverein - Associação de Música Vienense e a Igreja de S. Carlos.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Abadia de Melk - Áustria

Um dos postais que tenho de agradecer, é este da Abadia de Melk enviado pela Kati. Ela foi até à Áustria e encontrou-se com pelo menos três postcrossers austríacas, todas assinaram o postal. 

A Abadia de Melk é um centro espiritual e cultural de grande importância, localizado na cidade de Melk, junto ao rio Danúbio. Faz parte da Paisagem Cultural de Wachau, um sítio classificado como Património da Humanidade pela UNESCO.
Esta abadia era originalmente um palácio. No século XI, Leopoldo II de Babenberg apresentou-o aos monges beneditinos, que o transformaram numa abadia fortificada. Sua influência e reputação como um centro de aprendizagem e cultura espalhou-se por toda a Áustria.
A abadia foi danificada durante a reforma protestante e a invasão turca de 1683. A reconstrução começou em 1702, em estilo barroco e foi concluída em 1736. A Igreja da abadia foi danificada por um incêndio em 1947, mas foi completamente restaurada.
A comunidade monástica de Melk tem mais de 900 anos de idade e os monges beneditinos ainda se passeiam pelos corredores.
Transtornos na economia nacional levaram a abadia às portas da dissolução depois da anexação da Áustria por parte da Alemanha em 1938. Os monges sofreram ameaças de prisão e o edifício foi confiscado e transformado numa escola secundária. Sobreviveu a tudo e voltou a ser um centro de cultura e espiritualidade, famoso mundialmente.
Actualmente recebe importantes exposições de arte e história, representações teatrais e concertos de música. Criou-se um museu sobre a história da abadia e a actividade docente também se expandiu; estudam na escola da abadia cerca de 900 alunos de ambos os sexos.