sábado, 10 de novembro de 2012

Paraty - Brasil

A minha manita Déa em feito umas viagens bem interessantes no Brasil. Costumo dizer que o Rio de Janeiro e São Paulo não me seduzem muito mas se algum dia for ao Brasil, ou melhor, quando for ao Brasil tenho que ir ao estado do Rio de Janeiro visitar Paraty. Com estes postais, com o que a Déa contou, com as imagens que já vi na net e pelo facto de estar na lista de tentativas da Unesco, tem tudo para ser um daqueles lugares muito a meu gosto. Paraty está na minha lista.

Design / Foto: H. Seelaender
 Paraty situa-se no litoral oeste do estado do Rio de Janeiro.
Ao contrário do que aconteceu na maioria das cidades do Brasil, Paraty foi uma cidade planejada. Engenheiros militares portugueses, cientes da vocação portuária da cidade e da necessidade de defesa do local, definiram como seriam as ruas e onde ficariam as igrejas, praças, cadeia, câmara, fortes e as áreas residenciais. Seguiram o padrão das cidades portuguesas onde as igrejas serviam de balizamento e pólo de atracção residencial.
As casas foram construídas acima do nível da rua por causa da invasão das águas das marés, previstas para entrar e limpar a cidade, principalmente dos estrumes de cavalos e burros de cargas que constantemente passavam pela cidade.


Design / Foto: H. Seelaender
 O calçamento das ruas de Paraty com pedras irregulares - conhecido como pé-de-moleque - começou no século XVIII, graças ao desenvolvimento trazido pelo ciclo do ouro. Entretanto, foi a riqueza gerada pelo ciclo do café que terminou por calçar todas as ruas. As pedras eram necessárias porque as tropas de mulas, carregadas com ouro ou café, faziam grandes atoleiros nos dias de chuva e nuvens de poeiras nos dias de sol. - in: http://www.paraty.tur.br/centro_historico.php
Esta é a Rua da Praia e faz-me lembrar algumas ruas de Angrado Heroísmo. Em certas alturas, esta rua é inundada pelas águas da maré alta, que refletem o seu casario, espectáculo que atrai a atenção dos turistas. Já tem a minha atenção, só falta a minha visita.

Foto: Tito Garcez
O Tito também esteve em Paraty, aliás, esteve lá com a Déa e mais alguns amigos. Aproveitando a aplicação touchnote, enviou-me este postal com uma das suas fotos.

Sem comentários: