sábado, 28 de maio de 2011

BY-180374

Mais um postal oficial da Europa de Leste, neste caso da Bielorrúsia. O postal é da cidade de Nesvizh e mostra o castelo da cidade. Este não é o meu 1º postal deste local mas é o mais bonito.



BY-180374, enviado pela Helena.

O Castelo Nesvizh é um castelo residencial da Família Radziwill, em Nesvizh. O castelo foi construído e mantido pela família Radziwill, desde o século XVI até 1939.

Em 1939, a Família Radziwill foi expulsa do castelo pelo Exército Vermelho. Na época da União Soviética, o castelo foi usado como sanatório, enquanto o jardim foi negligenciado e esquecido.

Em 1994, o complexo do castelo foi designado como património histórico nacional e cultural e doze anos depois foi inscrito na lista do Património Mundial da Unesco.

RU-433359

Aqui está um postal oficial da Rússia, com uma vista de Moscovo que eu ainda não tinha.




RU-433359, enviado pela Liza.


O Arco do Triunfo de Moscovo foi construído em 1834 para comemorar a vitória sobre a França na guerra de 1812. Não deixa de ser irónico que se pareça com o Arco do Triunfo de Paris que Napoleão construir para comemorar as suas vitórias.

Apesar de ter sido construído em 1834, encontra-se na actual localização apenas desde 1968. O seu interior está decorado com os brasões das 48 províncias russas.

NL-657056

Esta semana chegou mais um postal oficial da Holanda, este com images da província de Zeeland.



NL-657056, enviado pela Wilma.

Zeeland é a província mais ocidental da Holanda e situa-se no sudoeste do país. A província é formada por uma série de ilhas. No total tem uma população de 380,000 habitantes e uma área de 2930 km², dos quais quase 1140 km² são água. Muitas zonas de Zeeland estão abaixo do nível do mar. A capital é Midelburg.

O turismo é a principal actividade económica da província.

domingo, 22 de maio de 2011

IT-133646

Segue-se mais um postal oficial e também é de um local unesco. Este palácio, Reggia di Venaria Reale é uma das Residências da Casa de Saboia, na lista do Património Mundial desde 1997.



IT-133646, enviado pelo Renato.

Venaria Reale situa-se na região de Piemonte, na província de Turim.

A Reggia di Venaria Reale é um palácio italiano situado em Venaria Reale. É uma das principais Residências da Casa de Sabóia, provavelmente a maior pelas suas dimensões. É comparável quanto à estrutura ao francês Palácio de Versailles, palácio que foi construído tendo em mente o projecto da residência real piemontesa. Segundo alguns autores, os desenhos dos projectos da Venarìa foram roubados e levados para Paris por vontade do monarca francês.


A Reggia di Venaria Reale foi projectada e construida em poucos anos (1658-1679), segundo um desenho do arquitecto Amedeo di Castellamonte, por encomenda do Duque Carlos Emanuel II que tencionava fazer dela a base para as batidas de caça na acidentada charneca turinense.


O conjunto dos corpos que constituem o complexo, que se estende por uma enorme extensão (80.000 m2), inclui o parque e o burgo histórico de Venaria, costruidos de modo a formar uma espécie de colar que evoca directamente o Colar da Ordem Suprema da Santíssima Anunciação, símbolo da Casa de Sabóia.

BE-98157

Este oficial foi uma boa surpresa por 3 razões. Não costumo receber muitos postais da Bélgica, o que é uma pena porque os postais de lá costumam ser bem bonitos; este era um dos meus favoritos e foi enviado pela Raquel "ferro" com quem já troquei postais umas poucas de vezes.


BE-98157, enviado pela Raquel, também conhecida por Ruca.

O postal é de Mechelen, uma cidade na província de Antuérpia, região da Flandres. Mostra a Catedral de S. Rumbold, construída entre 1200-1520.

O topo achatado da torre é facilmente reconhecível. O projecto inicial previa uma torre mais alta mas isso não chegou a acontecer, daí a forma da torre. Apesar de incompleta, esta torre/campanário figura na lista das torres belgas classificadas como Património Mundial da Humanidade.

DE-900389

Outra igreja e outro oficial, desta vez da Alemanha.



DE-900389, enviado pela Sílvia.

Este é o interior de uma igreja em Zöblitz, na Saxónia.

UA-98082

Agora, um oficial da Ucrânia, da cidade de Sumy, no norte do país. Julgo que este é apenas o meu 2º oficial da Ucrânia.



UA-98082, enviado pela Ann.

O postal mostra a Igreja da Ressureição e o Monumento aos Três Sacos.
A construção da igreja começou por ordem do fundador da cidade e terminou já com o seu filho em 1702.

O monumentos dos sacos está associado a uma lenda, segunda a qual uns migrantes de Stavyche (região de Kiev), terão encontrado 3 sacos com moedas, durante o verão de 1655. Esse acontecimento reflectiu-se mais tarde no nome e emblema da cidade, Sumy, que em ucraniano quer dizer saco.

Este monumento é uma verdadeira atracção turística e diz-se que estes sacos trazem felicidade e saúde a quem lhes tocar.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

JP-168167

Continuando com paisagens bonitas, agora tenho um postal oficial do Japão com o famosissímo Monte Fuji.



JP-168167, enviado pela Masayo.
O Monte Fuji é a montanha mais alta do Japão e a 35ª mais alta do mundo. É um vulcão activo, porém de baixo risco de erupção. Localiza-se a oeste de Tóquio.

O monte Fuji é um dos símbolos mais conhecidos do Japão, sendo frequentemente retratado em obras de arte e fotografias e recebendo muitas visitas de alpinistas e turistas.

NO-47157

Agora algo inédito, um postal oficial da Noruega e que lindo que é. Já tinha enviado oficiais para lá mas nunca tinha recebido nenhum.

Esta é uma vista fantástica!!



NO-47157, enviado pela Ingjerd.

Geiranger é uma povoação, com 240 habitantes, na parte ocidental da Noruega. "Localiza-se na parte mais interior do Fiorde de Geiranger, um braço do Fiorde Grande, em More og Romsdal.

O fiorde de Geiranger é um fiorde com 15 km de comprimento. Ao longo da extensão do fiorde, encontram-se algumas quintas abandonadas, acessíveis por barco. Algumas delas foram restauradas pela associação dos amigos do fiorde grande.

É um dos locais turísticos mais visitados da Noruega. A 14 de Julho de 2005 passou a fazer parte da lista do Património da Humanidade da Unesco, em conjunto com o fiorde de Nærøy, que dele dista 120 quilómetros." - in: wikipédia

FI-1078084, FI-1085016 & FI-1092494

Para quem tinha saudades de postais da Finlândia, aqui ficam 3 oficiais.

FI-1078084, enviado pela Maikki.

Isto podia ser um pôr-do-sol mas na verdade trata-se do sol da meia-noite na região da Lapónia. "Sol da meia-noite é um fenómeno que ocorre nas latitudes acima de 11º a 15 no O ou S, ou seja, para além da Europa ou da América, quando o Sol não se põe durante pelo menos 215 horas seguidas. Em latitudes superiores a 2 graus, o Sol não se põe por mais de setenta dias durante o verão, ou seja, não há noites durante mais de seis meses.

Na região da Lapónia central, durante o escuro Inverno, o sol permanece abaixo da linha do horizonte durante 51 dias, o que dá origem ao fenómeno da noite polar, a que os finlandeses chamam "Kaamos". Mesmo no sul do país o sol brilha no inverno (Dezembro) só umas quatro horas por dia entretanto o pôr-do-sol é lento (inclinado) e por isso nunca chega a escurecer totalmente a noite (ocorrem as chamadas noites brancas)." - in: wikipédia
FI-1085016, enviado pela Siv.

Jakobstad é uma cidade na costa oeste da Finlândia. A cidade foi fundada em 1652 pela viúva do comandante militar Jacob De La Gardie, daí o nome de Jakobstad que em sueco significa "cidade de Jakob".

Actualmente Jakobstad tem uma população de 19.673 pessoas e faz parte da província da Finlândia Ocidental.
FI-1092494, enviado pela Eija-Inkeri.

Este postal com uma ilustração de Rauma chegou ontem. No postal está a Igreja da Santa Cruz, construída no século XV.

Nunca é demais lembrar que o centro histórico da cidade de Rauma faz parte da lista do Património Mundial da Humanidade.

NL-639847 & NL-616538

Estes dois postais também são da Holanda e são bem bonitos. São os dois oficiais.

NL-639847, enviado pelo Chris.

Este é o castelo de Helmond, uma cidade na província de Brabante do Norte, no sul da Holanda. O castelo foi construído em 1402 por um membro da família Van Berlaer para substituir o 1º castelo da família.

Hoje em dia o castelo abriga um museu e uma galeria de arte.

NL-616538, enviado pelo Peter.

Mais um postal com os canais de Amesterdão. Neste postal estão o Leidsegracht e o Keizersgracht.

Prinsengracht - Amesterdão

Este era um dos postais que tinha nos meus favoritos. É de Amesterdão e foi enviado pela Dees.


Tal como Veneza, Amesterdão também é conhecida pelos seus canais, do século XVII e neste postal está um deles, o Prinsengracht. Juntamente com o Herengracht e o Keizersgracht, o Prinsengracht está na lista do património Mundial desde o ano passado.

Cádiz - Espanha

A Joaninha também foi de férias mas foi até ali ao lado, a Espanha. Um dos locais visitados foi Cádiz, uma cidade no Sul de Espanha, na Andaluzia.



No postal temos um bocadinho do Atlântico e a catedral da cidade. Está situada na Plaza de la Catedral e é visível de qualquer parte da cidade.
Foi construída entre 1722 e 1838. É único templo de culto cristão com uma cúpula amarela (algo típico da religião muçulmana).

Cochem an der Mosel - Alemanha

Poucos dias depois de eu ter vindo da Alemanha, a Raquel "ferro" também lá foi e visitou uns quantos lugares bem interessantes, entre eles Cochem an der Mosel, uma vila no Vale do rio Mosel.



Esta é uma vila medieval que vale a pena conhecer, não apenas pelas suas ruas estreitas e sinuosas, às bem restauradas casas em estilo enxaimél com os típicos telhados de ardósia, ao mercado típico, mas também devido às portas da cidade, muralhas e igrejas.

Nesta cidade situa-se o castelo Reichburg.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Quito - Equador

Mais um postal de um local Unesco e este não é de um lugar qualquer, não é todos os dias que se recebe um postal do Equador, mesmo que não tenha sido enviado de lá... mas isso não interessa nada. Foi enviado da Croácia pela Agata "ddonkey". O postal é da capital Quito.

Quito possui o maior, menos alterado e mais bem preservado centro histórico da América. É considerado um dos mais importantes conjuntos históricos da América Latina. Foi, juntamente com o centro histórico de Cracóvia na Polónia, o 1º a ser declarado Património da Humanidade em Setembro de 1978.


Estão classificados cerca de 130 edificações monumentais (onde se encontram uma grande variedade de pinturas e esculturas, principalmente de carácter religioso inspirado em várias escolas e estilos) e 5000 imóveis registados no inventário municipal de bens patrimoniais. Infelizmente este centro histórico foi negligenciado durante alguns anos o que contribuiu para a degradação de alguns edifícios. Contudo um programa para o desenvolvimento do centro tem-se esforçado para devolver a este local o esplendor do passado.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Locais Unesco da Coreia do Sul

Ainda há pouco tempo tinha recebido um postal de um novo local Unesco da Coreia do Sul e agora há dias recebi mais estes dois enviados pelo Adam. Os locais são Templo de Haeinsa e o Janggyeong Panjeon, Depósito dos blocos de madeira Tripitaka Koreana e Sítios dos Dólmenes de Gochang, Hwasun, e Ganghwa.


No postal está o Tripitaka Koreana, colecção mais completa de textos budistas, gravada em 80.000 blocos de madeira entre 1237 e 1249. Para abrigar esta colecção de textos foi construído o edifício de janggyeong Panjeon no Templo de Haeinsa. Haeinsa é um templo budista construído no ano de 802 em Gyeongsangnam, na Coreia do Sul. para além do Tripitaka Koreana, o templo inclui também vários tesouros nacionais do país, tais como interessantes pinturas budistas, pagodes de pedra e lanternas.
O Templo de Haeinsa e o Janggyeong Panjeon, Depósito dos blocos de madeira Tripitaka Koreana foi declarado em 1995 Património Mundial da Unesco.


Estas estranhas pedras são dólmenes que se situam em Gochang, na aldeia de Maesan. Para além do sítio de Gochang também é possível encontrar dólmenes em Hwasun e Ganghwa. Estes dólmenes serviram para marcar sepulturas e para fins rituais durante o primeiro milénio a. C., quando a cultura megalítica estava proeminente na península da Coreia.

o grupo de dólmenes de Gochang é o maior e o mais variado. São conhecidos como os dólmenes de Jungnim-ri. Foram construidos aos pés de uma série de colinas a uma altitude que vai de 15 a 50 metros. Acredita-se que este grupo foi construido por volta do século VII a.C..

Os sítios foram declarados Património Mundial da Unesco em 2000.

domingo, 15 de maio de 2011

3 Unesco novos da China

A listinha de Unescos da China também está a ficar bem mais curta. Com estes 3 enviados pelo "orlando1120", só me faltam 7. Estes são do Parque dos Três Rios Paralelos em Yunan, as Grutas Longmen e Capitais e Túmulos do Antigo Reino de Koguryo.



Localizado na área montanhosa no noroeste da província de Yunnan, este local é composto por oito grupos de áreas protegidas que estão dentro do Parque Nacional dos Três Rios Paralelos. Possui uma área de 1.700.000 hectares e abrange o curso superior de três grandes rios da Ásia: Yangtze, Mekong e Salwin, que funcionam através de desfiladeiros de até 3.000 metros de profundidade e são ladeados por picos de mais de 6.000 metros de altura, cobertos permanentemente com neve perpétuas. Além disso, este local é um epicentro da biodiversidade única na China e é uma das regiões temperadas do mundo com maior diversidade biológica.


É um local Unesco desde 2003.


As Grutas de Longmen encontram-se entre duas montanhas, separadas pelo Rio Yishui, a 13 kms sul da cidade de Luoyang, Província de Henan.

Este local inclui cerca de 2345 grutas com mais de 100 mil estátuas de budas, construídas durante quase 150 anos, nos períodos da Wei do Norte e da Dinastia Tang(618-907). Mais de 30% das grutas foram escavadas no período da Wei, 60% na Dinastia Tang e 10% em outras dinastias posteriores.

As Grutas de Longmen não têm só valor artístico para o budismos. As suas obras focalizam a sociedade daquela época, a sua política, economia e cultura.

Estas grutas foram declaradas Património Mundial em 2000.


Capitais e Túmulos do Antigo Reino de Koguryo é um Património Mundial desde 2004, localizado em torno de Ji'an, na Província de Jilin. O local contém os restos arqueológicos de três cidades (A Cidade Montanha de Wunu, a Cidade de Guonei e a Cidade montanha de Wandu), e por 40 túmulos (14 túmulos são da família imperial e os outros 26 são de nobres do reino de Koguryo, um dos Três Reinos da Coreia, que governou o norte da China e a metade norte da Península da Coreia).

sábado, 14 de maio de 2011

Villa Adriana & Villa d'Este - Itália

Villa Adriana, no 1º postal e Villa d'Este no 2º, são dois novos locais unesco da Itália. Ficam a faltar-me 8 locais de Itália. Estive para visitar estes dois locais quando fui a Roma, ficam a apenas 30 km's de distância. Os postais foram enviados pela Anne "aj-person".

A Villa Adriana é um antigo complexo palaciano construído, no século II, para o Imperador Adriano na cidade de Tivoli. É considerado um dos mais ricos conjuntos monumentais da Antiguidade. Actualmente encontra-se em ruínas, cobrindo uma superfície de 120 hectares, dos quais 40 estão visíveis.

A villa foi criada como lugar de retiro de Adriano. Dizia-se que não gostava do palácio no Monte Paladino em Roma e por isso mandou construir este lugar, onde passou os últimos anos da sua vida.

O complexo inclui mais de 3o edifícios entre os quais palácios, fontes, termas, bibliotecas, teatro, templos, etc.

Faz parte da Lista do Património Mundial desde 1999.

A Villa d'Este é um palácio que tal como a Villa Adriana, também se situa em Tivoli. Foi classificada como Património Mundial da Humanidade em 2001 que a considerou uma obra prima da arquitectura e, especialmente, do desenho de jardins.
"A Villa d'Este foi encomendada pelo Cardeal Ippolito II d'Este (1509-1572), filho de Afonso I d'este e de Lucrécia Bórgia.
A partir de 1550 e até à sua morte, em 1572, quando a villa estava quase completa, Ippolito criou um cenário palaciano rodeado por um fabuloso jardim em terraços ao Estilo Renascença tardio Maneirista, o qual tirou total vantagem da dramática encosta mas requereu inovações para trazer um caudal suficiente de água, a qual foi empregue em cascatas, tanques de água, canais e lagos, jactos de água e fontes, giochi d'acqua (jogos de água).

Usando a inspiração no desenho (além de muitas estátuas e muito do mármore usado para a construção) da vizinha Villa Adriana e a revitalização de técnicas de engenharia hidráulica romanas para fornecer água a uma sequência de fontes, o Cardeal criou um elaborado jardim de fantasia, o qual mistura elementos arquitectónicos com elementos aquáticos e teve uma enorme influência no desenho paisagístico na Europa." - in: wikipédia

Sikhote-Alin - Rússia

Comparando com o postal de Salzburgo, este da Rússia chegou num estado bem mais lastimável :o Não sei por onde terá andado. Não é que o postal seja daqueles lindos de morrer mas trata-se de um postal de um local unesco novo, Central Sikhote-Alin, na lista do Património Mundial desde 2001.

O postal foi enviado pela Olya.


Como se já não bastasse o próprio postal ter chegado no estado que chegou, os selos chegaram assim. Mas como é que um postal enviado da Rússia aparece depois com um autocolante "if undelivered" com uma morada de Zagreb?? Na verdade, os selos dos postais enviados pela Olya sempre chegaram com uns autocolantes assim estranhos. Felizmente consegui remover o autocolante salvar os selos que também são da Sikhote-Alín.


Sikhote-Alin é uma cordilheira em Primorsky e Khabarovsk Krai, que se estende por 900 km a nordeste do porto de Vladivostok no Pacífico.

Sikhote-Alin compreende uma das mais extraordinárias zonas temperadas do mundo. Espécies típicas de uma floresta boreal tais como renas e ursos pardos coexistem com espécies tropicais como o tigre siberiano, o leopardo de Amur e o urso tibetano.

O refúgio da vida natural de Sikhote-Alín foi criado para preservar a sua vida selvagem única.

sábado, 7 de maio de 2011

Fortaleza de Hohensalzburg - Salzburgo

Este postal é tão bonito mas aquela manchicha branca no meio das árvores incomoda-me um bocado. Detesto quando isto acontece, especialmente quando se trata de um postal favorito!! Acontece... infelizmente.


O postal é de Salzburgo, mostra a Fortaleza de Hohensalzburgo e foi enviado pelo Gudrun "maeusefan".




A Fortaleza de Hohensalzburgo é um monumento característico de Salzburgo. Trata-se da maior e mais bem conservada fortaleza na Europa.



A sua construção começou em 1077 por ordem do Príncipe-Arcebispo Gebhard von Helffenstein. Foi ampliada e reforçada com torres, bastiões, murros e trincheiras até ao século XVII. O aspecto actual da fortaleza data do século XV, quando o Príncipe-Arcebispo Leonhard von Keutschach a tornou habitável e lhe deu um aspecto gótico tardio.



A fortaleza foi sitiada várias vezes e mas nunca foi tomada.