segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Vulcão dos Capelinhos

Para quem gosta tanto de vulcões até parecia mal ainda não tem um postal com o Vulcão dos Capelinhos. Um dia quando for aos Açores tenho que lá ir.
Este postal chegou a semana passada e foi uma surpresa da Lurdes.

"O Vulcão dos Capelinhos localiza-se na Ponta dos Capelinhos, freguesia do Capelo, na Ilha do Faial, nos Açores. É uma das maiores atrações turísticas dos Açores, pela singularidade da sua beleza paisagística, de génese muito recente e quase virgem.

Geologicamente insere-se no complexo vulcânico do Capelo, constituído por cerca de 20 cones de escórias e respectivos derrames lávicos, ao longo de um alinhamento vulcano-tectónico de orientação geral WNW-ESE. O nome Capelinhos deveu-se à existência de dois ilhéus chamados de "Ilhéus dos Capelinhos".

O vulcão manteve-se em actividade por 13 meses, entre 27 de Setembro de 1957 e 24 de Outubro de 1958. A erupção dos Capelinhos, provavelmente terá sido uma sobreposição de duas erupções distintas, uma começada a 27 de Setembro de 1957, e a segunda, a 14 de Maio de 1958. A partir de 25 de Outubro, o vulcão entrou em fase de repouso. Do ponto de vista vulcanológico, deverá ser considerado um vulcão potencialmente activo.

A crise sísmica associada à erupção vulcânica e a queda de cinzas e materiais de projecção originaram a destruição generalizada das habitações, campos agrícolas e pastagens nas freguesias do Capelo e da Praia do Norte. Não houve perdas humanas a registar. Beneficiando da solidariedade demonstrada pelos EUA, milhares de sinistrados faialenses - e não poucos açoreanos de outras proveniências - aproveitaram a quota especial de emigração concedida e procuraram refazer as suas vidas naquele país. Foi a 2 de Setembro de 1958, aprovado o "Azorean Refugee Act" autorizando a concessão de 1 500 vistos. A quebra demográfica na ordem de cerca de 50%, contribuiu para uma melhoria de vida na população residente, a nível de mais oportunidades de trabalho e melhoria dos salários." - in: wikipédia

Sem comentários: