quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Porta de Santiago - Malásia

Há dias o SLLiew pediu-me para ajudar uma amiga de Taiwan a obter o seu 1º postal de Portugal. Eu disse-lhe que podia ajudar e em troca pedi este postal. Já há algum tempo que queria ter este postal de Malaca. Já tinha pelo menos 2 postais de lá mas faltava este, o mais importante, porque afinal trata-se de um património de origem portuguesa.

A Porta de Santiago é tudo o que resta da fortaleza portuguesa, A Famosa, construída em 1512 sob o comando de Afonso de Albuquerque. Está situada no sopé do Monte de São Paulo e é o melhor testemunho da ocupação de Malaca pelos portugueses há 400 anos atrás.
Centenas de escravos e prisioneiros foram forçados a trabalhar na construção da fortaleza. Tinha uma fundação muito sólida, paredes espessas e blocos de pedras tirados de ruínas de palácios, mesquitas e túmulos. Com os seus canhões e as suas quatro portas, a fortaleza era sinal de medo e respeito entre as pessoas da cidade.
Mais tarde foi aumentada para incluir os montes vizinhos e assentamentos europeus nas redondezas. Os portugueses transformaram a fortaleza numa cidade cristã com edifícios que incluíam cinco igrejas, capelas, um mosteiro, um hospital, os palácios do governador e do bispo e ainda um castelo.
Durante 150 anos, A Famosa, portegeu com sucesso a posição portuguesa em Malaca até que foi tomada pelos holandeses. Foi danificada pelos holandeses durante um ataque que a reconstruiram mais tarde, passando a chamar-lhe VOC.
A sua importância começou a desaparecer quando os ingleses se instalaram em Malaca no início do século XIX. Foi quase destruída pelos ingleses, apenas se salvou a Porta de Santiago.

Sem comentários: